Caixa restabelece convênio com PMT

Alexandre e Roberto anunciaram que a Caixa restabeleceu o convênio com a PMT, portanto, restituindo o consignado. As agências de Teresópolis funcionam no próximo sábado, 11, para atender demanda de FGTS inativo no município

– Agências de Teresópolis funcionam no próximo sábado para atender demanda de FGTS inativo no município

Duas boas novidades para a população teresopolitana foram trazidas durante entrevista especial no programa Diário da Manhã, da Diário TV Canal 4, pelos gerentes das agências Caixa Econômica Federal de nosso município, Alexandre Pais e Roberto Cotrim. A primeira é o anúncio do restabelecimento do convênio entre o banco e a Prefeitura que possibilita os servidores a buscarem crédito consignado e facilitado na Caixa e a outra é o funcionamento das unidades da instituição durante o próximo sábado, 11, para o atendimento especializado voltado aos beneficiários do programa de liberação dos recursos em contas inativas do FGTS. Tanto Alexandre, quanto Roberto enalteceram as boas oportunidades que as medidas representam para um contexto de recessão econômica e tantas dificuldades financeiras vividas por nossa população.
“Sem dúvida o anúncio do restabelecimento do crédito consignado em parceria com a Prefeitura de Teresópolis, com essa renovação do convênio, vai impulsionar uma melhoria na vida financeira desta parcela tão importante para nossa cidade. São prazos muito justos e com taxas muito baixas como de costume em nossa instituição, que além de ser o Banco dos trabalhadores, tem a função de regular o mercado e instituir políticas sociais de consumo consciente também para o crédito”, enfatiza Alexandre. Ainda de acordo com o gerente que está de volta para a cidade na unidade da Reta, os prazos são muito atrativos e viáveis, com até 96 vezes e taxas bem abaixo do mercado. Outro aspecto salientado pela dupla é o fato deste convênio não exigir que o servidor esteja isento de serviços de proteção ao crédito, ou seja, não há a necessidade de estar com o nome limpo para conseguir a aprovação do crédito.
No empréstimo consignado Caixa, o valor das parcelas é descontado diretamente do salário ou do benefício, e antes mesmo do dinheiro cair na conta. Por isso, as taxas de juros são menores, já que o banco tem mais segurança de que o empréstimo será pago. A taxa de juros média cobrada pela Caixa no empréstimo consignado é muito mais baixa que em bancos considerados de mercado livre. Caso o servidor queira ou precise de um empréstimo de R$ 5 mil, por exemplo, para pagar em vinte e quatro parcelas, serão mensais fixas de R$ 280,27. Aposentados e pensionistas da PMT também podem fazer um empréstimo consignado no Caixa, e não precisa ser correntista para contratar o serviço. Os valores variam de acordo com o valor do salário ou benefício e as parcelas não podem custar mais do que 30% do vencimento.

 

– FGTS inativo terá atendimento especial no próximo sábado, 11

Roberto Cotrim, da agência central da Caixa, lembra que os atendimentos especiais do próximo sábado na Caixa, serão exclusivos para atender a trabalhadores interessados em sacar dinheiro de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. O horário de funcionamento será das 9h às 15h e No dia, os trabalhadores vão poder apenas tirar dúvidas sobre os saques nas agências da Caixa. Os saques serão liberados a partir de 10 de março e seguem até julho, dependendo do mês em que o titular da conta nasceu. “Os saques serão liberados a partir de 10 de março, mas haverá períodos específicos para que as retiradas sejam feitas, de acordo com a data de aniversário do trabalhador. O prazo para os saques termina em 31 de julho”, explica Roberto.
Uma conta inativa de FGTS é aquela que deixou de receber os repasses de uma empresa, porque o trabalhador, titular dessa conta, deixou o emprego. Mas não são todas as contas inativas que poderão ter os recursos sacados. “O trabalhador poderá retirar o dinheiro apenas daquelas contas do FGTS que se tornaram inativas até 31 de dezembro de 2015, ou seja, contas vinculadas a empregos dos quais a pessoa se desligou até essa data. Portanto, contas que ficaram inativas após 31 de dezembro de 2015, ou contas ativas, ou seja, aquelas vinculadas a empregos a que o trabalhador ainda está ligado, não poderão ter os recursos sacados”, alerta Alexandre.
Os saques poderão ser feitos nas agências e caixas eletrônicos da Caixa, dependendo, por exemplo, do valor. Além disso, o cliente que não tem conta na Caixa poderá optar por transferir os recursos do FGTS, de qualquer valor, para uma contacorrente ou conta poupança de qualquer outro banco, sem custo. Sem o Cartão Cidadão, o trabalhador poderá sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos da Caixa, sem o Cartão Cidadão, caso o saldo de cada conta inativa seja de até R$ 1.500. Para isso, ele só precisa ter a senha do Cartão Cidadão. Com o Cartão Cidadão, o limite de saque, no Caixa Eletrônico, é de R$ 3 mil por conta inativa. Nas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, os saques podem ser feitos com o Cartão Cidadão para valores de até R$ 3 mil por conta inativa. Saques acima de R$ 3 mil e até R$ 10 mil, o trabalhador só precisa apresentar, na agência da Caixa, a carteira de identidade para fazer o saque ou a transferência para conta de outro banco, sem custo. Saques acima de R$ 10 mil, além da identidade, será preciso apresentar a carteira de trabalho ou o termo de rescisão de contrato de trabalho vinculado à conta inativa.
Quem não tiver a carteira de trabalho terá que providenciar uma cópia do termo de rescisão do contrato de trabalho vinculado à conta inativa, e levá-la no momento do saque. Todos os trabalhadores que possuem conta poupança individual na Caixa terão o saldo creditado automaticamente no primeiro dia do calendário referente ao seu mês de nascimento. A liberação do saldo das contas inativas foi anunciada em dezembro pelo presidente Michel Temer. O objetivo do governo é que essa medida ajude a reaquecer a economia brasileira, que vem de dois anos seguidos de recessão. A estimativa é que R$ 34 bilhões sejam sacados das contas inativas de FGTS. Para a equipe econômica, esse montante não prejudica a saúde financeira do FGTS, que tem hoje um patrimônio líquido estimado em R$ 130 bilhões.

Deixe seu comentário

Anderson Duarte é formado em Comunicação Social com mestrado na área de Tecnologia e Informação e especialização em Telecinejornalismo, atua na imprensa desde a década de 90, ainda no Rádio. Passou por veículos como Jornais, Mídias Governamentais e Televisão, também atuou na área da Assessoria Política, editoria que hoje se dedica enquanto articulista. Âncora do telejornal Jornal Diário, comanda desde a sua formação em 2008, o jornalismo da emissora Diário TV, fruto do tradicional O DIÁRIO de Teresópolis, onde também coordena juntamente com Marcello Medeiros o departamento jornalístico.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...