Cemitérios prontos para o Dia de Finados

Milhares de pessoas deverão passar entre hoje e amanhã pelos nove cemitérios que a Prefeitura administra em Teresópolis

Milhares de pessoas deverão passar entre hoje e amanhã pelos nove cemitérios que a Prefeitura administra em Teresópolis

– Visitação aos túmulos começou a ser intensificada há uma semana

Está tudo pronto para o tradicional costume de visitar as sepulturas dos entes queridos por ocasião do Dia de Finados. A data, celebrada nesta quarta-feira, 2 de novembro. Funcionários que atuam nos cemitérios receberam reforço de equipes da Secretaria de Serviços públicos para os últimos retoques antes da data comemorativa. Os maiores esforços se concentraram no Cemitério Carlinda Berlim, onde foram feitos reparos no asfaltamento. Parceria com empresas permitiu que fosse providenciada uma demão de tinta em alguns pontos estratégicos.

Os nove cemitérios de Teresópolis são administrados pela servidora pública Tânia Matos. Segundo ela, o movimento de visitação aos túmulos já está intenso há aproximadamente uma semana, já que muitas pessoas evitam o tumulto do dia festivo para prestar suas homenagens. “Nossa rotina diária de trabalho já tem esse cuidado especial com a manutenção de forma global. Nesta data que é tão importante para as pessoas que têm seus entes queridos aqui, nós fazemos um serviço um pouco mais elaborado por conta dessa demanda de visitação”, detalha.

Segundo Tânia, por determinação do secretário Carlos Teixeira, titular da pasta de Serviços Públicos da Prefeitura, as equipes trabalharam especialmente na recuperação do pavimento nas principais vias de acesso e de saída do cemitério. “Também conseguimos, graças a parcerias com amigos empresários, recursos para a recuperação da pintura de algumas áreas, principalmente espaços comuns do cemitério”, revela Tânia.

Reforço de pessoal

Para o feriado desta quarta-feira existe a expectativa da passagem de milhares de pessoas pelo Carlinda Berlim. Para garantir a tranquilidade e a fluidez do tráfego de veículos, agentes da Guarda Municipal vão ficar em pontos estratégicos. A exemplo de anos interiores, o esquema de trânsito será feito com acesso pela entrada principal, na Prata e saída pela Avenida Caingá, no Vale do Paraíso. “Na realidade o movimento de visitantes começou a crescer a uma semana atrás. Muitos evitam o movimento do dia e costumam antecipar sua visita. Sempre pedimos ajuda da Guarda Municipal e também de alguns ex-funcionários, que trabalharam aqui e que costumam vir para nos ajudar”, revela a administradora. Por conta do horário de verão, excepcionalmente no Dia de Finados a visitação vai acontecer das 7h30 às 20h.

Durante o dia estão previstos vários momentos com celebrações religiosas. A tradicional Missa pelos Fiéis Defuntos será celebrada às 9h junto ás capelas mortuárias do cemitério. Para os católicos, o dia de Finados também é dedicado à práticas que levam às Indulgências concedidas pela Igreja. Segundo a fé que é professada, o fiel que vai ao cemitério e reza pelos falecidos e pelas intenções do Papa, estando confessado e em estado de graça, alcança as chamadas indulgências, proporcionando aos fiéis falecidos que deixem o purgatório rumo ao céu. Durante o dia também vão acontecer cultos evangélicos e sessões espíritas

 

Cemitérios de Teresópolis

O Cemitério Carlinda Berlim, antes conhecido como Caingá, é o maior dos nove que existem em Teresópolis. O campo tem 29 mil metros quadrados de área, com cerca de 3 quilômetros de extensão para atender uma média de 130 sepultamentos mensais. São 5.600 sepulturas, 2.247 covas rasas, 2 mil gavetas e 1600 nichos, onde são deixados os ossos após a retirada de gavetas e covas.  Hoje a maioria dos sepultamentos acontece nas gavetas, que são alugadas por um período de quatro anos. Passado esse tempo, os ossos são levados para os nichos perpétuos.

Além do Caingá, existem outros oito campos-santos em Teresópolis. Na estrada Isaías Vidal, próximo ao número 4200, fica localizado o cemitério de Canoas. Ali existem apenas 14 sepulturas, a maioria bem antiga, e 67 covas rasas. Construído em um terreno doado pela família Queiroz, do Terceiro Distrito, o cemitério de Venda Nova está localizado no quilômetro 15 da Teresópolis-Friburgo, atrás da igreja de Nossa Senhora da Conceição. As primeiras sepulturas datam de 1877. São 256 túmulos e 109 covas rasas. Um dos menores do município é o de Vale Alpino (antigo Córrego Sujo), com 25 sepulturas e 61 covas rasas. Fica ao lado do novo templo da igreja de Nossa Senhora da Conceição. Também no Terceiro Distrito, há campos-santos em Vieira, no quilômetro 36 da Teresópolis junto a igreja de Santa Luzia, e Bonsucesso, no km 28, atrás da igreja de Estrelinha. No primeiro são 350 sepulturas e 63 covas rasas. No segundo, 450 túmulos e 32 covas rasas. No Segundo Distrito, o cemitério de Santa Rita fica em frente a igreja de Santa Rita de Cássia. Com o tamanho menor do que a metade de um campo de futebol, também é cercado e tem 50 sepulturas e 250 covas rasas. Naquela região do município, funcionam ainda os cemitérios de Serra do Capim, com 21 sepulturas e 135 covas rasas, e Rio Preto, em Volta do Pião, com 34 Sepulturas, 88 covas rasas.

Deixe seu comentário

André Oliveira é comunicador e fotógrafo. Tem 20 anos de experiência no setor de comunicações, com passagens por diversos segmentos como rádio, jornal, revista e TV. É repórter e apresentador do jornal O DIÁRIO e da DIÁRIO TV.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...