Claudinho do Posto anuncia “choque de ordem” na gestão pública

dsc06063

– Candidato e Vice do PSDB priorizam discussões no trabalho continuado do mandato e na reformulação da administração teresopolitana

São menos de vinte dias para o processo eleitoral de outubro e cada oportunidade de conhecermos melhor os candidatos do próximo pleito pode facilitar a vida do eleitor que tem a responsabilidade de conduzir ao poder quem nos guiará pelos próximos quatro anos. Assim, a série de entrevistas com os candidatos a prefeito este ano recebeu nos estúdios da Diário TV, durante o programa Diário da Manhã desta terça-feira, 12, o pleiteante do PSDB, Claudinho do Posto e a sua vice na chapa, Ana Laura Marques, que enalteceram em suas palavras a necessidade imediata de um “Choque de Ordem” na gestão pública teresopolitana e também a extrema urgência de identificação de possíveis irregularidades em contratos e contratações da prefeitura. Ambos chamaram a atenção para suas raízes familiares em nosso município e confirmaram a importância de implantação de uma gestão profissional e eficiente na Prefeitura.

Filho do ex-prefeito Luis Barbosa, que acompanhou atentamente a cria nos bastidores da entrevista, Claudinho é empresário do ramo de postos de combustíveis, de onde herdou o apelido que usa eleitoralmente, e também tem origem no Segundo Distrito da cidade, na localidade de Serra do Capim. Essa sua relação com o interior foi enaltecida pelo candidato em suas apresentações pessoais e também ilustrada pela sua trajetória de acompanhamento das campanhas do pai, que foi vereador e prefeito e deixou um legado de simpatia pessoal e boas realizações públicas no comando da cidade. Os candidatos do PSDB também falaram sobre a motivação do eleitorado teresopolitano, ponto em comum das entrevistas, assim como os temas Educação e Saúde, que sempre tematizam o segundo bloco da conversa.

A sua vice, Ana Laura Marques, também é teresopolitana e durante 14 anos foi servidora pública. Hoje, dedica-se ao ramo de administração de condomínios e fez questão de enaltecer que guarda na memória e nas projeções de gestão, uma cidade que permitia a interação social e propiciava o desenvolvimento humano e econômico, que segundo Ana Laura, não precisam estar dissuadidos um do outro. Na pergunta da audiência, o tema foi a TerePrev e a quase impagável dívida acumulada pelas últimas gestões, apesar de concordarem que é uma situação bastante delicada, a dupla do PSDB entende que sem o diálogo, dificilmente será revertida. O primeiro bloco da entrevista é sempre dedicado as essa apresentação da vida pessoal da dupla de candidatos. Formação, filiação, relação histórica com o município, trajetória política e pessoal de cada um, assim como as histórias afetivas e tocantes de cada um deles com Teresópolis.

dsc06061

– Educação não pode ficar presa no passado de bons resultados

A Educação, que é um dos temas escolhidos por nossa audiência, se configura também como um dos maiores problemas apontados pelas entidades governamentais nos últimos anos em nosso país. Escorados na larga experiência da ex-professora Ana Laura, a dupla espera tirar o município do que eles chamam de zona de conforto proporcionada pelos bons números e resultados conquistados nos últimos anos. “Acho que a educação de Teresópolis nem é um grande problema para a administração hoje em dia, mas não precisa caminhar para ser esse problema que todos tentam evitar. Todo o bom resultado e a qualidade de nossa rede de profissionais da área, podem ter nos colocado em uma posição perigosa de estagnação e falta de investimentos estruturais. O olhar de continuidade de projetos e crescimento da rede tem que ser proporcional ao crescimento das demanda da cidade, que não para de crescer. Nossa estrutura não está acompanhando esse movimento da sociedade e todos os nossos resultados positivos até então podem estar comprometidos por essa falta de visão de planejamento futuro. Entendemos também que não há a menor possibilidade de projetarmos essa evolução esperada sem que nossa rede seja igualmente capacitada e valorizada na proporção, com piso acima do praticado no estado e outros benefícios que são claros para quem almeja uma educação diferenciada como nós”, explica Ana Laura.

Claudinho acrescentou que sua proposta de governo engloba uma ampliação na busca pela oferta de ensino superior público na cidade, com o investimento em estrutura para atrair as principais instituições capacitadoras do estado. “Nossa prioridade na área da educação não pode deixar de lado o outro lado da nossa obrigação constitucional, portanto, o ensino superior também tem que ser incentivado por ações da gestão municipal. Apesar de não podermos gerir unidades deste tipo, podemos atrair as principais unidades da área para implantar aqui em nosso município um polo, ou uma unidade especializada. O cidadão teresopolitano não pode mais ser submetido a mudanças, ou então a viagens muito longas para buscar essa formação superior pública. Nós estamos tão próximos da capital e temos uma qualidade tão interessante na nossa educação, falta boa vontade do poder público para fechar esse ciclo com o ensino superior, e isso a gente pode fazer”, enalteceu o candidato Claudinho.

dsc06067

– Saúde não pode ser gerida por interesses particulares

O segundo tema do segundo bloco, também escolhido pela nossa audiência, também se mostra como um dos mais problemáticos do Brasil, assim como um dos mais difíceis de ser resolvido. Entretanto, para a dupla do PSDB, toda essa dificuldade de gestão pode estar relacionada ao completo despreparo das gestões públicas que por lá passaram, não estritamente a falta de recursos para essa gestão. “Não acredito que falte verba para gerir a nossa saúde, pelo contrário, acho que o que falta mesmo é a capacidade da atual composição administrativa de gerir eficientemente o sistema. Essa é uma área problemática em todo o país, mas aqui em Teresópolis o problema é catastrófico. Não dá mais para conceber que nosso dinheiro seja tão mal administrado, por isso entendemos que é preciso um verdadeiro Choque de Ordem na máquina pública. Rever os contratos, entender aquilo que tem sido usado em termos de recursos financeiros e conhecer as realidades das nossas comunidades, são ações complexas, mas extremamente necessárias para recuperarmos nossa saúde que hoje provoca a automedicação em virtude do medo da morte que ronda as unidades públicas”, explicou Claudinho.

– Série de entrevistas leva os candidatos ao público eleitor

Durante os próximos dias os teresopolitanos tem contato com os políticos que disputam em outubro uma vaga no cargo máximo do Executivo em nossa cidade. Além de conhecerem os postulantes ao cargo de Prefeito, os leitores de O DIÁRIO, bem como os telespectadores da Diário TV – canal 4 da RCA, vão ter também o primeiro acesso oficial aos políticos que podem comandar nossos rumos administrativos nos próximos quatro anos. A novidade da vez é a participação de seus respectivos pleiteantes ao posto de vice-prefeito. As entrevistas serão realizadas obedecendo a ordem de apresentação alfabética ilustrada no sistema de divulgação de candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral – TSE e obedecendo ao seguinte cronograma: hoje, 14/09, quarta-feira: Claudio Mello – Roberto Mello – PT; dia 15/09, quinta-feira: Luiz Ribeiro – Maurílio Schiavo – PMDB. Já na segunda semana serão os seguintes candidatos: dia 19/09, segunda-feira: Paulo Ramos – Rodrigo Consenza – PSOL; dia 20/09, terça-feira: Roberto Petto – Marli Couto – SD; dia 21/09, quarta-feira: Nilton Salomão – Hélio Delgado – REDE e dia 22/09, quinta-feira: Mario Tricano – Sandro Dias – PP.

As entrevistas serão realizadas na sede do Grupo Diário, à Rua Carmela Dutra, 765, Agriões, durante o programa Diário da Manhã, veiculado ao vivo no período de 10 ao meio-dia. Além da veiculação ao vivo, também serão feitas outras duas reprises em horários determinados pela emissora, mas com o mesmo período respeitado para todos os pleiteantes. A entrevista também será veiculada aqui em nossa edição impressa, no dia seguinte a participação do candidato, com uma página composta por cobertura jornalística da entrevista e material fotográfico da mesma. Para garantir que todas as reportagens em O DIÁRIO sejam veiculadas em dia de semana, nenhuma delas será realizada na sexta-feira, cabendo a edição de fim de semana apenas uma compilação das quatro entrevistas realizadas anteriormente.

Deixe seu comentário

Anderson Duarte é formado em Comunicação Social com mestrado na área de Tecnologia e Informação e especialização em Telecinejornalismo, atua na imprensa desde a década de 90, ainda no Rádio. Passou por veículos como Jornais, Mídias Governamentais e Televisão, também atuou na área da Assessoria Política, editoria que hoje se dedica enquanto articulista. Âncora do telejornal Jornal Diário, comanda desde a sua formação em 2008, o jornalismo da emissora Diário TV, fruto do tradicional O DIÁRIO de Teresópolis, onde também coordena juntamente com Marcello Medeiros o departamento jornalístico.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...