Eleição sem tumulto no bairro de São Pedro

Por ser um dos bairros mais populosos de nossa cidade, era de se esperar que o movimento fosse grande em São Pedro

Por ser um dos bairros mais populosos de nossa cidade, era de se esperar que o movimento fosse grande em São Pedro

– Dia sem históricas confusões na localidade mais populosa de Teresópolis

O bairro de São Pedro, um dos mais populosos de nossa cidade, teve um 2 de outubro de muita tranquilidade. Historicamente, o bairro já foi palco de diversas ocorrências em dias de eleição, mas este ano foi na “contramão” do que poderia se esperar, especialmente levando-se em conta o cenário político atual de nossa cidade. Dessa forma, os eleitores não tiveram grandes problemas para votar. No CEROM, maior colégio eleitoral da região, não houve registro de quaisquer problemas.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, o bairro de São Pedro possui 16.724 eleitores cadastrados. Em outros tempos, crimes eleitorais como boca de urna e tentativas de homicídio e agressões diversas foram registrados. Por isso, a calmaria deste ano foi celebrada pelos eleitores da região.

Romário Átila e Tracy Severino, supervisores de seção do CEROM, o maior colégio eleitoral do bairro de São Pedro

Romário Átila e Tracy Severino, supervisores de seção do CEROM, o maior colégio eleitoral do bairro de São Pedro

Dentro do cronograma de cobertura das eleições 2016, a equipe de reportagem do Diário percorreu diversos locais de votação da região: Escola Municipal Belkys Frony Morgado, Creche Oscar Lobato, Sebastião Branco e Centro Educacional Roger Malhardes, um dos maiores locais de votação da cidade.

Na Sebastião Branco, a supervisão nos informou que não houve problemas durante o dia de votação, exceto a necessidade de troca de uma das urnas de uma das seções por falha técnica. O aparelho foi trocado rapidamente e a votação ocorreu normalmente após este incidente. A poucos metros dali está localizada a Creche Oscar Lobato, que também é um local de votação. De acordo com o responsável pelas seções, que não quis gravar entrevista, houve também um problema com uma das urnas, mas esta foi substituída e a votação pode continuar normalmente. Uma informação importante que recebemos é que, até aproximadamente 16h, cerca de 60% dos eleitores tinha comparecido, o que pode ser considerado um número baixo e que chama atenção para as abstenções neste pleito.

Mesmo no bairro de São Pedro, onde existe grande número de eleitores, o pleito transcorreu com tranquilidade

Mesmo no bairro de São Pedro, onde existe grande número de eleitores, o pleito transcorreu com tranquilidade

Maior local de votação de São Pedro, o Centro Educacional Roger Malhardes, possui oito seções e cerca de 2.400 eleitores, e não teve problemas durante o período do pleito. “Foi tudo bem tranquilo, mas a partir das 8 horas da manhã, quando abrimos as seções, tivemos alguns problemas de organização, porque as seções antigas não foram atualizadas e não foram informadas para nós pelo TRE. Além disso, uma urna na seção 43 teve um problema e, em cerca de uma hora, o TRE trocou o equipamento, mas mesmo assim muitas pessoas resolveram ir embora por conta da espera”, explicou Tracy Severino.

Na Escola Municipal Belkys Frony Morgado, logo ao lado do CEROM, Fernando Nogueira, supervisor responsável, falou à nossa reportagem sobre o andamento do pleito, que, de acordo com ele, transcorreu normalmente: “Até o momento temos uma média de 75% de pessoas que já vieram votar e, até o momento, está tudo bem. Na parte da manhã, tivemos um probleminha com uma urna, que computou 53 votos, mas a partir desse momento ela parou de funcionar. Nós ligamos para o TRE, que nos informou o que fazer. Reiniciamos três vezes, conforme orientação, mas não funcionou, então foi necessário trocar o equipamento mesmo”.

Outro local de votação sempre bastante movimentado é o Colégio Estadual Presidente Bernardes, na Rua Fileuterpe. Na unidade, a votação também correu bem, como nos informou o eleitor Darcy Ribeiro. “Nunca vi uma eleição tão tranquila quanto esta. A seção estava bem tranquila, não tive nenhuma dificuldade para votar e só não vota quem não quer. Mesmo com um período de campanha mais curto eu não tive dificuldade de escolher meu candidato e, por mim, esse período poderia ser ainda mais curto ainda, para dar menos trabalho. Espero que melhore. Já estamos cheios de problemas com a política aqui de Teresópolis e no Brasil inteiro, e tomara que a gente tenha acertado”, disse o administrador.

Deixe seu comentário

Todos os dias nas bancas, o DIÁRIO traz pra você as mais elaboradas reportagens, reclamações da população com o Diário Comunidade, as matérias policiais, políticas, cultura, esporte, entretenimento e tudo mais para manter o teresopolitano informado. Além da melhor seção de classificados da região. O DIÁRIO tem a sua trajetória inserida na história do município de Teresópolis e trabalha com profissionais especializados e graduados, sempre em busca do melhor jornalismo. Leia O Diário de Teresópolis. Nas bancas.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...