GM anuncia fiscalização mais intensa no trânsito

Nesta segunda-feira, 31, nossa reportagem constatou que o número de pessoas que dirige sem utilizar o cinto de segurança é enorme em Teresópolis. Em média, a cada cinco, apenas uma estava seguindo pede o CTB

Nesta segunda-feira, 31, nossa reportagem constatou que o número de pessoas que dirige sem utilizar o cinto de segurança é enorme em Teresópolis. Em média, a cada cinco, apenas uma estava seguindo pede o CTB

– Agentes vão cobrar mais uso de cinto e proibição de celular ao volante

Dirigir sem o cinto de segurança ou falando ao celular são infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro e desrespeita-las pode render multas pesadas ao motorista. Além disso, dirigir nessas condições ainda pode render sérias lesões tanto para o condutor do veículo quanto para terceiros. Visando diminuir a incidência desse tipo de situação em Teresópolis, a Secretaria Municipal de Trânsito anunciou na última semana que vai intensificar a fiscalização nesse sentido.

Responsável pela pasta, Antônio Carlos da Costa Velho relata já ter presenciado colisão na Avenida Lúcio Meira porque os dois motoristas estavam mais preocupados em visualizar e responder mensagens em seus smartphones do que o trânsito, que deveria seguir normalmente no sentido Alto. “Com relação ao cinto de segurança e celular ao volante, isso é lei, não é a Guarda, não sou eu quem está criando, quem está cobrando simplesmente por cobrar. Só para citar, recentemente flagrei em frente à Secretaria de Segurança uma colisão leve, com um senhor e uma senhora utilizando o famoso WhatsApp. Falei que estavam os dois errados porque não estavam prestando atenção no trânsito e poderiam inclusive ser multados. Estamos preocupados com a população, com o risco de acidentes. Não simplesmente para sair multando tudo, é para fazer com que cumpram a lei e respeitem também os outros envolvidos no trânsito”, relata Costa Velho.

“Amigo motorista, vamos todos respeitar o direito do outro. Mais uma vez quero avisar, quero pedir, que usem cinto de segurança e não falem ao celular quando estiverem dirigindo, pois é infração grave”, lembra Costa Velho

“Amigo motorista, vamos todos respeitar o direito do outro. Mais uma vez quero avisar, quero pedir, que usem cinto de segurança e não falem ao celular quando estiverem dirigindo, pois é infração grave”, lembra Costa Velho

Nesta segunda-feira, a reportagem do jornal O DIÁRIO e DIÁRIO TV ficou cerca de 20 minutos na Avenida Feliciano Sodré, proximidades da sede do governo municipal, constatando que o número de pessoas que dirige sem utilizar o cinto de segurança é enorme. A cada cinco carros, apenas um motorista estava com o acessório obrigatório. Vale lembrar que a previsão da GM é emitir multa inclusive quando o carona estiver sem cinto. Em relação ao uso de celular ao volante, verificamos poucos casos, mas também em número que chama atenção. Vale lembrar que em locais como a Reta, onde os motoristas acabam acelerando um pouco mais, possíveis acidentes por conta do desrespeito ao CTB podem ter proporções ainda maiores.

O responsável pela Secretaria de Segurança lembra que se o motorista fizer sua parte, todos saem ganhando. “Se todo mundo andar direitinho, viveremos maravilhosamente bem. E é isso que queremos, não sair multando somente por multar. Amigo motorista, vamos todos respeitar o direito do outro. Mais uma vez quero avisar, quero pedir, que usem cinto de segurança e não falem ao celular quando estiverem dirigindo, pois é infração grave. A pessoa não pode reclamar se for multado, pois está desrespeitando regra do trânsito”, atenta.

Ainda segundo o que tem visto no cada vez mais confuso trânsito teresopolitano, Costa Velho pede ainda que tanto motorista quanto pedestre respeitem as áreas demarcadas para a travessia. “Que o pedestre atravesse na faixa. Temos muitas, mas temos visto também muita gente desrespeitando. E você motorista, quando chegar perto da faixa, diminua a velocidade. Já registramos também o pedestre querendo atravessar na faixa e o sujeito vindo disparado, acima até do que é permitido para a Reta, que é de 50km por hora”, orienta o Secretário.

Multas mais pesadas

Nesta terça-feira, 1º de novembro, entram em vigor algumas mudanças na legislação de trânsito para reforçar a direção consciente. Quem for pego dirigindo embriagado ou se recusar a fazer o teste do bafômetro, por exemplo, pagará uma multa de R$ 2.934,70. Anteriormente, a multa era de R$ 1.915. O motorista ainda terá a carteira de habilitação suspensa por 12 meses. Além disso, se comunicar pelo celular enquanto dirige passa de infração média a gravíssima. E quem estacionar indevidamente em vaga de idoso ou deficiente perderá sete pontos na carteira.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o quarto país do mundo com o maior número de mortes em acidentes de trânsito por ano. O país tenta cumprir uma meta estipulada pela ONU: uma redução em 50%, no período 2011-2020, de casos fatais em acidentes viários.

Deixe seu comentário

Jornalista, Editor do jornal O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS, Marcello Medeiros atua na imprensa teresopolitana desde 1995. Atualmente, também assina a coluna “Mochileiro”, no próprio jornal, e apresenta programa homônimo na DIÁRIO TV.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...