Motoristas são orientados sobre cuidados com ciclistas

De acordo com o instrutor Marcelino Ferreira, o treinamento visa criar uma relação de respeito entre motoristas de ônibus e ciclistas

De acordo com o instrutor Marcelino Ferreira, o treinamento visa criar uma relação de respeito entre motoristas de ônibus e ciclistas

– Viação Dedo de Deus ministra treinamento para colaboradores

Com a nova realidade do trânsito de Teresópolis produzida pela criação da ciclofaixa no canteiro central das avenidas Feliciano Sodré e Lúcio Meira, surgiram também reclamações dos ciclistas sobre a falta de respeito de alguns motoristas com sua faixa exclusiva. Para evitar problemas e maiores transtornos, a direção da Viação Dedo de Deus está trabalhando no treinamento dos seus colaboradores para facilitar a relação entre esses personagens no trânsito da cidade. O trabalho, criado sob orientação de um ciclista profissional, é ministrado através de palestras na sede da empresa.

“Realmente a Viação Dedo de Deus procura se integrar à nova realidade que está sendo implantada no trânsito da cidade a partir da introdução da ciclofaixa”, afirma Marcelino Ferreira, instrutor da empresa responsável pelo treinamento. “Entendemos que nossos motoristas têm que ser preparados para trabalhar respeitando a cidadania no trânsito, observando os direitos dos ciclistas e atuando de forma a contribuir com o bom andamento do trânsito, evitando dessa forma provocar acidentes”, completa.

Funcionários recebem broches destacando o respeito aos ciclistas e também desfilam com a fita alusiva à Campanha Outubro Rosa

Funcionários recebem broches destacando o respeito aos ciclistas e também desfilam com a fita alusiva à Campanha Outubro Rosa

Conscientização

Segundo Marcelino, inicialmente a proposta do treinamento com o tema ‘ciclistas’ causa espanto aos profissionais do volante que trabalham para a viação. “Eles começam o treinamento bastante surpresos com o tema e com a importância que é dada a essa relação entre ciclistas e ônibus. Alguns questionam a real necessidade desse trabalho. Porém, com o andamento do trabalho, eles acabam conscientizados e passam a conhecer também o significado dos gestos que são feitos pelos ciclistas como forma de sinalização”, explica.

Durante o treinamento os motoristas recebem orientações sobre a proteção que os veículos de grande porte devem oferecer aos menores, a distância de segurança de 1,5 metro entre carros e bicicletas, os riscos de ‘apertar’ os ciclistas contra calçadas e meio fios. Os condutores também são orientados sobre os cuidados com a preferência às bicicletas, o cuidado com abertura de portas e a gravidade de circular pelas ciclofaixas.

“Nossa intenção é interagir com o ciclista, proporcionar um relacionamento sadio no nosso trânsito, que passa por momentos difíceis no dia a dia, o que requer paciência de todos nós. O que queremos passar é a importância dessa relação harmônica, de cautela e paciência”, aponta. Na opinião do instrutor, o sucesso de campanhas como essa se comprova pelos índices da Viação obtidos após o treinamento dos colaboradores sobre o acesso e o transporte de cadeirantes nas linhas municipais. “Há dois anos nós não recebemos nenhuma reclamação sobre transporte de cadeirantes. É uma vitória para nós e para a cidade. Isso é o que queremos alcançar na relação com o ciclista”, garante.

Colaboradores da Viação Dedo de Deus são instruídos sobre os cuidados na relação entre veículos e bicicletas no trânsito das cidades

Colaboradores da Viação Dedo de Deus são instruídos sobre os cuidados na relação entre veículos e bicicletas no trânsito das cidades

Outubro Rosa

Colaboradores da Viação Dedo de Deus já estão utilizando em seus uniformes de trabalho fitas alusivas à Campanha Outubro Rosa. Além de divulgar através da utilização do broche, os funcionários também recebem panfletos com informações sobre a importância das consultas e exames na prevenção do câncer de mama. “É uma forma que temos de colaborar com essa campanha. Essa conscientização é passada aos nossos colaboradores que são incitados a levar a informação para suas companheiras e filhas. É uma doença silenciosa e perigosa, cujo melhor cuidado é a prevenção”, avalia o instrutor Marcelino.

 

Deixe seu comentário

André Oliveira é comunicador e fotógrafo. Tem 20 anos de experiência no setor de comunicações, com passagens por diversos segmentos como rádio, jornal, revista e TV. É repórter e apresentador do jornal O DIÁRIO e da DIÁRIO TV.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...