Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Feirinha do Alto passa por reorganização

Data: 16/05/2018

Equipe da Feirinha recebe coletes para melhor identificação no atendimento ao público e expositores - Marcelo Roza/AsCom-PMT

A Secretaria Municipal de Turismo voltou a administrar a Feirinha de Teresópolis, no bairro Alto. Até então, a administração do local que abriga as centenas de estandes de materiais diversos era feita pela Secretaria Municipal de Trabalho. Entretanto, para agregar valor ao atrativo turístico, reorganizar os expositores e manter uma proximidade com os turistas, a Feirinha voltou para a pasta mais adequada.
Segundo o secretário municipal de Turismo, Marco Aurélio de Souza Santos, o primeiro objetivo com relação à Feirinha é identificar os artesãos, saber o número de auxiliares e os expositores que estão de férias ou licença. “Estamos fazendo esse levantamento de informações para ver a real situação da Feirinha. Estamos falando de organização, de saber quem tem direito a estar usufruindo do espaço”, explicou o secretário, esclarecendo que muitos expositores procuram o Governo para cobrar melhorias na organização da Feirinha. “Muitas pessoas vieram até nós reclamando que foram injustiçadas e retiradas da Feirinha de Teresópolis. Estamos levantando todos os arquivos para saber caso por caso”, concluiu. 
Para que as mudanças e as organizações na Feirinha do Alto comecem a acontecer, o secretário de Turismo, Marco Aurélio ressalta a importância do recadastramento de todos os expositores, procedimento que já teve início. Segundo ele, só através desse recadastramento, que continua sendo feito no Protocolo Geral da Prefeitura, será possível atualizar as informações da Feirinha. “É importante que as pessoas deem entrada no Protocolo Geral porque o serviço público é continuado. Nós somos passageiros, mas as demandas precisam estar registradas para que nossos substitutos possam dar continuidade nas demandas apresentadas pelos artesãos. É importante que tudo que se diga respeito à Feirinha, ou qualquer coisa dentro da Prefeitura, passe pelo protocolo. Isso faz com que o cidadão e o expositor tenham a garantia de que tudo que foi reivindicado está devidamente registrado”.
Marco Aurélio também destacou que as informações e o recadastramento ajudarão a identificar quantos estandes há realmente na Feirinha do Alto. “Temos a informação de que são aproximadamente 600 estandes. Os cadastros são divergentes, por isso é preciso fazer esse levantamento. Encontramos cadastros que diziam 620; outros com 510. Logo, esse trabalho que está sendo feito também vai nos dar um raio-X do número real dos expositores”, disse.
O secretário de Turismo ainda destacou que o processo para reorganizar a Feirinha de Teresópolis não será do dia para a noite, mas a pasta está totalmente focada em reestruturar o atrativo. “Estamos a pouco mais de uma semana com esses documentos da Feirinha em mãos. O volume é muito grande, mas estamos trabalhando com todo o carinho e com toda responsabilidade para que todos possam ser atendidos em seus anseios”, concluiu Marco Aurélio.

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

UFRJ vai discutir com Polícia Civil sequestro de professores

História de vida de teresopolitana inspira livro editado pela ATL

Campanha alerta consumidor para "armadilhas" na hora de comprar

Inea oferece curso de educação ambiental para jovens

Taxa de inscrição no Enem deve ser paga até quarta-feira

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ