“O eleitor só quer o poder público mais presente nas comunidades”

“A população não queria muito não, na verdade, eu percebi em nossas muitas andanças pelos bairros, que tudo o que o teresopolitano queria nesse período era a presença dos políticos de mandato. Nossa população se sentiu abandonada nos últimos anos, principalmente pelos vereadores”, diz Jaime

“A população não queria muito não, na verdade, eu percebi em nossas muitas andanças pelos bairros, que tudo o que o teresopolitano queria nesse período era a presença dos políticos de mandato. Nossa população se sentiu abandonada nos últimos anos, principalmente pelos vereadores”, diz Jaime

– Eleito, militar reformado enaltece renovação da Câmara e projetos desenvolvidos no Meio Ambiente

A grande renovação promovida no Legislativo teresopolitano no último domingo deixou uma mensagem clara para a classe política da cidade: é preciso mudar a conduta dos vereadores. Essa constatação também foi feita pelo candidato do PTB, Tenente Jaime, eleito com a expressiva marca de 1288 votos e entrevistado desta terça-feira, 04, no programa Diário da Manhã, Diário TV Canal 4 RCA. O bombeiro militar reformado enalteceu o trabalho nas comunidades durante a campanha e pregou uma mudança na postura dos edis daqui para frente, segundo Jaime, uma boa sintonia com o Poder Executivo será imprescindível para que a recuperação plena da cidade seja promovida no ano que vem. Segundo o vereador eleito, tudo o que o povo estava querendo era o poder público mais próximo da comunidade.

“Acho que toda essa renovação que estamos vendo aqui hoje é resultado da escolha do político que lá estava até agora de não ouvir os reais anseios da população. A população não queria muito não, na verdade, eu percebi em nossas muitas andanças pelos bairros, que tudo o que o teresopolitano queria nesse período era a presença dos políticos de mandato. Nossa população se sentiu abandonada nos últimos anos, principalmente pelos vereadores. Ouvi muita gente reclamando e cobrando postura depois da eleição e fiz questão de dizer que eles estavam cobertos de razão. Acho que o fato de vereadores de carreira terem sido derrotados nas urnas mostra claramente que a população não estava nem um pouco satisfeita”, lembrou o militar.

Com grande atuação no resgate e no atendimento as vítimas de 2011, em diversos bairros, Tenente Jaime tem passagens, além do Corpo de Bombeiros, onde atuou por mais de trinta anos, também pela Defesa Civil, onde foi autor do projeto da Defesa Civil Itinerante. “Tenho muito orgulho dessa mudança que instituímos na secretaria porque vai exatamente de encontro a isso que estou dizendo, de levar até a população nosso operacional e receber como resposta, não só as demandas, mas as possíveis soluções, e garanto pela minha experiência que muitas soluções positivas e eficazes vem da comunidade, mas o poder público precisa estar atento a esse chamado, e sobretudo, estar nas comunidades para ser ouvido e ouvir muito”, disse Jaime.

Assim como os outros três eleitos já ouvidos por nossa reportagem depois do pleito de domingo, Jaime também considerou a Saúde do município como o principal anseio apresentado nas ruas durante a campanha. Segundo ele, além de priorizar as ações de recuperação na área, a prefeitura e a Câmara precisarão concentrar esforços para tentar reverter o processo caótico instaurado no município. “É uma necessidade absolutamente urgente a mudança na oferta de atendimento em saúde na cidade. Por onde estivemos nessa campanha ouvimos a nossa população clamar por mudanças e justiça no atendimento. Sei que o vereador não pode fazer muita coisa, mas o pouco que pudermos fazer já será suficiente para contribuir para revertermos esse quadro. Eu tenho certeza absoluta que essa nova Câmara vai trabalhar muito, é o perfil da grande maioria dos eleitos estar nas comunidades diretamente e tenho certeza que será muito mais efetiva nesta resposta popular”, lembra o vereador eleito.

Questionado sobre a atuação do vereador e como a nova Casa Legislativa deverá se portar no próximo mandato, Jaime foi categórico em afirmar que a relação com o poder Executivo deverá ser harmoniosa e de respeito mútuo, mas sem perder a capacidade fiscalizadora que faz parte da atuação de um vereador. “A palavra vereador vem da expressão verear, que quer dizer fiscalizar, não acho que poderemos abrir mão deste importante princípio de atuação, na verdade precisa ser uma prioridade de atuação dos nossos mandatos. Olhar o orçamento com responsabilidade, entender como está sendo aplicado o dinheiro público, tudo isso vai nos dar ferramentas para cobrarmos uma boa gestão por parte do Executivo. A relação com a prefeitura tem que ser harmoniosa, e tenho certeza que será, mas não podemos abrir mão de fiscalizar sempre. Quanto aos projetos de interesse do Executivo acho que devemos inverter essa nomenclatura, na verdade, o interesse terá que ser sempre o da população, e esse sim nós podemos defender sempre e com o coração limpo de estarmos fazendo nosso papel constitucional e nosso dever conferido na urna”, enaltece.

Para finalizar a entrevista, Tenente Jaime falou de sua relação com as comunidades que estão de alguma forma em risco nesse momento. O vereador eleito enalteceu que são muitas as famílias em situação de fragilidade e o poder público precisa voltar o seu olhar para esses locais, às vezes muito distantes do alcance desse olhar. “Somos hoje em nosso município, quase cinquenta mil pessoas vivendo em áreas de risco. Falo que “somos”, porque efetivamente esse é um problema de todos nós. Não basta achar que estamos livres por estarmos em locais seguros, ou teoricamente seguros. Isso é muito sério, e a segurança habitacional precisa ser vista com muita urgência. Tive alguns projetos nesta área quando estive na secretaria e tenho certeza que vamos poder colocar muitos deles em prática com o mandato”, finaliza o político, que assume em janeiro de 2017 seu primeiro cargo público legislativo.

 

Deixe seu comentário

Anderson Duarte é formado em Comunicação Social com mestrado na área de Tecnologia e Informação e especialização em Telecinejornalismo, atua na imprensa desde a década de 90, ainda no Rádio. Passou por veículos como Jornais, Mídias Governamentais e Televisão, também atuou na área da Assessoria Política, editoria que hoje se dedica enquanto articulista. Âncora do telejornal Jornal Diário, comanda desde a sua formação em 2008, o jornalismo da emissora Diário TV, fruto do tradicional O DIÁRIO de Teresópolis, onde também coordena juntamente com Marcello Medeiros o departamento jornalístico.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...