Parque Estadual dos Três Picos forma turma de 27 condutores

Os 27 novos condutores foram capacitados e agora estão certificados para as atividades junto aos turistas e visitantes do Parque Estadual dos Três Picos

Os 27 novos condutores foram capacitados e agora estão certificados para as atividades junto aos turistas e visitantes do Parque Estadual dos Três Picos

– Grupo passou por formação especial e foi capacitado para auxiliar turistas na atração

Nesta terça-feira, 27 pessoas de Teresópolis receberam o credenciamento definitivo para trabalhar como condutores de turistas e visitantes do Parque Estadual dos Três Picos. A cerimônia de entrega contou com a surpreendente presença do secretário de Meio Ambiente do Estado do Rio, André Correa, que falou ao grupo sobre a importância do papel de cada um no processo de crescimento e de preservação da reserva. A entrega dos certificados aconteceu no salão do Hotel Belair, no bairro do Soberbo.

O curso foi aplicado em Teresópolis por iniciativa da Secretaria de Estado do Ambiente e atendeu exclusivamente a moradores dos bairros localizados no entorno da reserva. O objetivo foi fomentar a vocação da cidade para o turismo. As outras cidades que ficam na região do parque também deverão ser atendidas na sequência do projeto. A formação foi aplicada no campus da Uerj, sempre nos finais de semana, totalizando desde o início de maio um total de 130 horas de conteúdo.

O secretário de Estado de Meio Ambiente André Correa foi quem abriu a cerimônia falando aos formandos. O gestor da pasta destacou o trabalho dos condutores, especialmente do papel estratégico de cada um. Correa também falou sobre algumas ações de sua secretaria, especialmente no combate ao desmatamento no Estado do Rio, apostando no monitoramento por satélite e no combate às queimadas.

“Eu tenho isso como uma questão estratégica, porque só preserva quem conhece. Hoje estamos cumprindo uma missão fundamental, agregando preservação ambiental com geração de renda e trabalho”, declarou o secretário. “Hoje 27 moradores de Teresópolis foram capacitados no curso de carga horária extensa. Eles conheceram a história do Parque, manejo ambiental, combate a incêndios, uma série de questões. Teresópolis tem toda uma vocação para o turismo ecológico e estamos trabalhando  de mãos dadas com o Parnaso e também nos aproximando do Parque Municipal Montanhas de Teresópolis. Fico feliz com esse ganho e especialmente com o investimento que está sendo feito no Centro de Visitantes que já começou a ser construído no Vale da Revolta”, completou.

Judas Tadeu, líder comunitário do Vale da Revolta, diz que vai usar a formação obtida para incentivar os moradores do bairro para participar das atividades

Judas Tadeu, líder comunitário do Vale da Revolta, diz que vai usar a formação obtida para incentivar os moradores do bairro para participar das atividades

Entrega de certificados

Depois da composição da mesa e dos tradicionais discursos, os participantes receberam os certificados. Um deles foi Maicon Rocha, que buscou a formação oferecida pelo Parque como complemento para sua atividade de guia de montanha. “O curso foi muito importante para todos nós, abordou questões ambientais e de impacto. Desde que entrei no CET (Centro Excursionista de Teresópolis) eu vinha buscando uma especialização como guia de montanha e condutor de visitantes. O Parque agora deu essa oportunidade pra gente”, comemora.

Outro formando que celebrou a certificação foi Judas Tadeu, que é presidente da Associação de Moradores do Vale da Revolta. “Antes do curso, a vinda dessa unidade para Teresópolis é um ganho social e econômico, além de quebrar o estigma de uma comunidade, vista como violenta, repleta de pessoas ignorantes e analfabetas. Estamos ganhando alguma coisa depois de muitos anos”, desabafa. Segundo Tadeu, a vinda do Centro de Visitantes para a cidade, cujas obras foram iniciadas recentemente, brilha o esforço feito em torno da cidade. “A sede veio com muita luta, não foi de mão beijada. Uma conquista que brigamos desde 2010, convencemos o Banco Mundial a investir aqui. Muitos não queriam que fosse no bairro”, garante o líder, que anuncia para os próximos meses a construção de uma escola e de uma creche na comunidade, fruto do trabalho da população. “Esse certificado não é meu, mas da comunidade. Ele é de quem vai trabalhar. Vou convocar os mateiros e trilheiros, os agricultores que perderam seu ganho. Tenho muita gente pra conduzir e esse diploma vai ajudar a gerar renda para um monte de gente”, garante.

Diretor do Parque Estadual dos Três Picos, Ricardo Raposo aposta na resposta dos empresários do setor de turismo para os novos condutores. “Foi um momento de grande felicidade formar esses 27 condutores depois de mais de cinco meses de curso. Essas pessoas agora estão capacitadas para além de guiar no nosso Parque e também em outros equipamentos turísticos. Eles receberam formação em primeiros socorros, natureza, história do turismo, história natural, animais peçonhentos. Isso é muito importante para nossa cidade. Nós tivemos empresários do turismo que já abraçaram a causa e aproveito para convidar a todos para essa acolhida. Eles vão ser elementos de transformação no setor através do turismo de aventura, nos parques e nas nossas cinco cidades. A presença na montanha e na mata de pessoas que estão fazendo Turismo com consciência ambiental inibe o caçador, o trilheiro, o palmiteiro, o extrator e a balburdia nos campings. O Parque é o produto deles”, finaliza.

 

Deixe seu comentário

André Oliveira é comunicador e fotógrafo. Tem 20 anos de experiência no setor de comunicações, com passagens por diversos segmentos como rádio, jornal, revista e TV. É repórter e apresentador do jornal O DIÁRIO e da DIÁRIO TV.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...