Pedágio na Rio-Teresópolis passará para R$ 17,10

“A alteração foi calculada a partir da combinação de três itens previstos em contrato: reajuste, revisão e arredondamento”, alega ANTT

“A alteração foi calculada a partir da combinação de três itens previstos em contrato: reajuste, revisão e arredondamento”, alega ANTT

– Autorizado pela ANTT, novo valor começa a ser aplicado nesta segunda

Quem precisar viajar para o Rio de Janeiro ou qualquer outro município depois de Magé, por exemplo, terá que desembolsar um pouco a mais se fizer esse trajeto pela estrada Rio-Teresópolis. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou grande reajuste na Tarifa Básica de Pedágio do contrato de concessão da BR-116, no trecho Além Paraíba x Teresópolis, entroncamento com a BR-040 e acessos, explorado pela Concessionária Rio-Teresópolis (CRT).

A tarifa reajustada, para a categoria 1 na praça de pedágio principal (Engenheiro Pierre Berman/km 133,5), passa de R$ 12,20 para R$ 17,10. Já nas praças auxiliares (Santa Guilhermina/km 122 e Santo Aleixo/km 114), também para a categoria 1, passa de R$ 8,50 para R$ 12,00. “O objetivo da revisão tarifária consiste em atender à Lei nº 13.103/2015 e recompor variação do IPCA no período compreendido entre a última revisão aprovada (setembro de 2012) e a presente revisão. A alteração foi calculada a partir da combinação de três itens previstos em contrato: reajuste, revisão e arredondamento”, informa a ANTT.

Com 142,5 quilômetros de extensão, a BR-116/RJ foi concedida para iniciativa privada com o objetivo de exploração da infraestrutura. O início da concessão ocorreu em 22 de março de 1996, pelo período de 25 anos. A licitação fez parte da 1ª etapa do programa de concessões rodoviárias.

 

Interdições na pista

Até o próximo dia 16 serão feitas interdições do acostamento entre os quilômetros 12 e 112,5 da BR-116/RJ para permitir a realização do serviço de instalação de drenos profundos em encostas. “A CRT esclarece que os usuários provenientes do Rio de Janeiro que tiverem Teresópolis como destino não passarão pelo local da intervenção. Os locais estarão devidamente sinalizados”, informa a empresa. Outras informações podem ser obtidas pelos números 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala), que funcionam em plantão 24h.

 

Em Petrópolis, Concer pode sair

Em voto apresentado nesta quarta-feira, 30, no plenário do TCU, o ministro Walton Alencar – relator do processo que trata da renovação antecipada de contrato da concessionária que atua na estrada Rio-Petrópolis – aponta uma série de irregularidades cometidas pelo Ministério dos Transportes e pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e defendeu a extinção do contrato da Concer. Para o ministro, a prorrogação do contrato configura fraude. Ele sugeriu multas a diretores da agência reguladora.

O deputado federal Hugo Leal (PSB-RJ) acompanhou o julgamento e festejou a decisão do ministro. “Já defendi essa tese da caducidade junto ao Ministério dos Transportes. Está claro que a Concer deixou de cumprir o contrato de concessão e que a ANTT fez vista grossa para as irregularidades”, disse Hugo. Na sessão desta quarta, o ministro Benjamin Weisman acompanhou o voto do relator, mas o julgamento foi suspenso após pedido de vista do ministro Augusto Nardes.

O contrato da Concer, que detém a exploração da concessão da BR-040 do trecho Juiz de Fora (MG) – Petrópolis (RJ) pelo prazo de 25 anos, tem previsão de acabar em 2021. A construção da Nova Subida da Serra, entre os municípios de Duque de Caxias e Petrópolis, constava do Programa de Exploração Rodoviária (PER) como obrigação da concessionária. Não havia, porém, projeto ou orçamento para a obra, apenas dotação estimada em R$ 80 milhões a preços de 1995. Mesmo assim, em 2011, a ANTT aprovou o projeto da obra. Depois de quase um ano, a Concer assinou um termo aditivo com a agência, no valor total de R$ 1,325 bilhão, a ser pago com recursos públicos ou por meio da prorrogação do contrato pelo prazo de 17 anos e meio.

 

Deixe seu comentário

Todos os dias nas bancas, o DIÁRIO traz pra você as mais elaboradas reportagens, reclamações da população com o Diário Comunidade, as matérias policiais, políticas, cultura, esporte, entretenimento e tudo mais para manter o teresopolitano informado. Além da melhor seção de classificados da região. O DIÁRIO tem a sua trajetória inserida na história do município de Teresópolis e trabalha com profissionais especializados e graduados, sempre em busca do melhor jornalismo. Leia O Diário de Teresópolis. Nas bancas.

Uma Resposta para “Pedágio na Rio-Teresópolis passará para R$ 17,10”

  1. Paulo Carneiro disse:

    Não é os R$4,90 de aumento e sim quase 50%. Um roubo

Trackbacks/Pingbacks


Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...