Tag Arquivo | "canto"

Dia da Voz é comemorado no mundo inteiro no dia 16 de abril

“É importante termos um dia para pensarmos sobre esta função tão importante que Deus nos deu, de comunicação”, diz a fonoaudióloga Thaís Braga

“É importante termos um dia para pensarmos sobre esta função tão importante que Deus nos deu, de comunicação”, diz a fonoaudióloga Thaís Braga

– Data serve para se lembrar dos cuidados que devemos ter com a forma mais importante da comunicação

 

No dia 16 de Abril é comemorado o dia Mundial da Voz. A data é unanimemente reconhecida pelos profissionais e é consenso de que a população em geral está muito mais alerta às alterações da voz, e que tem permitido o diagnóstico precoce de novas doenças e o objetivo é mesmo de dar visibilidade à voz. Ela, que é a principal ferramenta da comunicação,  muitas vezes, é maltratada e – quando usada incorretamente – maltrata os nossos ouvidos, sendo que muita gente vive da sua voz. Desde os óbvios comunicadores do rádio, apresentadores e repórteres da televisão ou mesmo os locutores do comércio, aeroporto, até os professores, advogados, políticos, entre muitos outros que se servem da voz diariamente como o seu equipamento principal e em um dia como hoje, muitos alertas surgem, como forma das pessoas terem conscientização para cuidar bem da voz, com dicas e exames, além da procura saudável de profissionais como os fonoaudiólogos e os diversos cursos que ajudam o profissional tirar o melhor da sua voz.

A fonoaudióloga atende a diversas idades e a profissionais que vivem de suas vozes

A fonoaudióloga atende a diversas idades e a profissionais que vivem de suas vozes

O Dia Mundial da Voz é mais uma data comemorativa como tantas outras, mas ela vem para chamar a atenção para a prevenção, enquanto hoje se multiplicam as agressões que podem comprometer a voz. “É importante termos um dia para pensarmos sobre esta função tão importante que Deus nos deu, de comunicação”, explica a fonoaudióloga Thaís Braga, especialista na função e que atende a diversos profissionais que se utilizam da voz. “É como o jogador de futebol que tem que cuidar da sua saúde muscular. Nós que trabalhamos com a voz temos que ter o mesmo cuidado para que nós tenhamos sempre a capacidade de nos comunicarmos com efetividade e possamos transmitir os nossos recados da maneira mais adequada possível”, afirma a profissional.

 

O cantor Maurício Gielman é o representante de Teresópolis no The Voice On Line. “A voz é a minha vida!”

O cantor Maurício Gielman é o representante de Teresópolis no The Voice On Line. “A voz é a minha vida!”

Quanto às dicas para aqueles que querem passar a viver deste instrumento, a fonoaudióloga afirma que são muito simples. “As pessoas que se interessarem em usar a voz de maneira profissional, primeiro elas tem que conhecer como é o funcionamento da sua voz, para que ela possa saber quais são as suas limitações, as suas capacidades e, por isso a pessoa que queira começar a cantar, por exemplo, o ideal é procurar uma aula de canto e – principalmente – não extrapolar a sua voz, evitar gritar, enfim, ter carinho com ela e obviamente procurar um fonoaudiólogo para que desempenhe as suas funções, aprender a respiração, enfim, saber se ela está preparada para exercer esta função”, ensina Thaís, que recomenda aos locutores, políticos, advogados, que busquem na fonoaudiologia uma forma mais eficaz de comunicação. Thaís Braga atende na Av. Lucio Meira, 260/303.

O cantor e o seu instrumento

Em uma banda, o único músico que não carrega um instrumento palpável é o cantor. O seu instrumento, na verdade é a voz. Maurício Gielman é um cantor de Teresópolis que já passou por bandas que deixaram muita saudade como a Cálice e hoje integra a Sabbotage e ainda tem uma bela carreira solo. Ele foi convidado para integrar o The Voice On Line, uma espécie de The Voice que acontece na internet e que poderá ser classificatória para o programa da TV que leva o mesmo nome. Tudo a ver com Maurício, que é “todo voz”: “Pra mim o Dia da Voz é pra mim porque ela é tudo na minha vida. Eu dependo única e exclusivamente da minha voz. Ela é o meu emprego… Portanto eu tenho muito carinho com ela”, afirma a fera que tem também o seu jeito de cuidar da voz para ela não falhar na hora H. “Boa alimentação, boas noites de sono e – principalmente – cantar as músicas dentro do tom”, afirma a fera que está concorrendo no The Voice On Line. “O The Voice foi uma surpresa porque foi um post de um amigo na minha página que me filmou cantando e um diretor do The Voice viu e me convidou para concorrer na versão on line e estamos na batalha lá. Vamos ver no que vai dar, né?”, completa com humildade o cantor que já fez a trilha sonora de muitos namoros e muito teresopolitano dançar nas noites da cidade. Que o Dia Mundial da Voz sirva para as pessoas se conscientizarem de cuidar da sua ferramenta número 1 da comunicação.

 

Postado em Capa, Cidade, CulturaComentário (0)

Alunas do curso de fotografia realizam ensaio ao ar livre

Este foi o quarto ensaio ao ar livre realizado pelos alunos do curso de fotografia

– Modalidade é uma das 20 opções oferecidas gratuitamente pela Secretaria de Cultura

Alunas de uma das turmas do curso gratuito de fotografia oferecido pela Secretaria de Cultura de Teresópolis saíram na tarde desta quarta-feira, 8 de maio, para uma espécie de laboratório ao ar livre. As meninas, com idade entre 11 e 15 anos, foram acompanhadas pela professora Nicole Algranti – titular do curso – e visitaram cenários históricos e naturais, como o Mirante da Granja Guarani, o Soberbo, e o ponto de parada localizado no início da serra Teresópolis-Rio, conhecido como ‘Santa’. E em cada local, realizaram diversos registros fotográficos, que agora serão analisados pelo grupo.

Após as saídas, a turma faz um estudo das fotos, escolhendo as melhores que, por sua vez, são publicadas no blog ‘Fotografando Teresópolis’

Quarto ensaio

Este foi o quarto ensaio ao ar livre realizado pelos alunos do curso de fotografia, que conta atualmente com duas turmas: uma de 11 a 15 anos e uma de adultos. Segundo a professora Nicole, a proposta do curso é formar pessoas com um olhar mais aprofundado, especial; fortalecer o lado técnico da fotografia e possibilitar a descoberta de novos talentos. “Nos primeiros dois meses, eles aprendem a teoria da fotografia e noções de diafragma, velocidade de obturador, sensibilidade… Depois disso, é iniciada a parte prática do curso para que os alunos apliquem na prática o que aprenderam na teoria. É preciso que eles exercitem e este trabalho tem dado muito certo”, diz Nicole.
De acordo com a instrutora, as visitas externas permitem que os alunos ganhem mais confiança em seu próprio trabalho, na relação com o universo exterior e também mais segurança com relação ao equipamento. A maioria, inclusive, já está investindo em equipamentos profissionais. Contudo, ela destaca: “Não é o equipamento que faz o fotógrafo. E não é preciso que ninguém gaste muito dinheiro para participar do curso. É preciso ter uma câmera sim, claro. Mas, pode ser simples”.

A maioria dos alunos já está até investindo em equipamentos profissionais

Estudo das fotos

Após as saídas, a turma faz um estudo das fotos, escolhendo as melhores que, por sua vez, são publicadas no blog ‘Fotografando Teresópolis’ (http://fototere.blogspot.com.br/), criado pelos próprios alunos para divulgar o trabalho. Além disso, as fotos são analisadas em sala de aula.
As alunas adolescentes gostaram da experiência. “Estou adorando. Eu já gostava de fotografia e quando soube que seria realizado o curso, não perdi tempo. Fiz minha inscrição e acho que já evoluí bastante”, comentou Clarisse Medeiros, de 14 anos. “A gente aprende muita coisa. Hoje percebo claramente a diferença entre o antes e o depois. Eu fotografava de um jeito simples e hoje já consigo aplicar várias técnicas. É muito legal”, destacou Tábbata Prudente, de 15 anos.
Em breve, uma nova turma do curso de fotografia será aberta. As aulas serão realizadas às quartas-feiras, pela manhã, e ministradas pela professora Nicole Algranti. As inscrições podem ser feitas no Centro Cultural Bernardo Monteverde (Avenida Oliveira Botelho, 210 – sobreloja – Alto), de segunda a sexta, das 9h às 18h.
Nicole Algranti é fotógrafa profissional há mais de 20 anos. Atuou como fotojornalista nos estados do Rio de Janeiro e Acre. Ao longo da carreira, trabalhou no Jornal do Brasil, fotografou índios amazonenses e foi a única fotógrafa contratada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) para atuar na ECO 92 e, 20 anos depois, na Rio + 20.

A Secretaria de Cultura tem vaga para o Coral Municipal

Vagas também para Coral e Canto

Além da turma de fotografia, estão abertas também inscrições para os cursos de canto e para a formação dos corais infanto-juvenil e adulto. As aulas e/ou ensaios são realizados às terças e quintas (coral) e quartas e quintas (canto), sob o comando do professor Douglas Clemente. As inscrições também devem ser feitas no Centro Cultural Bernardo Monteverde. Mais informações pelo telefone (21) 3642-1061.
A Secretaria de Cultura de Teresópolis oferece 20 cursos gratuitamente à população: violão, teclado, piano, flauta, cavaquinho, canto, coral (adulto e infantil), teoria musical, balé, jazz, dança de salão, teatro (infantil, adolescente e adulto), fotografia, cinema, desenho e pintura, artesanato, modelagem com argila, capoeira, caratê e dança de rua. As aulas são realizadas na Casa de Cultura e no Centro Cultural Bernardo Monteverde.

 

Postado em CulturaComentário (1)


Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...