Tag Arquivo | "Dunga"

Seleção se despede de Teresópolis rumo à Copa América

O astral da Seleção Brasileira era ótimo na Granja

O sol até apareceu no final e o alto astral da Seleção Brasileira também chamava a atenção  na Granja

– Escrete Canarinho enfrentou perguntas sobre a crise, contusões e o frio para chegar bem no Chile

A Seleção Brasileira deixa Teresópolis, depois de seis dias de preparação para a Copa América, para a primeira competição importante do Técnico Dunga. Os jogadores foram blindados pela comissão técnica nesta semana de muito trabalho e foram instruídos a não entrarem nas polêmicas sobre a crise da Fifa envolvendo a CBF, tampouco tiveram o público se manifestando na grade, como é o costume na Granja Comary. Apenas trabalho duro e puxado, orientados pelo “professor” e a sua comissão técnica, com destaque para o preparador físico Fábio Mahseredjian e o preparador de goleiros Cláudio Taffarel, que “tirou o coro” de Jefferson e seus colegas de luvas. As contusões também marcaram presença em jogadores em final de temporada que sofreram com os músculos e ligamentos, como o volante Luiz Gustavo, cortado ainda na Granja e os jogadores Diego Alves (Valência) e Marcelo (Real Madrid), que nem vieram para Teresópolis ou mesmo o meia Elias e o atacante Robinho, que sentiram incômodos musculares no CT da Seleção, que esteve lotada de jornalistas dos maiores veículos de comunicação do Brasil e até do exterior em uma grande festa do futebol em Teresópolis.

Professor Carlos Coelho e a sua família estavam tristes. “Infelizmente não pudemos ter proximidade com a Seleção”.

Professor Carlos Coelho e a sua família estavam tristes. “Infelizmente não pudemos ter proximidade com a Seleção”.

A grande quantidade de repórteres no Centro de Imprensa montado no CT da Seleção Brasileira dá o tom de que a “Amarelinha” ainda tem uma moral e vende muito e a organização da Assessoria de Imprensa também chamou a atenção com boa estrutura e atendimento, que incluíram até o envio de torpedos SMS aos jornalistas cadastrados com a programação do dia seguinte. Se a imprensa estava com “moral”, os torcedores não tiveram vez na Granja nesta primeira concentração de Dunga e seus comandados. O professor Carlos Coelho, que veio da cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais para tentar ver a Seleção com a sua família, ficou parado na primeira barreira, ao lado do Clube Comary. “Infelizmente a gente veio na expectativa de ver os jogadores e, de repente, ter um contato mais próximo, mas vai ficar para uma outra oportunidade”, explicou o torcedor que estava com as filhas e sobrinhos na Granja, sem poder ultrapassar a grade estabelecida pelo sistema de segurança da CBF. O professor considerou um problema para a Seleção o isolamento dos seus fãs. “Essa questão da proximidade é problemática, né? Afinal a Seleção já quase não se apresenta aqui no Brasil. Parece uma seleção mais internacional. Os jogadores são quase todos de fora. Tem atletas que a gente nem conhece e se, toda vez que eles vierem aqui, se afastarem da torcida, vai ficar difícil. É claro que não cabe todo mundo, mas algum critério eles poderiam ter”, completa o torcedor que não foi incluído no grupo de torcedores que, no final, puderam entrar no CT e acompanhar o encerramento da última atividade dos craques em terras teresopolitanas.

O muro de metal “blinda” a Seleção e a torcida se vira como pode no condomínio da Comary

O muro de metal “blinda” a Seleção e a torcida se vira como pode no condomínio da Comary

 Contusões preocupam

Como se não bastassem os problemas que já tiraram o sono do técnico Dunga com Diego Alves, Marcelo e posteriormente o Luiz Gustavo, com a contusão no joelho e corte, o atacante Robinho não pode participar da atividade com bola no final da preparação na Granja Comary e virou dúvida para a Copa América. Da mesma forma o atacante Diego Tardelli, que sofreu uma contusão no ombro, durante o treino tático de despedida na sexta-feira e preocupa o médico Rodrigo Lasmar. A “bruxa estava solta na Granja”, comentava o jornalista Carlos Gil, da Rede Globo de Televisão que ainda chamou a atenção para a perda de posição do ex-capitão Thiago Silva, que passou a ser “banco” no time do Dunga, ao perder espaço para o laureado Miranda, do Atlético de Madrid. Os dois amistosos que precedem o torneio, contra o México dia 7 em São Paulo e 10 contra Honduras em Porto Alegre, aí sim, com Neymar no grupo, irão definir permanências, cortes e ganhos de posição para o time titular da Copa América. Pelo treino de sexta, se fosse hoje a estreia do time de Dunga, ele certamente seria escalado com Jefferson, Danilo, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Fernandinho, Elias, Willian e Neymar; Diego Tardelli.

A imprensa marcou presença na semana de treinamentos em Teresópolis com todos os maiores veículos do Brasil e até do exterior

A imprensa marcou presença na semana de treinamentos em Teresópolis com todos os maiores veículos do Brasil e até do exterior

 Jogadores lembram da dificuldade da Copa América

Os jogadores da Seleção destacaram a disputa do torneio no continente como um dos mais disputados do mundo. O ex-capitão Thiago Silva, mostrou preocupação na entrevista coletiva, com a “guerra” que será o torneio no Chile. “Esse campeonato é muito diferente de todos os outros, até nós estávamos conversando entre a gente na concentração com os jogadores que já disputaram competições sul-americanas como Libertadores e Copa América e a grande maioria aqui já teve a oportunidade de jogar e sabe mais ou menos como se comportar com relação à arbitragem porque a única seleção que vai falar português é o Brasil e quem tem o futebol mais limpo é o Brasil, então eu acho que a gente sai um pouco atrás das outras seleções, mas estamos preparados para estas circunstâncias”, completa Thiago que é um dos mais experientes do grupo que vai atrás do título da Copa América para superar a crise que começou há um ano na Copa do Mundo realizada no Brasil e o inesquecível 7 x 1 contra a Alemanha.

 

Postado em Banner principal, Capa, EsportesComentário (0)

Uma Seleção sem torcida

Os jogadores da Seleção estão buscando entrosamento para defender as cores do Brasil na Copa América com a nova “Era Dunga”

Os jogadores da Seleção estão buscando entrosamento para defender as cores do Brasil na Copa América com a nova “Era Dunga”

– Seleção treina para a Copa América e conta com diversas barreiras para evitar contato com o público

 

A Seleção Brasileira na nova “Era Dunga” tem diversas características que vão de encontro com o que a imprensa classificou de “bagunça” na Copa do Mundo, quando os jogadores eram assediados por apresentadores de televisão e populares e muitas “selfie” coalharam as redes sociais, sobretudo com a dupla Neymar e David Luiz, campeões das fotografias daquele grupo comandado pelo Felipão. Hoje a Granja Comary está bem diferente sob a liderança do outro gaúcho, agora de origem colorada. Carlos Verri, o Dunga leva no estilo mais durão a Seleção Brasileira e a blindagem da sua primeira preparação para uma competição internacional, a Copa América do Chile, chama a atenção pelas barreiras contra o assédio da torcida. Mas talvez nem fosse o caso, afinal, depois do “massacre” de 7 x 1 imposto pela Alemanha na Copa do Mundo aqui no Brasil, afaste naturalmente as pessoas e o trabalho de reconquistar a torcida ainda está em curso. Contudo, a paz reina na Granja Comary. Apenas os seguranças da primeira “barreira” ao lado do clube Comary, temem alguma manifestação do povo na próxima sexta-feira (5), com achegada do turista para o feriado prolongado.

– A segurança “barra” até os moradores do Condomínio Comary a partir da ponte com grades

 A segurança “barra” até os moradores do Condomínio Comary a partir da ponte com grades

A Seleção Brasileira se prepara para dar “a volta por cima” na sua trajetória depois de um resultado negativo na Copa do Mundo realizada no país no ano passado. A escolha do técnico Dunga deu o tom e hoje o grupo vem sendo renovado e se mostra “blindado” contra a crise que abate a CBF, com a prisão de José Maria Marín, vice-presidente da entidade e os “respingos” da renúncia de Joseph Blatter, presidente recém reeleito da FIFA. Tudo isso passa longe da Seleção. O oba-oba de outrora também, afinal, ultrapassar a barreira com grades e seguranças para chegar perto do time é impossível. Mas muita gente acha que o povo sumiu mesmo por causa do 7 x 1. O jornalista Eric Faria, da Rede Globo de Televisão, que acompanha o escrete no dia-a-dia, acha que o golpe foi duro demais: “Acho que no ano passado era Copa do Mundo, tem um peso maior e as pessoas estavam de férias escolares, era normal que aqui estivesse mais cheio mesmo, mas o resultado também foi decepcionante. Ninguém esperava o que aconteceu. Então isso também tem reflexo no dia de hoje e a Seleção tem a tarefa de reconquistar as pessoas”, completa o repórter que faz as intervenções ao vivo do programa Globo Esporte nas entrevistas coletivas da Seleção Brasileira. Seleção que também “blindou” o lado oposto ao Lago Comary, com muro de alumínio por toda a extensão do CT, encobrindo a visão das casas que não possuem segundo andar.

Os populares não podem passar pelos dois seguranças que ficam ao lado do Clube Comary: “Blindagem”

Os populares não podem passar pelos dois seguranças que ficam ao lado do Clube Comary: “Blindagem”

Treino com bola

Os jogadores voltaram a trabalhar duro na manhã desta quarta-feira e a  primeira atividade foi na academia do C T, com um treinamento funcional, na parte física, sob a assistência dos preparadores Fábio Masheredjian e Ânderson Paixão. Logo depois, às+ 10h30, os jogadores calçaram as chuteiras e foram à luta em um treinamento técnico tático comandado pelo técnico Dunga e seus auxiliares. Os goleiros chegaram primeiro ao gramado principal e fizeram as suas tarefas  separadamente, como de costume, orientados pelo preparador, Cláudio Taffarel. Enquanto isso, seu colega de três Copas do Mundo, Dunga, “tirava o coro” dos garotos no campo com movimentações típicas de meias e atacantes em início de treinamento. Posteriormente, os três goleiros participaram deste trabalho com arremates de cabeça e chutes e o destaque foi mesmo o comandante Dunga que caprichava nos passes e cruzamentos para os jogadores concluírem em gol, mostrando a mesma forma do tempo de capitão da Seleção. Enquanto isso, na outra parte do campo os volantes, laterais e zagueiros trabalhavam toque de bola, posicionamento, cobertura de laterais e movimentação da linha de defesa com o auxiliar técnico Andrey Lopes. Todas as atividades supervisionadas pelo preparador físico preparador físico Fabio Mahseredjian e apesar da intensidade dos treinamentos programados para a parte da manhã de quarta-feira, as atividades foram curtas, com pouco mais de meia hora de bola rolando, que não contaram com o meia Elias. O atleta do Corinthians sentiu um incômodo e o médico Rodrigo Lasmar, junto do preparador físico Fábio Masheredjian, resolveram deixa-lo na academia fazendo um trabalho específico.

“Fui convocado, infelizmente, por causa da contusão de um colega, mas estou focado e vou dar o meu melhor”, diz Fred.

“Fui convocado, infelizmente, por causa da contusão de um colega, mas estou focado e vou dar o meu melhor”, diz Fred.

Fred é convocado

O comandante Dunga e sua comissão técnica demonstram vontade em “renovar a frota” nesta primeira competição internacional importante que disputa a frente da Seleção Brasileira. Com o corte do volante Luiz Gustavo, o gaúcho chamou o  meia Fred, 22 anos, que atua na Ucrânia no Shaktar Donetsk, time cheio de brasileiros sempre presente na Copa dos Campeões. Fred é meia de origem, mas atualmente vem servindo na posição de segundo volante na sua equipe. Ele falou da possibilidade de integrar uma Seleção Brasileira principal. “É muito gratificante e eu estou muito feliz, já que eu estava entre os sete escolhidos pelo Dunga para ser substituto de alguém da lista, então eu acabei sendo convocado infelizmente por causa da contusão de um colega. A gente nunca fica feliz em ter a notícia de uma contusão de um parceiro, mas eu estou focado e já estava treinando com os meus companheiros aqui na Granja, apenas recebi a notícia do Fernandinho (volante que também está na concentração) e ele me deu um abraço e os parabéns. Eu dei um sorriso e disse que estava preparado para defender o meu país”, afirmou o agora volante da Seleção, Fred, que disputa com o próprio Fernandinho uma vaga na equipe principal. Fred tem idade olímpica e considera este teste também fundamental para estar no grupo que fará de tudo para conquistar a inédita medalha de ouro. “É muito importante esta oportunidade, porque ninguém está garantido, mas como o Dunga agora acumulou as funções de técnico da principal e da Olímpica acredito que seja um bom passo para entrar no grupo como outros companheiros aqui na Granja que também tem idade olímpica. Estou muito feliz”, completa o jovem versátil mineiro, que vem conquistando o seu espaço.

 

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Seleção volta a Teresópolis para se preparar para a Copa América

 

O técnico Dunga mantém a base da Seleção em suas convocações e o desejo de desfrutar da tranquilidade de Teresópolis para os seus treinamentos

O técnico Dunga mantém a base da Seleção em suas convocações e o desejo de desfrutar da tranquilidade de Teresópolis para os seus treinamentos

– Escrete Canarinho de Dunga terá uma semana de treinamentos na Granja com todas as suas estrelas

 

A Seleção Brasileira está de volta à cidade de Teresópolis, juntamente com o seu técnico mais bem sucedido nos últimos cinco anos. O ex-capitão do Tetra Dunga está novamente a frente da Seleção Brasileira de Futebol, depois do terceiro lugar da equipe na Copa do Mundo realizada no Brasil, considerado um fracasso pelos adeptos com as goleadas sofridas para Alemanha e Holanda nas semi-finais e na decisão pelo terceiro lugar. O gaúcho, inclusive, estreia em competições oficiais e estreia também na Granja Comary, onde viveu dias de jogador, na Copa de 94 e como técnico nas eliminatórias para a Copa de 2010, quando constantemente esteve com os seus comandados na cidade. Hoje, mais maduro e maleável, tem recebido muitos elogios como técnico e chega à Granja no dia 1º de junho para a preparação para a Copa América que acontece em junho e julho, ficando sete dias na cidade para intensos treinamentos no período mais frio do ano. O comércio, no entanto, espera aquecer as suas vendas com a presença de estrelas como Thiago Silva, Jefferson, David Luiz e muitos outros que vivem bom momento tanto em seus clubes quanto na própria Seleção que vem de oito vitórias seguidas e começa a encher de esperança o povo brasileiro, enquanto o comerciante teresopolitano espera os reais dos turistas que possam subir a serra para ver Neymar e companhia.

“A Seleção Brasileira sempre quando sobe, o turista acompanha também e a nossa expectativa é grande quanto ao movimento e até de aumentar dez por cento nas nossas vendas já neste início de junho”, diz Ricardo da Silva

“A Seleção Brasileira sempre quando sobe, o turista acompanha também e a nossa expectativa é grande quanto ao movimento e até de aumentar dez por cento nas nossas vendas já neste início de junho”, diz Ricardo da Silva

A Seleção foi convocada por Dunga sem muitas surpresas. Com os “salvos” da Copa William, Marcelo, Luiz Gustavo… A principal surpresa foi a ausência do meia Oscar do Chelsea, que se lesionou em jogo no final de semana. Com isso, quem ganhou espaço foi Everton Ribeiro, do Al-Ahly, dos Emirados Árabes Unidos. Mas o apelo mesmo é o Neymar, que vive grande fase no Barcelona protagonizando ao lado de Messi o ataque azul-grená na Espanha. O gerente do Novilho de Ouro, churrascaria do bairro do Alto, famosa por receber os turistas e dirigentes da Seleção, tem grandes expectativas com relação às “feras” da Seleção.  “A Seleção Brasileira sempre quando sobe, o turista acompanha também e a nossa expectativa é grande quanto ao movimento e até de aumentar dez por cento nas nossas vendas já neste início de junho”, afirma Ricardo da Silva, que está a frente da casa e que também confia na Seleção como time de futebol, dando a volta por cima depois dos 7 x 1 recebido da Alemanha na Copa do ano passado. “Eu sou brasileiro e o brasileiro é sempre otimista né?”, sorri o gerente que aposta no sucesso de Dunga a frente do escrete: “Eu estava acompanhando hoje no jornal da TV que o Dunga está recebendo muitos elogios e até fazendo um bom trabalho e acredito que a gente tem a possibilidade de ganhar essa Copa América sim”, completa. Entre os jogadores convocados, apenas quatro jogam no país e irão desfalcar os seus times por sete partidas do Brasileirão. São eles os goleiros Jefferson do Botafogo e Marcelo Grohe do Grêmio, o meia Elias do Corinthians e o veterano Robinho do Santos, convocado para ser um líder desta equipe que visa o título do Mundial da Rússia de 2018.

“A gente espera que melhore o movimento no frio e  com o Neymar aqui, as pessoas possam se animar, sair e consumir”, diz Zaíra Zimbrão

“A gente espera que melhore o movimento no frio e com o Neymar aqui, as pessoas possam se animar, sair e consumir”, diz Zaíra Zimbrão

Cervejinha e Seleção Brasileira no Alto

Em um dos points mais famosos do Alto, no que diz respeito ao futebol, os proprietários do Bar do Tinha estão ansiosos pela chegada da Seleção, já que a casa respira Seleção Brasileira e foi um dos grandes pontos de encontro da “galera” na Copa de 2014 para assistir os jogos, além dos muitos turistas que apareciam para beber uma cervejinha nos intervalos dos treinamentos do Escrete Canarinho na Granja Comary. “A gente espera que melhore o nosso movimento porque esta época muita gente se esconde do frio dentro de casa e com o Neymar aqui, elas poderão finalmente se animar, sair e consumir”, sorri Zaira Zimbrão, balconista do Bar do Tinha que tem expectativa de uma boa Copa América no Chile. “De qualquer forma, com a seleção aqui nos treinamentos, o astral vai mudar e durante a competição, nosso time vai estar forte e o Bar do Tinha aqui lotado para assistir os jogos e vibrar com os gols do Brasil. Eu acredito muito na Seleção Brasileira”, completa Zaira, feliz com a volta da Seleção para a Granja Comary. A sede oficial, inclusive, está em obras: Muita terra entre os campos e a falta de marcação na cancha principal chamam a atenção, mas, certamente, tudo vai estar “tinindo” para receber os craques do Dunga que ficarão na cidade do dia 1º até 7 de junho, quando embarcam para São Paulo, a fim de fazer um penúltimo amistoso contra a forte equipe do México e depois, Porto Alegre para um jogo contra Honduras no dia 10, provavelmente com o time definido para a estreia na competição que começa no dia 11. O Brasil está no grupo junto com a Colômbia, o Peru e a fraca Venezuela e faz o seu primeiro jogo na Copa no dia 18 de junho contra o time do Peru.

 

 

Postado em Banner principal, Capa, Cidade, EsportesComentário (0)

Dunga é o novo embaixador da Chevrolet

Dunga e Gilmar, que juntos foram campeões em 94, são os novos garotos propaganda da Chevrolet

Dunga e Gilmar, que juntos foram campeões em 94, são os novos garotos propaganda da Chevrolet

– Marca tem planos de utilizar a Granja Comary para ações de marketing com a Seleção

Após firmar um acordo de patrocínio com a Confederação Brasileira de Futebol, a Chevrolet segue investindo associar a marca ao futebol e anunciou novidades para suas campanhas publicitárias no mercado brasileiro. A empresa reuniu a imprensa nacional no auditório da sede da CBF, na Barra da Tijuca, para anunciar seus novos garotos propaganda: Carlos Caetano Verri, o Dunga, técnico da Seleção, e Gilmar Rinaldi, coordenador técnico. Esse é mais um passo para aproximar a empresa automobilística à grande paixão do povo brasileiro que é o futebol.

Em entrevista coletiva, a direção de Marketing da empresa e os dois novos contratados destacaram que a parceria se encaixa perfeitamente com o momento de buscar novos caminhos para a Seleção para enfrentar os obstáculos que tem pela frente, justamente como é o lema da Chevrolet: “O nosso slogan é “Find new roads” que é inventando novos caminhos. A gente está junto com a Seleção nesse novo momento de reinvenção, associando duas paixões que são o carro e o futebol. Estamos muito felizes com o patrocínio à CBF, ao beach soccer e também agora com a chegada do Dunga e do Gilmar”, explicou Felipe Teixeira, gerente de marketing da Chevrolet

Direção de Marketing da Chevrolet se reuniu com Gilmar e Dunga para a assinatura do contrato de patrocínio

Direção de Marketing da Chevrolet se reuniu com Gilmar e Dunga para a assinatura do contrato de patrocínio

Teresópolis na mira

Neste momento de estreitamento de relações com a CBF, Teresópolis também está nos planos da marca para as ações de marketing, pois o acordo de patrocínio prevê a utilização das instalações do centro de treinamento da Granja Comary: “Dentro do nosso contrato, a gente tem direito de uso da Granja Comary em alguns momentos e nada impede desde filmagens de veículos caso a gente ache interessante, mas também para fazer eventos com donos de concessionárias, com vendedores, a gente tem o direito de uso. É um lugar muito bem visto, é um sonho de todos nós conhecer a Granja Comary e a bela cidade de Teresópolis. As portas estarão abertas, já conversamos com a equipe da CBF e com certeza nós teremos alguns eventos acontecendo ao longo dos próximos anos, seja eventos comerciais, de vendas, esportivos e até quem sabe a filmagem de alguma campanha de alguns carros dentro da Granja Comary o u dentro da própria cidade”, detalhou Felipe.

Dunga é descrito pela marca como um líder dentro e fora de campo que é capaz de guiar o grupo pela engenhosidade, inovação e qualidade, como tem demonstrado neste retorno ao comando da Seleção. O gerente de Marketing destacou ainda que a parceria vai contar com a associação de dois dos principais produtos da marca: “O Gilmar vai usar uma Trailblazer e o Dunga vai ter uma Trailblazer e um Cruise Sport 6. A nossa estratégia é oferece nosso produtos a eles para que usem, experimente e também divulguem a nossa marca. O Cruise é o Chevrolet mais vendido no mundo, é um carro global que é sucesso de vendas em todos os países e também no Brasil. A Trailblazer é um lançamento mais recente que o Cruise, mas também é um belo carro”.

Dupla concedeu entrevista coletiva em que também falaram sobre o momento da Seleção e da expectativa para as próximas competições

Dupla concedeu entrevista coletiva em que também falaram sobre o momento da Seleção e da expectativa para as próximas competições

Renovação do futebol brasileiro

Na coletiva, Dunga também teve que falar sobre os próximos desafios da Seleção e ainda avaliar o trabalho de renovação do nosso futebol. Segundo ele, haverá grande dificuldade na preparação para a Copa América e para as Eliminatórias para a Copa do Mundo devido à falta de tempo para treinar. Ele explicou ainda que o trabalho nas categorias de base segue tendo a confiança da CBF e que acredita no potencial dos jovens que estão despontando para conseguir fortalecer o futebol brasileiro.

O evento contou com apresentações que mostram a convergência entre os ideais da empresa com a história de sucesso do futebol brasileiro. A Chevrolet já possui tradição no apoio ao futebol e esportes a motor no Brasil e no mundo. Além de patrocinar a Seleção Brasileira de Futebol, apóia também o Campeonato Brasileiro de Futebol (séries A e B) e a seleção brasileira de “beach soccer”. Na Europa, a Chevrolet patrocina grandes clubes como o Manchester United, da Inglaterra. O acordo mais recente foi firmado em fevereiro com a seleção colombiana de futebol. A parceria também será embaixador do “One World Play”, projeto social apoiado pela Chevrolet que tem o objetivo de levar o esporte a áreas carentes por meio de bolas de futebol indestrutíveis, atendendo a jovens de classes sociais menos favorecidas.

Durante o evento cinco jovens que representavam uma instituição apoiada pelo One World Play receberam bolas autografadas per Dunga e Gilmar como forma de marcar o início desse trabalho.

 

Postado em Capa, Diário MotorComentário (0)

Dunga visita Granja Comary e se impressiona com estrutura

– Técnico da Seleção veio acompanhado de Gilmar Rinaldi para conhecer as novas instalações

 

 Dunga veio a Teresópolis acompanhado do coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi e do fisioterapeuta Odir de Souza. Eles fizeram uma visita de reconhecimento ao lado do secretário-geral da CBF, Julio Avelleda, e do administrador do Centro de Treinamentos da entidade, Moacyr Alcoforado

Dunga percorreu as dependências da Granja Comary durante uma hora e meia

Após assumir o cargo de treinador da seleção brasileira de futebol, Dunga visitou o centro de treinamento da Granja Comary pela primeira vez para conhecer a nova estrutura que foi construída pela CBF na reforma concluída no começo deste ano. O técnico veio a Teresópolis nesta segunda-feira, acompanhado do coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi e do fisioterapeuta Odir de Souza. Eles fizeram uma visita de reconhecimento ao lado do secretário-geral da CBF, Julio Avelleda, e do administrador do Centro de Treinamentos da entidade, Moacyr Alcoforado.
Em cerca de uma hora e meia, o grupo percorreu os corredores e salas da Granja. Tanto Dunga, quanto Gilmar, só conheciam o CT antes da reforma e ficaram impressionados com a infraestrutura para treinos, tratamento e para receber os atletas e integrantes da comissão técnica da Seleção Brasileira. Dunga, inclusive, participou do primeiro grupo que inaugurou a concentração, na preparação para a Copa América de 1987.
Quando realizava a preparação da Seleção para a Copa do mundo de 2010, Dunga anunciou declarou que o CT estava ultrapassado e não tinha estrutura para oferecer a preparação ideal. Nesta época, a CBF chegou a anunciar a construção de um Centro de Treinamento na Barra da Tijuca. Teresópolis só voltou aos planos da CBF através de um pedido da dupla Felipão e Parreira, já que ambos sempre foram grandes admiradores da cidade. Uma obra de R$ 15 milhões foi realizada para propiciar a estrutura de preparação para a Copa do mundo deste ano.
Essa visita mostra que, mesmo com a saída da comissão técnica e o retorno de Dunga, a CBF não está disposta a abrir mão de ter a seleção principal se preparando na Granja Comary.
Após a visita, Dunga e Gilmar Rinaldi aproveitaram a chegada da Seleção Brasileira Sub-20 à Granja Comary para realizar uma reunião com a comissão técnica da equipe.  Os garotos se preparam no CT durante esta semana e viajam na sexta-feira para a Espanha para a disputa do Torneio Cotif. Dunga e Gilmar assistirão aos primeiros jogos da equipe na competição.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Obras para receber Dunga na Granja Comary

– CBF estuda maneira de garantir privacidade para a nova comissão técnica e jogadores

“Estamos esperando as primeiras providências do Dunga para estudar a melhor maneira com relação à privacidade", enfatizou Marin

“Estamos esperando as primeiras providências do Dunga para estudar a melhor maneira com relação à privacidade”, enfatizou Marin

A Confederação Brasileira de Futebol apresentou nesta terça-feira o ex-jogador Dunga como novo técnico da Seleção Brasileira, em substituição a Luiz Felipe Scolari.  O nome já era dado como certo pela imprensa nacional, apesar de não ter sido apontado abertamente por membros da CBF. Ao anunciá-lo, o presidente da confederação, José Maria Marin, destacou a experiência do capitão do Tetra e anunciou que pode realizar obras na Granja Comary para garantir a privacidade da nova comissão técnica e jogadores – diante do questionamento de jornalista sobre a grande quantidade de pessoas que se aglomerava diariamente em um condomínio ao lado do centro de treinamento, durante a preparação para a Copa do Mundo. “Já estamos cuidando desse tema. Há determinadas regras do condomínio com relação à própria cerca em torno do local. Estamos providenciando para que seja feito tudo de acordo com os demais moradores”, disse Marin, informando também que ouvirá o novo treinador. “Estamos esperando as primeiras providências do Dunga para estudar a melhor maneira com relação à privacidade”, completou.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)


Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...