Tag Arquivo | "Nina Benedito"

Massa caseira fresca – capelete

Para os amantes de uma boa massa com um bom vinho, nada melhor do que uma massa fresca, preparada artesanalmente na sua própria casa. Com ingredientes simples e de fácil preparo, o chefe Phillipe do Restaurante Don Phillipe, ensina como preparar o seu macarrão preferido.

Chefe Phillipe e suas massas caseiras

Chefe Phillipe e suas massas caseiras

Massa caseira
Ingredientes para massa básica:
100 gramas de farinha de trigo
1 ovo grande
1 colher de sopa de azeite
Sal á gosto

Massa de espinafre: acrescentar 200 gramas de espinafre cozido
Massa de beterraba: acrescentar o suco de 1 beterraba grande
Massa negra: acrescentar 6 gramas de tinta de lula

Recheios:
Queijo gorgonzola á gosto
Queijo provolone á gosto

Molhos: Branco e ao sugo
Para preparar a massa caseira, basta misturar os ingredientes (a farinha deve ser peneirada) em uma vasilha e sovar com as mãos até obter uma massa firme e uniforme. Essa é a massa básica. Abra com o auxílio de um rolo de macarrão e faça o corte como você preferir (talharim, canelone, raviole ou outros). Para a massa de beterraba, faça a massa básica e adicione o suco da beterraba, sove bem. Para a massa de espinafre, o mesmo processo, faça a massa básica e adicione 200 gramas de espinafre cozido (você pode usar o brócolis ou a couve também), já para a massa negra, adicionar as 6 gramas de tinta de lula que você pode encontrar em lojas especializadas. Para o corte você pode utilizar a máquina caseira para talharim ou com uma faca bem afiada, o que você preferir. Nós preparamos o capelete recheado com queijo gorgonzola e com queijo provolone. Basta cortar, dobrar, rechear e colocar rapidamente em uma panela com água fervente e sal. Escorra e sirva com o molho de sua preferência.
Vale a pena você acompanhar pelo nosso canal no youtube toda a preparação da receita.

By Chefe Phillipe

Postado em Banner principal, Capa, Cidade, Culinária, Super MaisComentário (0)

RECEITA DE QUICHE DE ALHO PORÓ sem glúten e sem lactose

Atualmente o número de celíacos vem aumentando assustadoramente, e a restrição ao glúten se faz necessário na alimentação dessas pessoas. Pensando nisso, o Super Mais conta com a ajuda da culinarista natural, Hanne Lee para ensinar receitas sem glúten e sem lactose para as pessoas que possuem algum tipo de restrição alimentar.

A culinarista natural Hanne Lee e a apresentadora do Super Mais Nina Benedito

A culinarista natural Hanne Lee e a apresentadora do Super Mais Nina Benedito

Massa:
1 xícara de farinha de castanha do pará
2 xícaras de farinha de arroz
sal marinho á gosto
1/2 xícara de óleo de girassol
1/2 xícara de água

Recheio:
1 alho poró
1 cebola
1 tomate
1/2 xícara de champignon
1/2 xícara de azeitonas
azeite á gosto

Cobertura:
3 ovos
1 caixa de creme de leite sem lactose
2 colheres de sopa de creme de farinha de arroz
suco de 1/2 limão
casca de limão ralado á gosto

Modo de preparo: Coloque os ingredientes da massa em uma vasilha e misture com as mãos até que fique  firme. A água deve ser colocada aos poucos para dar o ponto na massa. Essa é uma base para qualquer torta. Embrulhe em filme plástico e leve a geladeira por meia hora. Em uma forma para torta forre com a massa e deixe  espaço para colocar o recheio. Leve a massa em  forno pré-aquecido á 200 graus por meia hora para assar. Reserve.
Para o preparo do recheio, em uma panela adicione azeite, 2 colheres de sopa de farinha de arroz e torre um pouquinho a farinha. Acrescente  água aos poucos para fazer o creme, acerte o sal e assim que estiver pronto, reserve. Em outra panela (sem o azeite) refogue a cebola, adicione o alho poro cortado em rodelas, só depois coloque o azeite extra virgem, o champignon, as azeitonas e o tomate para dar cor ao recheio e um pouquinho de sal. Reserve.
Para a cobertura, coloque os ovos em uma vasilha e bata um pouco com auxílio de um fuê, adicione o creme de leite sem lactose, adicione o creme de arroz que estava reservado, um pouquinho de limão ralado, um pouco de caldo de limão e sal á gosto.
Para a montagem, retire a torta do forno, acrescente o recheio de legumes e logo depois despeje o creme cobertura. A torta volta para o forno por aproximadamente 40 minutos. Está pronta uma deliciosa e nutritiva refeição!!! Um super beijo e até a próxima!

Postado em Banner principal, Capa, Cidade, Culinária, Super MaisComentário (0)

Espagueti Negro ao molho de camarão no Super Mais

O espaguete é lindo e delicioso

ESPAGUETI NEGRO AO MOLHO DE CAMARÃO

Ingredientes:

200 gramas de espagueti negro
200 gramas de camarão sem casca
50 gramas de ervilha fresca
azeitonas á gosto
2 dentes de alho
1/2 lata de extrato de tomate
azeite á gosto

Modo de preparo:

Primeiro você deve fazer o molho e só depois o espagueti para que ele fique al dente.
Doure o alho no azeite bem quente, adicione o camarão, mas deixe cozinhar demais. Acrescente as azeitonas, o extrato de tomate e por último as ervilhas frescas. Corrija de sal. Enquanto o molho toma consistência, cozinhe a massa levemente em água fervente com sal á gosto. Escorra o espagueti – não lave – coloque em uma travessa de sua preferência e despeje o molho por cima. Está pronto uma deliciosa e linda refeição.
Bom apetite!!!

Postado em Culinária, Super MaisComentários (2)

Receita de Caldo Verde de fubá de milho

O caldo verde agrada a todo mundo nesse friozinho!

CALDO VERDE DE FUBÁ DE MILHO

Ingredientes:

1 e 1/2 litro de água
6 colheres de sopa de fubá de milho
1 tablete de caldo de carne (ou o de sua preferência)
3 dentes de alho
1 molho de couve mineira (cortadinha fina)
1 linguiça paio
sal á gosto
azeite á gosto

Modo de preparo:

Corte o paio em rodelas e dê uma ligeira fervida em água. Reserve. Doure o alho no azeite e depois acrescente o caldo de carne e o paio. Acrescente a água e o fubá de milho e mexa sem parar até que levante fervura. Adicione a couve e regue com azeite. Está pronto o seu caldo verde de fubá de milho.
UMA DELÍCIA!!!!!!

Postado em Culinária, Super MaisComentário (0)

Receita de mini churros

É muito fácil fazer o mini churros

RECEITA DE MINI CHURROS

Ingredientes:

2 xícaras de água
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de açúcar
1 pitada de sal
açúcar e canela para polvilhar
óleo para fritar

Recheio: 1/2 caixa de creme de leite e 400 gramas de doce de leite.

O resultado é muito gostoso!

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo até que a massa se desprenda do fundo. Espere esfriar um pouco, coloque em um saquinho de confeiteiro e vá colocando a massa em um prato formando os mini churros do tamanho desejado.
Essa massa deverá ser frita em óleo bem quente, depois basta passar em uma mistura de açúcar com canela.

Se preferir com o recheio, basta misturar o creme de leite e o doce de leite,colocar no saquinho para confeitar, fazer furinhos nos churros com o auxílio de um palito para churrasco e colocar o recheio.

Postado em Culinária, Super MaisComentário (0)

Receita de Pudim de pão

O pudim de pão é uma sobremesa que agrada sempre!

INGREDIENTES

5 pães franceses dormidos
leite para umidecer os pães
1 lata de leite condensado
1 vidro pequeno de leite de coco
2 ovos
açúcar para caramelizar a forma
coco ralado para polvilhar

MODO DE PREPARO

Corte os pães aleatoriamente e umideça aos poucos com leite. Acrescente o leite condensado, leite de coco e os ovos e amasse com as mãos até que fique uma mistura homogênea. Reserve.
Em uma forma para pudim, caramelize açúcar a gosto e besunte a forma com a calda que se formar. Despeje a massa na forma e leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 40 minutos. Espere esfriar, desenforme em um prato grande e polvilhe com o coco ralado.

Para quem não quiser a calda de açúcar, basta untar uma forma comum para bolo com manteiga e farinha de trigo e levar ao forno por 45 a 50 minutos. O pudim vira um bolo delicioso.

Postado em CulináriaComentário (0)

Aprenda a fazer Maçã do Amor

A maçã do amor do programa Super Mais

INGREDIENTES

3 xícaras de açúcar cristal
1 xícara de água
1 colher de sopa de vinagre branco
1 colher de sopa rasa de corante em pó vermelho
12 maçãs gala
12 palitos de churrasco

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo brando até engrossar. Não mexa na panela de jeito nenhum até que a mistura esteja pronta – levante fervura grossa.
Lave bem as maçãs e espete o palito de churrasco bem no centro da fruta. Passe a maçã pela calda grossa que se formou na panela. O processo deve ser rápido para que o caldo não esfrie, caso contrário, ele endurece.
Vá colocando as maçãs em pé em uma forma untada com manteiga para não grudar. Está pronta sua maçã do amor. Se quiser, embrulhe em saquinhos plásticos e amarre fitinhas para decorar.

 

 

 

Postado em Culinária, Super MaisComentário (0)

Qual a mulher que não gosta de cuidar da sua aparência?

Altivo Filho e a esposa Ana Paula

– Instituto Embelleze chega a Teresópolis trazendo muitas oportunidades na área da beleza.

Beleza á a própria força da vida, fonte de bem-estar, auto-estima e felicidade. Um corte de cabelo, ou um simples esmalte nas unhas podem fazer toda diferença para uma mulher.
Há mais de 40 anos, o sistema Embelleze se dedica a soluções de beleza. A empresa é líder do mercado nacional de produtos direcionados ao segmento de transformação, coloração e tratamento, em um universo de mais de 1.000 itens para todos os tipos de cabelos, incluindo shampoos, condicionadores, colorações, hidratação e tratamento capilar. Seguindo a vocação da Embelleze, que coloca o ser humano como ponto de partida para o desenvolvimento dos seus produtos, do seu trabalho e de todas as suas ações, assim como a preocupação constante com a capacitação profissional, surgiu o Instituto Embelleze, voltado para a qualificação e certificação de profissionais de beleza, o ano era 1998.

A gestora da unidade Kelly Sampaio

Em Teresópolis

Teresópolis ganha sua unidade através do empresário Altivo Filho e sua esposa, Ana Paula, donos da rede de Drogarias Central na cidade, e o Super Mais esteve lá na inauguração oficial que aconteceu no dia 29 de abril, onde foram oferecidos serviços gratuitos de escovação, depilação, maquiagem, embelezamento dos pés e das mãos e muito mais. Em dois andares muito bem montados, a unidade já havia recebido cerca de 500 pessoas que foram conhecer as instalações da Embelleze e acabavam se matriculando nos diversos cursos oferecidos.
Altivo contou que o empreendimento aconteceu como uma oportunidade de negócios á convite do dono da Embelleze, Sr. Itamar que lhe ofereceu uma franquia do Instituto. Vindo do mercado de farmácias, onde já comercializava os produtos da Embelleze, líder no mercado de cosméticos, Altivo e a esposa Ana Paula aceitaram o desafio.
As atividades começaram em fevereiro deste ano e rapidamente a escola já abriu as portas com cerca de 400 alunos matriculados e estudando. “Existia uma carência muito grande na cidade, na verdade, a cidade é carente de muitas coisas, e cabe a nós empresários, investir um pouco mais na cidade para mudar essa realidade”, afirma Altivo. “Confesso que não esperava esse sucesso todo, mas eu tinha certeza no que estava apostando”, completa o empresário que já se prepara para a inauguração de sua segunda unidade do Instituto Embelleze, agora na cidade de Três Rios.

Hidratacao caseira

Oportunidade

Conversamos também com a gestora da unidade, Kelly Sampaio, que nos contou que existem ao todo 13 turmas em operação e mais 4 turmas para abrir agora em maio. Em média são 20 alunos por turma, divididas em 3 turnos, manhã, tarde e noite. “A demanda é grande e faltam profissionais qualificados no mercado de beleza, faltam profissionais certificados”, afirma Kelly. Segundo a gestora, essa é uma oportunidade muito grande para o crescimento do mercado.
Os alunos dos cursos oferecidos pela Embelleze, são certificados e podem encontrar uma oportunidade de crescimento no mercado da beleza, trazendo maior empregabilidade para a cidade. Vale ressaltar que antes mesmo do aluno se formar, já é possível ter retorno do investimento feito, já que os alunos tem capacidade para ingressar no mercado e ter sua renda extra garantida.

Nacionalmente

A marca é conhecida nacionalmente e está presente em quase todos os estados brasileiros, e agora avançando para o mercado internacional, Venezuela e Equador. Já são mais de 15 mil alunos formados pelo Instituto Embelleze no país.
Os cursos oferecidos pelo Instituto Embelleze de Teresópolis são de cabeleireiro profissional, maquiador, depilador, manicure e pedicure e também existe a opção dos chamados combos, que são pacotes com duas modalidades: depilação + designer de sobrancelha, maquiagem + designer de sobrancelha que fazem parte de uma complementação nos cursos, além dos cursos para quem já é profissional da área, que são os cursos de reciclagem.
O Instituto Embelleze funciona de segunda a sexta feira das 9h ás 20h, as turmas são divididas em três turnos, manhã, tarde e noite, geralmente são 4 horas de duração, exceto depilação que são 3 horas por semana. Aos sábados acontecem cursos pela manhã e a tarde.
Para maiores informações acesse o site: WWW.institutoembelleze.com.br ou ligue para unidade de Teresópolis: (21) 2742-8640

RECEITINHAS CASEIRAS PARA CUIDADO DOS CABELOS

Espero que gostem das dicas….

Para cabelos oleosos

Máscara de maçã e limão
1 maçã
½ limão
½ copo de água mineral
Bata tudo no liquidificador e aplique nos cabelos por lavar. Deixe agir durante 15 minutos e depois lave os cabelos normalmente.

Para cabelos normais

Máscara de manga
1 manga (grande)
1 clara de ovo
Bata os ingredientes no liquidificador. Aplique a mistura no cabelo molhado e deixe agir durante 20 minutos. Depois enxague os cabelos com água morna.

Para cabelos secos

Máscara de maionese e mel
2 colheres de sopa de maionese (de preferência caseira)
½ colher de sopa de mel
Misture bem os ingredientes e aplique a mistura sobre os cabelos, deixando-a agir durante 10 a 15 minutos. Sente-se ao sol, se possível, de modo a intensificar o tratamento. Depois retire com água morna e lave normalmente com shampoo e condicionador.

 

 

Postado em Super MaisComentário (0)

Um Rio Salgado: a trajetória de Salgado Maranhão

O poeta Salgado Maranhão

Um grande poeta brasileiro presenteando Teresópolis com a sua trajetória de sucesso pelo mundo das palavras

Em uma oportunidade única, eu tive o prazer de entrevistar para o programa Super Mais, um dos maiores poetas brasileiros, premiado e traduzido para várias línguas, autor de oito livros e tema de exposição no SESC Teresópolis, Salgado Maranhão. A entrevista foi feita na própria exposição do artista, que veio do Rio de Janeiro especialmente para participar do programa Super Mais, motivo pelo qual me senti extremamente lisonjeada e confesso nervosa, pois nunca tinha passado por essa experiência, entrevistar alguém tão importante da literatura brasileira. Não sabia o que me aguardava e confesso, a ansiedade tomava conta de mim. O artista, Salgado Maranhão e o curador da exposição, Carlos Dimuro, chegaram no local da entrevista juntos, sem estrelismo e da forma mais natural possível. Fiquei impressionada com a simpatia e a simplicidade de ambos, para minha surpresa, eram pessoas aparentemente comuns, como eu e você que lê essa matéria, contudo, extremamente cultas e interessantes.

Salgado Maranhão concede entrevista para o Super Mais no SESC

Super Mais no SESC

Acabei fazendo todo o programa Super Mais ali mesmo no SESC, na sala destinada á exposição Um Rio Salgado: a trajetória de Salgado Maranhão, que traz uma coletânea de 25 painéis contando a emocionante vida do poeta.
José Salgado Santos, nasceu em um lugarejo chamado Cana Brava das Moças, interior do Maranhão. De família humilde, foi alfabetizado aos 15 anos de idade, vivia como um camponês junto de sua mãe. “Minha mãe era uma mulher do povo, ligada á cultura popular de cantadores repentistas, das danças populares, dança de crioula, bumba meu boi. Meu pai vinha de uma das famílias mais importantes do Maranhão. Nasci em uma fazenda de escravos, sou filho da casa grande e da senzala”, diz o poeta, que afirma que só ganhou a poesia porque foi criado ao lado da senzala. A cultura da sua mãe imprimiu o gosto pela poesia.

“Onde eu nasci, a servidão reinava insônia
Ao reis do lento vai e vem dos dias
Estar vivo já bastava.
Onde eu cresci meu reino era ninguém.
Eu sou aquele a quem não se esperava com a chave do nome e do vintém
E se algum rito interno me rondava era uma reza que só tinha amém
Viver era avançar em retrocesso por entre rotas ínvias sem acesso
A desbravar o mar sem caravelas
Qual párea que é o nutrir-se em seu reverso
O nada ter-lhe e tendo e por tabela
Só restem as palavras e as estrelas”.

 

“Minha mãe não teve acesso ao estudo, mas era louca pela cultura popular, ela sempre desejou que eu estudasse, mas no Maranhão não tinha escola. Foi então que nós fomos para Teresina, para trabalhar e estudar. A minha vontade era tão grande de estudar, que quando eu aprendi a ler, descobri uma biblioteca pública e a minha diversão era a literatura e em pouco tempo eu tinha lido 50 clássicos da literatura universal, entre eles, um em especial que me encantou e mudou minha vida, Fernando Pessoa”, conta Salgado.
Daquele dia em diante, então com 17 anos, ele decidiu ser poeta, e ressalta a importância da leitura para a formação do ser humano.

Exposição no Sesc foi prorrogada até o dia 30 de maio. vale a pena conferir!

Em Teresina

Três anos depois de se mudar para Teresina, começou a escrever para um grande jornal local, participava de grupos de teatro, e um dia teve a honra de entrevistar Torquato Neto, um dos mentores da Tropicália que ficou impressionado e o incentivou a vir para o Rio de Janeiro, era o ano de 1973. Chegando na capital cultural da época, começou a entrevistar várias celebridades, entre elas Gilberto Gil. Prestou vestibular para Comunicação Social e começou a estudar na PUC. Apesar da pouca idade, já se destacava no metiê: “Eu tinha fé, bravura”, disse o poeta. A Ebulição da Escrivatura, foi um dos livros mais divulgados e virou um ícone na década de 70. Ele estudava Comunicação social na PUC e o livro era dado para os alunos que estavam fazendo monografia na faculdade.

Autor de oito livros, Salgado Maranhão escreveu poemas traduzidos para diversas línguas e ganhou em 1998, o Prêmio da União Brasileira dos Escritores, em 1999 o Jabuti de Literatura. Em 2011, ele foi agraciado com outro prêmio, desta vez, pela Academia Brasileira de Letras, na categoria poesia, com o livro “A Cor da Palavra”.
Recebeu o convite de 52 universidades americanas para realizar palestras pelos Estados Unidos, onde passou três meses compartilhando de suas histórias e experiências com a poesia.
Escritor premiado, traduzido, Salgado Maranhão teve suas poesias musicadas por Ivan Lins, Zeca Baleiro, Vital Farias, entre outros grandes nomes da Música popular Brasileira. Ele afirma que a Tropicália também o influenciou, é fruto desse caldo de cultura, a poesia cantada e poesia popular clássica.

O poeta brasileiro Salgado Maranhão só foi alfabetizado aos 16 anos e hoje figura entre os premiados pela Academia Brasileira de Letras

Uma forma de fazer amigos

Tema de exposição no SESC em São Paulo, entrevistado por Jô Soares recentemente e agora ali comigo, participando do programa Super Mais como ilustre entrevistado.
“Foi uma trajetória tão surpreendente e tão improvável, que eu apenas vivi, não consegui me observar nessa caminhada”, afirma o poeta, que diz ser um espírito profundamente inquieto, nunca está satisfeito, está sempre buscando permanentemente.
“A minha poesia, fazer poesia é uma forma de fazer amigos…o que eu mais gosto na vida é de gostar, eu gosto de gente, eu gosto de trocar com as pessoas, eu não me controlo”.
O poeta diz que sua história é edificante para muita gente, que pensa que os obstáculos não são intransponíveis, segundo ele, os obstáculos podem ser transponíveis desde que se tenha foco e que as energias sejam gastas com algo edificante. A literatura é o caminho, é o que forma o imaginário de uma sociedade. Gonçalves Dias, inaugurou o Brasil com a canção do exílio: Minha Terra tem palmeiras, onde canta o sabiá. As aves que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá.

Livro publicado A Cor da Palavra

Simplicidade

O que mais me impressionou no artista, foi a sua simplicidade, apesar de ser quem é, e quando disse isso a ele, veio a resposta:
“Tendo uma relação simples com a vida, sem máscaras, sem biombos, faz com que eu possa conhecer as pessoas como elas são, se eu me coloco num pedestal, as pessoas se armam contra mim e eu não posso entrar na alma delas. Eu quero habitar o coração das pessoas”.
Salgado Maranhão afirmou que o SESC faz o papel de Ministério da Cultura, porque tem capilaridade com a sociedade, porque é próxima e acessível a qualquer pessoa que se interesse por cultura. “Cultura deve ser uma coisa constante, cultura é todo dia”.

 

Salgado Maranhão é Patrimônio Cultural nosso!!! Aqui em Teresópolis… aqui no Super Mais!!!

OBRAS DO POETA:
Ebulição da Escrivatura (antologia poética)
Encontros com a Civilização Brasileira
Aboio ou a Saga do Nordestino em Busca da Terra Prometida
Os Punhos da Serpente
Palávora
O Beijo da Fera
Mural de Ventos (Prêmio Jabuti 1999)
Sol Sanguíneo
Solo de Gaveta
A Pelagem da Tigra
A Cor da Palavra
Blood of the Sun (2012) Milkweed editions versão de Alexis Levitin

 

Postado em Banner principal, Cultura, Gente, Super MaisComentário (0)

A interessante cozinha árabe

A empresária Flávia Luz do Árabe Terê

Em uma entrevista muito descontraída, o programa Super Mais recebeu Flávia Luz, proprietária do mais novo restaurante de Teresópolis, Árabe de Terê, e nos contou a história do mais novo “bebê” da família, como gosta de chamar. Flávia também é proprietária dos restaurantes Sushi Terê e Sushi Petrô, este último em Petrópolis. Ela nos conta que o pai é o grande precursor disso tudo, pois sua família sempre gostou da casa cheia de amigos, de fazer festa e de receber para almoços e jantares. Quando vieram morar em Teresópolis, queriam a casa cheia de novo, e foi ai que nasceu a idéia de montar um restaurante e fazer dele uma extensão da casa da família. “Nossa família sempre gostou muito de comidas, e por esse motivo abrimos o primeiro restaurante em Teresópolis há muitos anos atrás, era o famoso Barbizon, com um cardápio super variado, e um ambiente aconchegante”, diz Flávia, e acrescenta que contratar pessoas e fazer o que você quer, é um desafio constante. “Nós tínhamos as receitas, o prazer de comer e ter a casa cheia, mas precisávamos de pessoas para por a mão na massa”, enfatiza.

“Meu pai é apaixonado por comida árabe, e toda família é apaixonada por culinária, união perfeita”, afirma Flávia

Expandindo

Ela acredita que teve as mãos de Deus em todos os empreendimentos da família. O amor pela culinária japonesa, levou a família a montar o Sushi Terê, que até hoje é sucesso total na cidade, e segundo Flávia, no mercado sempre teve espaço para restaurantes japoneses, e a abertura do restaurante foi uma experiência única, completando nove anos de vida, “deu super certo”, afirma Flávia. Resolvemos então expandir para a cidade vizinha e o Sushi Petrô está completando cinco anos, e com o aprendizado e a maravilhosa experiência desses dois restaurantes, surgiu a idéia de abrir outro. O gosto pela comida foi o ingrediente principal. “Meu pai é apaixonado por comida árabe, e toda família é apaixonada por culinária, união perfeita”, afirma Flávia entre risos.

Flávia e Hellen Menegotti preparam a esfiha

Culinária barata e come-se muito bem

O restaurante árabe é completamente diferente do japonês, é mais uma opção, para suprir a necessidade do novo na cidade, a culinária é barata e come-se muito bem. Dá para apreciar tudo que é servido no Árabe de Terê, com a opção pelo serviço á La carte ou a opção pelo rodízio que é uma verdadeira viagem gastronômica. A variedade do Árabe de Terê é muito grande, são 20 opções dentro do rodízio, uma pequena amostra do que é a culinária árabe. O restaurante surpreende pelo atendimento, conforto e pelo delicioso tempero dos pratos. Flávia conta que o irmão morou em Porto Alegre durante cinco anos, e toda a família freqüentava um restaurante árabe, fonte de inspiração e que acabou sendo “copiado” e trazido para Teresópolis. “ Quando abrimos aqui, tivemos que comer de tudo para manter a qualidade do restaurante, que também tem a opção do prato infantil para as crianças que não comem a temperada comida árabe. O prato é super legal, bem montado e vem com aquelas batatinhas de carinhas que as crianças adoram, e acabam se divertindo com a comida. É uma opção para toda a família!
A idéia de Flávia Luz é de expandir o Árabe de Terê para Petrópolis, mas com calma e cautela, afinal, não é nada fácil montar e manter um novo negócio. Segundo Flávia, o Árabe de Terê veio para ficar, está sendo trabalhado aos poucos, pois as pessoas ainda tem um tabu com relação a uma nova culinária, apesar de ela ser bem próxima do nosso paladar.

A deliciosa esfiha no forno receita Árabe Terê

Preparando a esfiha recheada

Flávia Luz e Hellen Menegotti, a chefe de cozinha do Árabe de Terê, foram para a cozinha do Super Mais preparar uma deliciosa esfiha recheada, que é servida no restaurante. A preparação da esfiha começa pelo azeite extra virgem para refogar o alho e a cebola, até ficar transparente, o que libera um aroma delicioso pelo ambiente. Depois basta colocar a carne moída para que seja cozida lentamente e somente depois acrescenta-se o sal e a pimenta do reino a gosto, o que dá maior sabor ao prato. Para finalizar, um pouco de salsinha picadinha. A massa da esfiha é muito simples também, basta misturar todos os ingredientes secos primeiro e só depois acrescentar o óleo e a água até dar o ponto, e colocar a mão na massa literalmente. Quando a massa começar a soltar da travessa e estiver bem macia, significa que está pronta e deve descansar por aproximadamente 20 minutos para que ela cresça.

Eu provei e fiquei apaixonada pelo sabor da iguaria, não conseguia parar de comer. Uma delícia!

De paixão

É bom que se tenha um lugar para abrir a massa, polvilhando farinha de trigo e esticando com um rolo de macarrão, corta-se um quadrado da massa, coloca-se o recheio da carne moída e vai moldando como se fosse uma cestinha. Coloque a coalhada na esfiha, o queijo mussarela e leve ao forno até que a massa fique douradinha, 5 minutos é o suficiente para que a esfiha recheada esteja pronta para ser degustada. Eu provei e fiquei apaixonada pelo sabor da iguaria, não conseguia parar de comer…… Uma delícia!!!!!
O Árabe de Terê fica localizado na Av. Alberto Torres, em frente á Faculdade de Medicina, e agora está com o serviço de delivery, o que facilita e muito a vida de quem recebeu uma visita inesperada, ou simplesmente não quer sair de casa, agora basta ligar para 2642-3052 e fazer o seu pedido. O restaurante funciona de 2ª á 2ª a partir das 19:00h, e aos fins de semana abre ao meio dia e só fecha após o último cliente. Vale a pena conhecer, sem contar que além de tudo, tem o melhor Petit Gauteau da cidade!!!

Postado em Culinária, Super MaisComentário (0)

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...