Tag Arquivo | "Peugeot"

Muito refinamento e elegância sem frescura

Peugeot (2)Com o 2008, que está em linha no Brasil, Peugeot aposta no lado requintado dos utilitários compactos

A PSA definiu com clareza o espaço que cada uma de suas marcas vai ocupar no mercado mundial. Neste desenho, coube à Peugeot autar em amplo espectro, mas com refinamento. E o utilitário compacto 2008 está bem adequado a esse perfil. O modelo entrou na linha da fabricante francesa com duas funções: herdar os consumidores mais familiares do Peugeot 207 SW e atrair os mais jovens, pelo apelo aventureiro. No Brasil, onde o modelo já está em pré-produção em Porto Real, no Sul Fluminense, terá uma função um pouco diferente. A marca vai tentar temperar com uma dose de robustez a imagem elegante que tem por aqui. A partir do dia 30 de outubro, o 2008 será a grande estrela do estande da montadora no Salão do Automóvel de São Paulo, no Anhembi, numa espécie de preparação para o lançamento no mercado, que deve acontecer ainda no primeiro trimestre de 2015.
A intenção da Peugeot não é disputar a liderança com o Ford EcoSport ou o Renault Duster, mas ser uma alternativa um pouco mais luxuosa e exclusiva – exatamente como ocorre com o hatch 208 em relação à maioria dos compactos do mercado. E, de fato, se a Peugeot não fizer alterações fortes, que mudem algumas características básicas do 2008, não há mesmo outra vocação para o crossover. A versão francesa, produzida na fábrica de Mulhouse, na Alsácia, fronteira com Alemanha e com a Áustria, oferece um ambiente sofisticadamente trabalhado. Mesmo as versões mais simples, que usam materiais menos nobres no revestimento – sem couro ou alcântara –, trazem os sinais dessa intenção da Peugeot de atuar em um segmento levemente superior ao de outras marcas generalistas. Um mercado que na Europa é ocupado pela Volkswagen. Mas enquanto a fabricante alemã se vale de uma imagem tecnológica para se diferenciar, a Peugeot aposta no refinamento de formas e materiais.O habitáculo do 2008 utiliza a mesma solução ergonômica do hatch 208 – já aplicada também no hatch médio 308 lançado recentemente na França. Os instrumentos e a tela do sistema multimídia sobem para que fiquem na altura dos olhos do motorista e ele pouco tenha de desviar sua atenção do trânsito. Mais que uma solução que beneficia a segurança, esta arrumação gera uma posição de dirigir bastante agradável. Por causa de sua altura avantajada, o volante no 2008 nem fica tão baixo quanto no hatch e o quadro de instrumentos não precisa ficar muito espremido entre o arco do volante e a base do para-brisas.
Por aqui, o modelo vai receber as mesmas motorizações disponíveis para o 208. Na base, o motor 1.5 8V – na verdade, 1.449 cc –, com 93 cv. O outro é o 1.6 16V, com rendimento semelhante ao usado nas versões de topo na França. Ele tem 122 cv. Na Europa, ele dispõe de duas motorizações a gasolina – 1.2 de 82 cv e 1.6 16V de 120 – e três a diesel – 1.4 de 68 cv e duas 1.6, uma de 92 cv e outra de 115 cv.
Para o 2008, o mais provável é que a Peugeot mantenha a relação de preços que adota no 208, mas em um patamar superior em torno de 20%. Ou seja, modelo básico sairia pouco acima de R$ 52 mil e bateria os R$ 70 mil nas versões mais completas. O 2008 já vendeu em todo mundo cerca de 200 mil unidades, desde seu lançamento, há 18 meses. A expectativa da marca é que o Brasil incremente estes números em pelo menos 20%. algo em torno de 2 mil unidades mensais.

Por Eduardo Rocha – Auto Press

Postado em Banner principal, Capa, Diário MotorComentário (0)

Além das aparências

te200514-06O tecnológico 3008 incorpora o atual design global da Peugeot, que tenta elevar seu astral no Brasil

Itatiba/SP – O modelo avaliado, que rodou na apresentação cerca de 200 km entre a capital paulista e a cidade de Itatiba, era na nova cor marrom, a chamada “cor de lançamento”, que os marketeiros da Peugeot batizaram de Marron Rich Oak. Com a proposta de juntar a robustez de um utilitário esportivo com a praticidade de uma minivan e a dirigibilidade de um hatch, o 3008 se arrisca. Afinal, algumas características desses veículos – como a altura elevada das minivans e a esportividade dos hatches – podem se tornar contraditórias num mesmo carro. Mas, no 3008, a mistura funciona. O teto alto, a posição de dirigir elevada, a cabine espaçosa e o porta objetos refrigerado são óbvias heranças do “lado minivan” do 3008. Soluções como a dos bancos traseiros, que correm sobre trilhos para ampliar o espaço dos ocupantes de trás, também remetem aos monovolumes tipicamente familiares. Mas, quando o motorista pisa firme pela primeira vez no pedal do acelerador, qualquer impressão de que se trata de um daqueles carros para a mãe levar os filhos na escola fica para trás.
Nessa hora, quando o 3008 começa a ganhar velocidade, não é difícil imaginar que se está a bordo de um esportivo. O “powertrain” tem um comportamento fora de série. O 1.6 THP gera 165 cv de potência e torque de 24,5 kgfm já a 1.400 rpm – ou seja, basta pressionar o pedal da direita que o carro ganha velocidade – e ganha rápido. O equilíbrio do carro nas curvas de alta velocidade também impressiona bem. Na verdade, poucos detalhes deixam a desejar no 3008. Um deles é a ausência de câmara de ré, injustificável num modelo de R$ 100 mil. O outro é o fato dos equipamentos que ficam sobre o tablier – Head Up Display e a tela retrátil do dispositivo mutimídia – serem refletidos no parabrisas quando se dirige no sol, o que prejudica a visibilidade. De resto, continua a ter atributos para ser uma vitrine tecnológica da marca francesa.

POR LUIZ HUMBERTO MONTEIRO PEREIRA – AUTO PRESS

Postado em Banner principal, Cidade, Diário MotorComentário (0)

Duas mulheres feridas em acidente de trânsito

Automóvel subia em direção à Rua Paraná e acabou se envolvendo em colisão frontal

Automóvel subia em direção à Rua Paraná e acabou se envolvendo em colisão frontal

– Colisão frontal deixa dois carros destruídos na Beira Linha

Uma batida entre dois carros deixou duas pessoas feridas na Beira Linha e precisou do trabalho da equipe de emergência do 16º GBM. Os veículos ficaram colidiram frontalmente, causando estragos em ambos, mas nenhum ocupante teve ferimentos graves.
O acidente de trânsito envolveu um Fiat Tempra, conduzido por um rapaz, que de acordo com o registro policial não tinha habilitação e um Peugeot 306, conduzido por um motorista que é habilitado. O fato ocorreu no último domingo, aproximadamente às 15 horas, no encontro da Rua Beira Linha com a Rua Paraná, no Bairro da Beira Linha.

Batida forte destruiu parte da dianteira do Tempra que seguia pela Rua Paraná

Batida forte destruiu parte da dianteira do Tempra que seguia pela Rua Paraná

Duas vítimas

Com a batida ficaram feridas duas mulheres, uma que estava de carona no Tempra e a outra estava no Peugeot. Ambas as vítimas foram atendidas pelos socorristas do Corpo de Bombeiros que as encaminharam para o pronto socorro do HCT, onde ficaram sob observação médica no HCT. O local do acidente não foi preservado e por isso não foi acionada a pericia criminal. Os veículos fora então liberados ao fim do registro da ocorrência pelos policiais militares que atenderam a ocorrência. Os dois motoristas permaneceram no local após a colisão e não apresentavam sinais de embriaguez

 

Postado em Banner principal, PolicialComentário (0)

Peugeot lança o novo RCZ no país por R$ 132.990

RCZ é o emblemático cupê esportivo da marca que nasceu como um “carro dos sonhos” e vendeu mais de 50 mil unidades em cerca de 80 países.

Design arrojado no estilo europeu chega ao Brasil com preço competitivo no mercado de luxo

O modelo acaba de chegar à rede de concessionários em versão única de acabamento. Com design singular, o cupê esportivo adota a nova identidade visual da Marca, caracterizada por linhas ousadas e atraentes, e incorpora novos itens de série que reforçam seu caráter exclusivo.  Com sua gama de produtos alinhada ao portfólio comercializado no mercado europeu, a Peugeot traz para o país o novo RCZ, emblemático cupê esportivo da Marca que nasceu como um “carro dos sonhos” e vendeu mais de 50 mil unidades em cerca de 80 países. Dotado de linhas exclusivas, o modelo assume a nova identidade da linha Peugeot, com estilo elegante e esportivo. Em versão única de acabamento, o novo veículo já se encontra na rede de concessionários da Marca por R$ 132.990.

O conceito Motion & Emotion é a marca do novo coupé esportivo da Peugeot

 

 

Motion & Emotion

O RCZ evoca por completo o conceito Motion & Emotion, assinatura mundial da Peugeot. A grande diferença visual do modelo está na parte dianteira. Totalmente redesenhada, é marcada por seis LEDs sutilmente esculpidos em forma de “garras” e faróis de xênon direcionais com máscara negra, que conferem um aspecto ainda mais moderno e tecnológico. O capô realça a forma compacta do veículo e acolhe, a exemplo dos últimos lançamentos, o novo emblema Peugeot com duplo acabamento brilhante e acetinado, aplicado diretamente na carroceria. Suas linhas insinuantes e marcadas por requinte e dinamismo são acentuadas pelos charmosos arcos em alumínio que modelam as laterais e pela dupla ondulação no teto e nos vidros, características que representam a singularidade do veículo.

 

O estilo arrojado do RCZ também está no seu interior com o painel que possui revestimento em couro com costura aparente

 

 

Exclusividade por dentro e por fora

 

O interior do novo RCZ revela um ambiente que combina esportividade e elegância, em total harmonia com o estilo exterior. O painel, por exemplo, possui revestimento em couro com costura aparente, que se integra perfeitamente às formas elegantes de cada detalhe. O habitáculo do cupê também evoluiu em relação à geração anterior, ampliando a percepção de qualidade. O modelo agora conta, de série, com o novo kit multimídia WIP NAV, com GPS integrado ao painel de tela multifunções de 7 polegadas rebatível eletricamente, em cores e de alta resolução. Conta também com WIP Sound (rádio CD player com leitor de MP3), WIP Plug (conexão USB / iPod + entrada auxiliar), WIP Bluetooth (kit mãos livres),  comando de rádio na coluna de direção e sistema de som de alta fidelidade Hi-Fi JBLTM, com amplificador de 240 W e seis alto-falantes. A grelha da alavanca de câmbio recebe tratamento em preto laqueado, enquanto os painéis das portas são ornados com detalhes em couro, combinando com os bancos esportivos no mesmo material. Completando o ambiente sofisticado, detalhes em alumínio são aplicados entre o painel de instrumentos e o console central.

O novo RCZ eleva ao mais alto nível as noções de precisão e sensações de condução, a fim de aguçar todos os sentidos do condutor

Ajustes elétricos do banco

O condutor encontra facilmente a melhor posição de dirigir, por meio dos ajustes elétricos do banco (com memória de posição), para desfrutar o comportamento do veículo: assentos envolventes, genuinamente esportivos, com revestimento em couro e encostos de cabeça integrados fazem o condutor se sentir dentro de um cockpit – e o acompanhante tem a mesma sensação. Todos os comandos estão ao alcance das mãos, como o regulador e o limitador de velocidade. Por se tratar de um cupê esportivo, o banco traseiro possui os dois lugares demarcados e a dupla curvatura do teto garante mais espaço aos ocupantes. A praticidade também é um destaque no RCZ: o volume do porta-malas, que está entre os mais generosos da categoria, dispõe de 321 litros e pode ser ampliado para até 639 litros com o rebatimento do encosto dos bancos traseiros. O modelo conta, ainda, com espaços de arrumação sob o assoalho, que garantem um espaço adicional de 30 litros.

 

As proporções do RCZ, as linhas esculpidas da carroceria e a dupla ondulação do teto favorecem a circulação do ar em benefício de uma boa aerodinâmica.

 

 

Sensações de condução ainda mais precisas

 

Expressando todo o know-how da Peugeot em termos de comportamento na estrada, o novo RCZ eleva ao mais alto nível as noções de precisão e sensações de condução, a fim de aguçar todos os sentidos do condutor. Ele conta com os sempre eficientes sistemas de suspensão da plataforma 2 do Grupo PSA Peugeot Citroën (pseudo McPherson na frente e travessa deformável atrás) e dispõe de direção com assistência eletro-hidráulica variável, que garante um perfeito equilíbrio em todas as circunstâncias e proporciona um comportamento dinâmico exemplar. As proporções do RCZ (1,36m de altura), as linhas esculpidas da carroceria e a dupla ondulação do teto favorecem a circulação do ar em benefício de uma boa aerodinâmica. Para potencializar a eficiência do conjunto, o veículo possui um centro de gravidade particularmente baixo, bitolas alargadas e pneus generosos, de 18 polegadas (235/45 R18). O aerofólio móvel traseiro contribui para aumentar essa eficiência, podendo adotar duas posições em função da velocidade do carro, de modo a assegurar excelente estabilidade. A primeira posição (19º) é aberta quando o veículo ultrapassa os 85 km/h (e retorna para a posição inicial quando a velocidade fica inferior a 55 km/h), enquanto a segunda posição (34º) é acionada a partir de uma velocidade superior a 155 km/h (voltando à posição com velocidade abaixo de 142 km/h). Vale destacar que é possível ativar a posição “2” por meio de um botão localizado no console central, se o condutor assim desejar.

 

Desempenho acima da média: A originalidade e modernidade do RCZ são reforçadas pela motorização THP (Turbo High Pressure) de 165 CV de potência máxima, aliada a uma caixa de câmbio automática sequencial de seis velocidades

 

 

Segurança e tecnologia à altura de um posicionamento premium

 

De acordo com seu posicionamento fora de série e grande dinamismo, o RCZ dispõe de equipamentos sofisticados, que auxiliam a condução e asseguram conforto e segurança ao motorista e aos passageiros. Fazem parte da lista de itens de série equipamentos como controle de tração inteligente (ASR) integrada ao controle de estabilidade (ESP), freios com sistema ABS de última geração com auxílio para frenagem de urgência (AFU) e repartidor eletrônico de frenagem (REF), quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Hill Assist (ajuda para partida em aclives), faróis de duplo xênon direcionais, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, ar-condicionado digital Bi-Zone e para-brisas acústico, entre outros. O RCZ se beneficia do mais alto nível de segurança passiva com uma estrutura otimizada que compreende, por exemplo, três pontos de reforço dianteiros para absorção de energia em caso de impactos. Em relação aos choques laterais, os reforços das portas, do piso e da base de esforços da parte traseira foram concebidos para proteção dos passageiros. Na parte traseira, especificamente, uma viga situada na altura do porta-malas absorve os impactos e facilita a reparação. Além disso, o modelo possui sistemas de retenção eficazes e um capô ativo com acionamento pirotécnico, especialmente desenvolvido para reduzir os danos de um eventual atropelamento, sem interferir na estrutura do veículo em termos de desenho e arquitetura (base e capô baixos). Assim, quando os sensores situados na parte dianteira do veículo detectam uma colisão, um sistema pirotécnico localizado no capô é ativado e o eleva até 65 mm em apenas 0,1 segundo.

 

O novo RCZ está disponível em duas opções de cores metálicas (Preto Perla Nera e Vermelho Erythrée) e uma cor perolizada (Branco Nacré).

 

 

Alta potência com o propulsor 1.6l THP de 165 CV

 

A originalidade e modernidade do RCZ são reforçadas pela motorização THP (Turbo High Pressure) de 165 CV de potência máxima, aliada a uma caixa de câmbio automática sequencial de seis velocidades. Esse propulsor, conhecido e aclamado pelo consumidor brasileiro, combina baixa cilindrada com alta potência e, em função de seu torque elevado em baixa rotação, garante consumo reduzido e alta performance. Alimentado por um sistema de injeção direta de gasolina, o motor de alumínio de 1.598 cmde cilindrada, desenvolvido com a BMW, tem cabeçote composto de 16 válvulas com comando de admissão variável, balancins roletados e desenvolve 165 CV de potência a 6.000 rpm. Com um torque máximo de 24,5 mkgf disponível a 1.400 rpm, oferece ao condutor força e segurança em ultrapassagens e retomadas de velocidade nos deslocamentos urbanos, por exemplo. A ótima performance desse motor deve-se ao desenvolvimento de diversos componentes com o propósito de redução de atrito, gerando, assim, economia de combustível e baixíssima emissão de poluentes na atmosfera. Exemplo: o alternador, a bomba de óleo, a turbina do motor, a válvula termostática, a bomba d’água e o comando de válvulas de admissão são pilotados, ou seja, comandados segundo uma estratégia definida eletronicamente pelo módulo da injeção eletrônica. Isso permite um controle muito mais preciso de seu funcionamento, sem desperdícios de energia comuns nos motores convencionais. As folgas internas neste tipo de motor também são muito pequenas comparadas com os motores convencionais. Elas só são conseguidas porque em sua fabricação são utilizados maquinários modernos e de excelente padrão de usinagem, que gera uma durabilidade maior ao longo do tempo.

Dono de um temperamento forte, particularmente marcado por seu estilo inovador e comportamento dinâmico inspirador, o modelo expressa originalidade em cada detalhe

Rápida e suave troca de marchas

Atrelada a essa motorização, o veículo dispõe de uma caixa automática sequencial de seis velocidades. Trabalhando sempre com o melhor regime de rotação do motor, ela permite uma rápida e suave troca de marchas, contribuindo em boa parte ao grande prazer de condução proporcionado pelo modelo. Outro fator importante na caixa automática é que o conversor de torque utilizado também é pilotado. Neste tipo de conversor, uma embreagem interna efetua a ligação mecânica entre o motor e a caixa, gerando o efeito de “freio motor”. Assim, o condutor tem a mesma sensação de um carro equipado com caixa manual: ao retirar o pé do pedal do acelerador, o veículo “freia” pelo motor. Por consequência, há maior economia dos freios e de combustível, visto que a injeção, nestas condições, não libera uma gota sequer de gasolina para ser queimada. O novo RCZ está disponível em duas opções de cores metálicas (Preto Perla Nera e Vermelho Erythrée) e uma cor perolizada (Branco Nacré). O modelo conta com garantia total de três anos sem limite de quilometragem e revisão com preços fixos.

 

O “carro dos sonhos” que virou realidade

 

O Peugeot RCZ foi revelado no Salão de Frankfurt de 2007, ainda como concept car, e transformado em um legítimo cupê esportivo (2+2 lugares) dois anos e meio depois. Dono de um temperamento forte, particularmente marcado por seu estilo inovador e comportamento dinâmico inspirador, o modelo expressa originalidade em cada detalhe. Seu caráter singular está presente até mesmo no nome, já que o RCZ foi o primeiro veículo de passeio da Marca a não utilizar numeração em sua nomenclatura. Com o novo RCZ a Marca comprova: o que já era bom pode fica ainda melhor.

 

 

Postado em Banner principal, Diário MotorComentário (0)

Família escapa com vida de grave acidente

Nesta semana, vários acidente chamaram a atenção em Teresópolis, mas não houve vítimas fatais.

– Colisão violenta derrubou um poste na Estrada Teresópolis-Itaipava

Cinco pessoas de uma mesma família escaparam com vida de um violento acidente ocorrido por volta das sete horas da manhã desta sexta-feira na Estrada Teresópolis-Itaipava, quando um Peugeot de cor prata em que eles retornavam para a cidade saiu da pista e colidiu frontalmente com um poste.
O acidente ocorreu quando o veículo retornava de Três Rios, onde os ocupantes foram assistir a um show sertanejo e o impacto foi tão violento que o poste partiu e tombou na pista. A condutora do veículo era Maria Helena Moura, moradora do Bairro São Pedro que levava os filhos Jeferson de Moura, Juliana de Moura e Jessica de Moura e o cunhado chamado Diego, moradores da Fazendinha.
O trecho do acidente fica nas proximidades do Bairro de Quebra Frascos, já na entrada da cidade. O trânsito ficou interditado já que o poste impediu a passagem nos dois sentidos da pista. Enquanto isso, as equipes de emergência prestaram o atendimento aos envolvidos no acidente, foi feito um isolamento para garantir a segurança no local, já que a fios de alta tensão ficaram expostos na rodovia.
O irmão da mulher que dirigia o veículo esteve no local para acompanhar os procedimentos e contou ao repórter José Carlos Cacau que acredita que o acidente tenha ocorrido por conta de um cansaço da motorista. “Estavam vindo do show de Jorge e Mateus, em Três Rios, provavelmente a minha irmã deve ter dormido, cansada da após o passeio noturno. Estavam ela, três filhos e meu genro”, disse José Antonio dos Anjos, morador da Fazendinha. Os jovens têm a idade de 16, 20 e 23 anos.

Poste caiu e interrompeu o tráfego nas duas pistas da Estrada Teresópolis-Itaipava por algumas horas

Destruição do poste

Os ocupantes do carro foram levados para a emergência do Hospital das Clínicas de Teresópolis e nenhum deles corre risco de morte.
Por conta da destruição do poste, foi necessário um intenso trabalho da concessionária de energia para conseguir realizar a retirada do poste atingido e da colocação de outro no lugar. Para essa operação complicada, foi necessário que os motoristas tivessem muita paciência, já que o serviço incluía fazer a reconstituição da fiação elétrica que é um serviço complexo que exige muita perícia dos profissionais.
Agentes da Guarda Municipal estiveram presentes ao local para a coordenação do tráfego, enquanto homens da Polícia Militar fizeram o registro do ocorrido e também acompanharam toda a operação. Outras empresas também foram até o local para verificar a situação do cabeamento de serviços como internet e TV a Cabo.
Por conta da paralisação no trânsito, vários motoristas estavam optando por utilizar uma rota alternativa, passando por pimenteiras para chegar ao Quebra-Frascos e seguir viagem para Itaipava.

Peugeot vinha de Três Rios com cinco ocupantes e colidiu contra o poste já na entrada da cidade

Moto bate em pick-up

Horas depois no mesmo trecho da Avenida Presidente Roosevelt, próximo ao número 2626, um motociclista que transitava em direção a Itaipava acabou colidindo na traseira de uma picape Pampa de placa KVL 6485, dirigido por Guilherme Gonçalves.
Ele foi surpreendido com o transito parado e bateu, quando estava conduzindo uma moto de modelo XT. O motociclista identificado como Murilo Nascimento Júnior foi atendido pelos bombeiros, recebeu prontamente os primeiros socorros e encaminhado para a emergência do Hospital das Clínicas de Teresópolis.
De acordo com o motorista da picape, ele havia parado pouco antes devido à paralisação do tráfego no trecho e logo depois o condutor da moto veio em velocidade atingindo a traseira do veículo e foi projetado metros à frente. Com a violência da colisão, o motociclista sofreu vários ferimentos no braço e no rosto.

 

Postado em Banner principal, PolicialComentário (0)

“Guardador” de carro acusado de furto de veículo

Por conta do impacto o veículo sofreu perda total. O carro foi achado 40 minutos depois de ser furtado no Alto

– Veículo foi encontrado capotado e abandonado às margens da BR 116, em Providência

 

Uma turista, moradora do Rio de Janeiro, foi vítima de furto de veículo neste final de semana, em uma das ruas perto da Feirinha de Teresópolis. O crime aconteceu quando ela estacionou seu Peugeout 207 e um “guardador” disse que tomaria conta até que ela retornasse. Ao voltar para pegar o veículo e percebeu que ele tinha sido furtado. A Polícia foi acionada, e cerca de 40 minutos depois carro e suspeito haviam sido encontrados, no 2º Distrito. Além de passar pelo susto de ter seu veículo levado por um criminoso, a vítima ainda ficou no prejuízo, já que o suspeito capotou e abandonou o Peugeout às margens da BR 116.

Após furtar este veículo, durante a fuga acusado perdeu o controle e abandonou o veículo às margens da rodovia

“Guardadores”

O crime aconteceu na tarde de sábado, 13, quando uma moça, moradora do Rio de Janeiro, em visita à Feirinha de Teresópolis, estacionou seu carro, um Peugeout prata, placa LPP 9145, em uma das ruas adjacentes. Um dos “guardadores” que vigia os carros dos visitantes de maneira informal, disse que tomaria conta do carro. Ela saiu por alguns minutos e ao retornar, percebeu que o veículo havia sido levado.
A vítima, identificada como Lívia, moradora do Rio: “A gente ficou super nervoso. Só saímos para almoçar, demos uma volta na Feirinha e quando voltamos eu fiquei procurando a chave do carro, nem tinha me dado conta de que ele não estava no lugar onde eu estacionei, paramos um carro policial que passava pelo local e eles passaram no rádio e foi muito rápido, chegamos na delegacia e deram a notícia de que o carro estava capotado na estrada, a gente foi até lá e ele estava todo destroçado e voltamos para a delegacia e já tinham pego o indivíduo. Quero parabenizar a pólicia porque se fosse no Rio eu ficaria meses se conseguisse algum retorno, e aqui foi muito rápido mesmo, muito bom trabalho”.

Encontrado

A jovem entrou em contato com a Polícia Militar, e cerca de 40 minutos depois do furto, os militares do Setor ECO, Sargento Medeiros e Soldado Souza encontraram o veículo, capotado às margens da BR 116, altura do km 60, em Providência. O acusado, o mesmo “guardador” de carros do bairro do Alto, havia fugido.
Ainda em patrulhamento para localizar o criminoso, os militares receberam a informação de que ele tomara um ônibus que saía de Providência em direção à localidade de Água Quente. Ao fazer a abordagem dentro do coletivo indicado, o homem foi encontrado, e encaminhado à 110ª Delegacia de Polícia.
O acusado, de 31 anos, morador do Rosário, que já teria uma passagem por roubo, disse que queria evitar que o veículo fosse furtado, e que por isso pegou o carro. “Eu quis guardar o carro e acabei capotando com ele. Eu ia levar ele para casa e ia devolver. Ela deixou a chave na ignição, ligado e eu fiquei com medo de outra pessoa levar o carro”, contou.
O homem foi autuado e permanece preso na 110ª DP á disposição da justiça.

 

Postado em Banner principal, PolicialComentários (2)

Peugeot capota na estrada Rio-Bahia no sentido Meudon

O trânsito ficou em meia pista até a retirada do Peugeot, que teve danos em todas os lados e afundamento de teto

– Apesar do grande susto, motorista teve apenas lesões leves

 

Na chuvosa noite do último sábado, por volta das 20h, o Corpo de Bombeiros deslocou suas ambulâncias e caminhões de resgate para mais um acidente de trânsito na principal rodovia que corta o município, a Rio-Bahia. O motorista do Peugeot azul placa LNF-9170 seguia sentido Meudom e perdeu o controle no quilômetro 82. O acidente aconteceu em um trecho de curva e o veículo ficou completamente destruído. Porém, apesar do grande susto, o motorista do carro de passeio teve apenas lesões leves. O atendimento foi prestado na ambulância dos Bombeiros. O trânsito ficou em meia pista até a retirada do Peugeot, que teve danos em todas os lados e afundamento de teto.

Postado em Banner principal, PolicialComentário (0)

Peugeot lança o 208 no Brasil

 

Design do 208 combina dinamismo e elegância

Veículo global e produzido no Centro de Produção de Porto Real (RJ), do Grupo PSA Peugeot Citroën, chega dia 13 de abril à rede de concessionários como um dos veículos mais modernos de seu segmento.

Baseado numa proposta inovadora, o 208 reinterpreta o prazer de condução apoiado em três eixos: design que combina dinamismo e elegância, experiência de condução, marcada por uma arquitetura interior totalmente repensada, e tecnologia, expressada pela oferta de equipamentos antes encontrada somente em segmentos superiores. Com o motor 1.5 L Flex, o 208 conquista a classificação “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular”, do Inmetro. O modelo também é oferecido com o propulsor 1.6 L Flex Start, que dispensa o uso do tanquinho de gasolina para partida a frio. O novo hatchback compacto chega com 3 anos de garantia total e um pacote de revisão com preços fixos bastante competitivo.

 

 

Painel moderno e de bom gosto em harmonia com o console

 

 

 

 

Sedutor

Para criar um automóvel capaz de seduzir uma grande variedade de clientes em todo o mundo com expectativas em constante mudança, não bastava uma simples remodelação. Dessa forma, o projeto de concepção do hatchback 208 recebeu, desde o início, a especificação mais ousada já estabelecida pela Peugeot para desenvolver um veículo que deve representar um salto de geração no segmento B (carros compactos). A Marca não hesitou, contudo, em reconsiderar diferentes princípios estabelecidos com o propósito de reinventar os códigos nos quais os ícones 205, 206 e 207, por exemplo, se baseiam para criar este que é agora o herdeiro natural da série 200, que vendeu mais de 15 milhões de unidades no mundo em 30 anos, sendo quase 600 mil no Brasil desde 1999.

Detalhe do farol: Estilo e tecnologia juntos

Mercado nacional e Argentina

Apoiada na estratégia de internacionalização cada vez maior de suas operações, a Marca decidiu pelo desenvolvimento e produção do 208 no Centro de Produção de Porto Real (CPPR), no Sul Fluminense, apenas um ano após seu lançamento mundial na Europa. As unidades fabricadas no Rio de Janeiro irão abastecer o mercado nacional e a Argentina de forma prioritária, além de parte da região da América Latina. Como um veículo global, o Peugeot 208 sai também das linhas e montagem de Poissy (França) e Trnava (Eslováquia). A concepção do 208 durou três anos e foi realizada em paralelo com a França. Foram consideradas as necessidades do mercado e dos clientes brasileiros desde o início do desenvolvimento na Europa. Cerca de 780 colaboradores do país participaram do projeto, que contou com o investimento de R$ 800 milhões, parte dos R$ 3,7 bilhões injetados no país pelo Grupo PSA Peugeot Citröen entre 2010 e 2015.

Sucesso garantido: Peugeot 208

Crescimento

Com o 208, a Peugeot completa a renovação de sua gama de veículos no Brasil, que em 2010 iniciou uma forte ofensiva comercial que contabiliza nada menos que oito lançamentos (3008, 408, RCZ, 408 THP, 308, 508, 308 CC e 308 THP). O novo hatchback inaugura uma nova fase de crescimento para a Marca no país, que hoje dispõe de uma gama de veículos particulares totalmente alinhada à Europa. Baseada em quatro eixos da gama de produtos – Compactos, Médios, Premium e Utilitários – o 208 se apresenta como uma dos mais importantes peças da estratégia de atuação da Marca.

 

 

Postado em Banner principal, Diário MotorComentário (0)

DIARIO MOTOR: Peugeot 2008, o novo crossover

A Peugeot inova ao apresentar um crossover urbano que proporciona uma experiência de
condução única

Com o 2008, a Marca capitaliza o sucesso do crossover 3008 e uma oferta automotiva inédita no
segmento B. O veículo, que será lançado no mercado europeu no primeiro semestre de 2013, está
inserido em uma dinâmica ofensiva de produto iniciada com sucesso pelo 208.
A Peugeot inova ao apresentar um crossover urbano que proporciona uma experiência de
condução única, graças a:
– um posto de condução inovador, estruturado ao redor de um volante de dimensões reduzidas,
com instrumentos do tipo head-up display e uma central multimídia com tela sensível ao toque;
– um comportamento dinâmico sinônimo de prazer, garantido pela reconhecida competência de
seu sistema de suspensões;
– liberdade de trilhar novos caminhos em função da altura livre do solo, das proteções e do Grip
Control.

O diretor geral da Peugeot fala sobre o novo veículo da marca: “Com o 2008, a Marca tem em mãos o veículo para consolidar sua posição de líder do segmento na Europa e para conquistar novos clientes na Ásia e na América Latina”. O diretor ainda observa. “Com o 2008, a Peugeot dá continuidade a sua ofensiva em matéria de produtos e capitaliza o sucesso do 3008, disponibilizando um novo crossover, urbano e inovador, rumo à conquista de uma clientela
mundial”

O visual traseiro associa elegância, robustez e dinamismo

Um conceito internacional

Atualmente, condutores de todo o mundo buscam um veículo que seja prático e dinâmico para
utilização nos grandes centros urbanos e, ao mesmo tempo, atendam às necessidades para o uso
fora da cidade.
Pensando nisso, a Marca elaborou um caderno de encargos com objetivos ambiciosos. O “Crossover
by Peugeot” combina uma experiência de condução única, um design forte e vantagens de utilização.
O desafio consistiu em integrar esse DNA à concepção, em três zonas geográficas, de um veículo
destinado a uma clientela mundial. Os 2008 comercializados na Europa serão produzidos na fábrica
de Mulhouse (França).

O movimento dinâmico e elegante do teto também assina com elegância o perfil do veículo

Inovação

Com apenas 4,16m de comprimento e 1,74 de largura, o 2008 inova ao associar como nenhum outro
uma condução estimulante, a robustez de um SUV e um espaço a bordo cuja habitabilidade,
modularidade e conforto convidam a aproveitar cada instante. À vontade tanto na cidade quanto na
estrada, o modelo permite explorar novos territórios graças a seu sistema de motricidade reforçada
pelo Grip Control. “Os clientes exigem estilo, prazer de dirigir, funcionalidade e qualidade. As equipes na França, na China e no Brasil trabalharam juntas para fazer desses atributos o DNA do 2008”, afirma Brigitte Courtehoux, diretora do Projeto 2008.

Elegante e
robusto, o painel  vem revestido em couro nos níveis de acabamento superiores

Um estilo único para um novo território

O 2008 reinventa os padrões dos veículos de grande volume no segmento dos compactos. Inovador
à primeira vista, ele consegue aliar diferentes universos. O estilo forte afirma sua identidade a serviço
da praticidade, do volume e da experiência de condução. “O 2008 soube misturar universos e culturas para oferecer um estilo que vai além das expectativas dos clientes”, ressalta Gilles Vidal, diretor de Estilo da Peugeot

Postado em Diário MotorComentário (0)

Novo Peugeot 2008

As motorizações de última geração tiram o máximo partido da leveza e da silhueta perfilada

– O crossover da marca francesa promete movimentar o mercado

 Com o 2008, a Peugeot capitaliza a experiência adquirida com o sucesso do crossover 3008, criando uma oferta automotiva inédita no segmento B. O modelo, que será comercializado inicialmente na Europa a partir do segundo trimestre, adota a dinâmica da ofensiva iniciada com sucesso pelo 208, cujas vendas já o colocam na segunda posição do seu segmento no continente. O novo crossover by Peugeot é o primeiro veículo da Marca concebido simultaneamente, e desde o início, por diferentes zonas geográficos. Com seus objetivos mundiais, o 2008 impulsiona a Peugeot, imprimindo uma nova dinâmica alinhada com a estratégia de desenvolvimento de sua oferta de crossovere de conquista de novos clientes.

 

Um conceito inovador

 

Num mundo em constante evolução, cada vez mais urbanizado, surge uma nova geração de clientes, ávidos por dinamismo e presentes em todos os continentes em busca de produtos ligados à sua imagem. Partindo dessa constatação, a Marca elaborou um caderno de encargos com objetivos ambiciosos. Desde o começo, ele integrou ao DNA do crossover by Peugeot, que associa experiência de condução inédita, estilo forte e benefícios de utilização, o desafio de conceber, entre três zonas geográficas, um veículo destinado a uma clientela mundial.

Valorizador e dinâmico, o novo modelo oferece, no segmento B, uma experiência rica e variada. Assim, com apenas 4,16 metros de comprimento, o 2008 inova ao associar como nenhum outro a condução de um sedã e a robustez de um SUV com um espaço a bordo cuja habitabilidade, modularidade e conforto convidam a aproveitar cada instante. À vontade tanto na cidade como na estrada, ele é um convite à evasão graças à sua oferta de mobilidade estendida. Estimulante, polivalente, o 2008 adapta-se a cada cliente. O 2008 será produzido na França (Mulhouse), na China (Wuhan) e no Brasil (Porto Real/RJ).

A face dianteira, confere um caráter mais expressivo, tecnológico e singular

Um estilo único, associando elegância e robustez

 

O 2008 reinventa os padrões dos veículos de grande espaço interno no segmento dos compactos. Inovador desde o primeiro contato, ele consegue aliar diferentes universos. A opção deliberada por um estilo forte afirma sua identidade a serviço da praticidade, do volume e da experiência de condução. “Criar o 2008 foi um verdadeiro desafio, mas já tínhamos uma ideia bem definida do veículo que queríamos oferecer aos clientes. O estilo, definido já nas fases iniciais, não sofreu nenhuma modificação importante até se chegar ao modelo de série. Acertamos desde o primeiro traço”, afirma Eric Dejou, responsável pelo Estilo do 2008. Segundo Gilles Vidal, diretor de Estilo da Peugeot, “O 2008 soube misturar os universos e as culturas para oferecer um estilo que vai além das expectativas dos clientes”.

 

O movimento dinâmico e elegante do teto também marca com elegância o perfil do veículo


Tecnologia e exclusividade

 

Com sua posição elevada, o 2008 é equipado com pneus  Mud & Snow  e rodas de 17 polegadas diamantadas com acabamento fosco. Sua forma particular em arco permite assentar o 2008 no solo e ao mesmo tempo sustentá-lo com leveza. Os para-choques e a parte inferior da carroceria na cor preta ajudam a preservar o veículo, assim como os protetores dianteiros e traseiros e os frisos laterais de aço inoxidável.

A frente adota os códigos estilísticos da Marca. Os elementos são ajustados com exatidão, depurados de qualquer excesso de material. Finamente esculpido, o capô expressa a proteção, a robustez e a leveza do 2008. A grade flutuante parece entalhada no volume e se ergue com uma expressão ao mesmo tempo refinada e potente. Os faróis inéditos são projetados levando em conta as funções técnicas. Afilados, eles brincam com a carroceria, desenhando a pupila de um felino. Esculpidos, formam um conjunto único com a face dianteira, conferindo-lhe um caráter ainda mais expressivo, tecnológico e singular. O “olhar” é realçado por luzes diurnas de LED.

 

Detalhe da traseira Peugeot 2008

Elegância e sofisticação

 

O novo crossover urbano apresenta uma escultura bastante elegante e sofisticada nos para-lamas e nas laterais, evocando qualidades atléticas evidentes. As vastas superfícies envidraçadas, incluindo o teto panorâmico, proporcionam um espaço interno espaçoso e aberto para seu entorno. A face traseira associa, com elegância, robustez e dinamismo. O porta-malas tem piso baixo e o teto dispõe de uma ondulação dinâmica, inspirado no RCZ. A ampla tampa está enquadrada por faróis solidamente fixados na carroceria. Flutuando em seu interior, três “garras” iluminadas por LEDs parecem suspensas.

 

Detalhe da frente do novo Peugeot 2008

Uma experiência de condução inédita

 

O movimento dinâmico e elegante do teto também marca com elegância o perfil do veículo. Uma onda do teto surge na altura dos lugares traseiros, criando um cenário exclusivo entalhado no metal. Como que embutido na carroceria, ele dá origem ao aerofólio, no prolongamento da mesma peça. As barras de teto, com um desenho preciso, completam as sugestões de dinamismo e lazer do 2008.

As motorizações de última geração tiram o máximo partido da leveza e da silhueta perfilada, proporcionando uma experiência de condução inédita associada a um desempenho diferenciado em matéria de consumo. Graças à tecnologia dos motores Diesel e-HDi e 3 cilindros a gasolina, o crossover urbano 2008 se distingue da concorrência com emissões de CO  a partir de 99g/km.

Postado em Banner principal, Diário MotorComentários (2)


Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...