Tag Arquivo | "teatro"

Teresópolis recebe musical infantil no feriadão

 

Um clássico que promete agradar a todas as idades

Um clássico que promete agradar a todas as idades

– Duas peças que fizeram sucesso em teatros do Rio de Janeiro sobem a serra para alegrar a criançada

 

Teresópolis estará recebendo neste feriadão, entre os dias 19 e 21 de abril, dois musicais de alta qualidade que vem engrandecer a cultura em nosso município, além de ser um atrativo para as crianças, uma vez que os pequenos são tão carentes de eventos direcionados eles nesta cidade. As peças, que vêm de temporadas de grandes teatros no Rio de Janeiro prometem mexer com a garotada de Teresópolis e adjacências com textos lúdicos e bastante culturais, além da apresentação envolvente dos experientes atores da companhia. Primeiro entrará em cena “Porquinhos – O Musical”, com seções nos dias 19 e 20, sempre as 18hs. Depois de divertir o público com a clássica história dos suínos, o palco da casa de festas Inesquecível terá o lúdico musical “As Princesas No Faz de Conta”. Duas peças musicais com produção do laureado Alessandro do Valle e que antes de subir a serra estiveram em cartaz, com muito sucesso, no Teatro Leblon e no Teatro Gávea.

zmusical_inesquecível1 CFb

A produtora Luciana Salermo convida a todos para tardes de musicais infantis no feriadão de Teresópolis

Com o intuito de promover e fomentar além da cultura, os arranjos produtivos locais, a produtora Luciana Salermo resolveu trazer os musicais para a cidade que tanto admira, justamente por perceber que as pessoas aqui de Teresópolis costumam fazer um esforço grande para ir ao teatro no Rio de Janeiro. Desta vez, graças a ela, o espetáculo sobe a serra. “Vai ser muito bom contar novamente a história dos três porquinhos. Um sucesso mundial com uma produção maravilhosa. Tenho certeza que as crianças irão adorar, tanto quanto os pais, porque a peça traz uma mensagem de que o esforço vale a pena, de que só trabalhando que a gente consegue realizar os nossos objetivos e que não é com facilidade que se consegue alguma coisa. É e sempre será um grande sucesso para todas as idades”, empolga-se a produtora que também espera uma reação muito positiva do outro musical “As princesas no faz de conta”, muito lúdico e de sonho para as meninas. “É  um musical que traz aquela coisa do encantamento, do mundo mágico dos contos de fadas. É lindo, lindo!”, completa Luciana mostrando o cartaz cuidadosamente feito para este evento.

"As Princesas No Mundo do Faz de Conta" é um musical  do mundo mágico dos contos de fadas

“As Princesas No Mundo do Faz de Conta” é um musical do mundo mágico dos contos de fadas

Os musicais trazidos para Teresópolis, na verdade, são parte de um projeto de parceria da produtora Luciana Salermo e a Casa de Festas Inesquecível que promete muito mais. “Essa nossa parceria tem tudo para dar certo, com a conceituada Casa de Festa Inesquecível abrindo  as portas para os nossos espetáculos e com isso, com certeza, traremos muito mais com projetos de música, teatro, feiras, mostras, tardes literárias e muitos outros entretenimentos culturais,  que virão agregar valor ao potencial turístico da cidade. Facilitando o acesso à  bons produtos e diminuindo distância para o Rio de Janeiro que é tão perto, com isso iremos baratear os custos para quem quiser se divertir com cultura”, afirma Luciana que já está com muitos projetos “engatilhados” e elogia o espaço e a estrutura da Inesquecível. ‘Nossa ideia, além de gerar divisas para a cidade, é a de favorecer a população porque, porque os nossos eventos irão possibilitar a contratação de mão de obra local e – por consequência – aumentar o volume de negócios em vários setores de turismo”, completa a produtora que quer, inclusive, empregar os atores locais.

 Apaixonando pais e filhos

A parte técnica dos musicais chamaram a atenção da produtora, que assistiu à um dos espetáculos na Zona Sul do Rio e ficou encantada com os atores, produção, cenários, figurinos… “O cenário é fantástico, o figurino maravilhoso, nada é de improviso. Estamos trazendo peças que foram tratadas com muito carinho, com riqueza de detalhes e que vão surpreender muita gente. Tenho certeza”, sorri a produtora que espera que todos possam comparecer na casa de festas Inesquecível nos dias 19 e 20 de abril para curtir a peça “Porquinhos – O Musical”, a partir das 18h e no dia 21, quando teremos duas seções às 18h30 e as 20h com “As princesas no faz de conta”. Atores capacitados e produção de primeira, diversão garantida. Os ingressos já estão à venda na Casa de Festa Inesquecível. Informações através dos telefones: (021) 98173-5311 (Luciana Salermo) e 97686-2707 (Arthur Resende).

 

Postado em Capa, CulturaComentário (0)

Fim de semana de teatro no Sesc Teresópolis

Lançando mão do humor, a peça conta o último combate do homem comum - que é um pouco de todos nós

Lançando mão do humor, a peça conta o último combate do homem comum – que é um pouco de todos nós

– Peça “Vianninha conta o último combate do homem comum” será apresentada no sábado

“Valores morais e políticos deturpados e dificuldades financeiras servem de fundo para uma situação particular de uma família de cinco filhos (casados) que não podem (ou não querem) se responsabilizar pelos pais idosos”. A história faz parte da peça “Vianinha conta o último combate do homem comum”, que será apresentada no Sesc Teresópolis no próximo sábado, dia 11, às 20h.

Originalmente conhecida como “Nossa Vida em Família” ou simplesmente “Em Família”, a peça de Oduvaldo Vianna Filho, escrita no início dos anos 1970, recebeu do diretor Aderbal Freire-Filho este novo título, que homenageia as lendárias montagens do Teatro de Arena, e destaca, como diz o Diretor, “a grandeza desse personagem tão caro à dramaturgia da sua geração: o lutador anônimo, o homem comum”.

A peça conta o último combate do homem comum - que é um pouco de todos nós

“É sempre oportuno fazer um texto do Vianinha. Ele é um dos nossos autores clássicos”, afirma o diretor da peça Aderbal Freire-Filho

No elenco estão Cândido Damm, Vera Novello, Ana Velloso, Paulo Giardini, Gillray Coutinho, Isio Ghelman, Ana Barroso, Beth Lamas, Bella Camero,  Kadu Garcia. Lançando mão do humor, a peça conta o último combate deste homem comum – que é um pouco de todos nós. Depois de uma vida inteira de trabalho, um casamento de longa data e cinco filhos criados, Souza (o nosso protagonista) se vê sem ter onde morar e sem autonomia, sendo obrigado a se separar de sua companheira de toda a vida, por decisão dos filhos. Vianinha pinta um triste – e ainda atual – quadro sobre o idoso no Brasil, mas sempre usando as tintas do humor e assim imprimindo uma dimensão humana aos seus personagens.

“É sempre oportuno fazer um texto do Vianinha. Ele é um dos nossos autores clássicos. O teatro brasileiro é jovem, recente e a gente reconhece esse mesmo valor no teatro do Nelson Rodrigues, uma das nossas referências. Ambos são inventores do teatro brasileiro, que bebe dos teatros universais. O Vianinha é um ‘autor inventor’ que descobriu formas novas, ‘abriu o palco’. O  teatro dele tem características não só dramáticas quanto épicas. Os personagens trazem reflexão e um pensamento que traduz o homem comum brasileiro”, afirma Aderbal.

Os ingressos custam R$ 8,00 (inteira); 4,00 (meia), 2,00 (comerciário). A classificação etária é 14 anos e o espetáculo tem 120 minutos de duração. O Teatro Sesc Teresópolis fica na Avenida Delfim Moreira, 749, Várzea.

Histórico do espetáculo

“Vianinha conta o último combate do homem comum” estreou no dia 20 de junho de 2014 no Teatro Sesc Ginástico, onde permaneceu em cartaz até 03 de agosto. Em função do sucesso do espetáculo junto ao público e à crítica especializada, o espetáculo fez mais uma temporada – no mês de agosto, no Teatro Poeira. O ator Cândido Damm foi contemplado com o Prêmio Cesgranrio na categoria Melhor Ator 2014. O ator também teve indicação para os Prêmios Shell, APTR e Questão de Crítica na categoria Melhor Ator. A direção de Aderbal Freire Filho, a cenografia de Fernando Mello da Costa, o elenco e o espetáculo também estão indicados ao Prêmio Questão de Crítica. A iluminação de Paulo César Medeiros foi indicada ao Prêmio APTR. O espetáculo foi contemplado com o PRÊMIO FUNARTE DE TEATRO MYRIAM MUNIZ.  Foram realizadas apresentações no Teatro da UFF, no SESC Nova Iguaçu e no SESC Niterói.

Em 1970, a peça “Em Família” foi escrita por Vianninha e dirigida por Sergio Britto. Posteriormente, o texto seria transformado pelo autor em roteiro de filme, dirigido por Paulo Porto e vencedor da Medalha de Prata no Festival Internacional de Moscou em 1971. O mesmo texto, reescrito em 1972 por Vianninha, teve seu título mudado para “Nossa Vida Em Família”, e estreou no Teatro Itália, em São Paulo, em março do mesmo ano, com direção de Antunes Filho e cenografia de José de Anchieta, e um elenco encabeçado por Paulo Autran e Carmen Silva como os pais, acompanhados por Mauro Mendonça, Karin Rodrigues, Pedro Cassador e Cláudia de Castro como os quatro filhos que aparecem na peça.

 

Postado em Capa, CidadeComentário (0)

Paulinho Gogó em Teresópolis nesta quinta-feira

– Comediante da “Praça é Nossa” apresenta stand up na Casa de Portugal

Há nove anos personagem faz parte do programa “A Praça é Nossa”, com Carlos Alberto de Nóbrega

Há nove anos personagem faz parte do programa “A Praça é Nossa”, com Carlos Alberto de Nóbrega

Na próxima quinta-feira, 20 de novembro, feriado pelo Dia de Zumbi, o comediante Maurício Manfrini, mais conhecido como Paulinho Gogó, se apresentará em Teresópolis, com o show ‘No gogó do Paulinho’. A apresentação, em formato de stand up comedy, será realizada na Casa de Portugal, às 21h, e tem realização da Múltipla Cultural, com apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura. “O stand up comedy se consolida a cada dia como uma das maiores tendências do humorismo brasileiro. O show de Maurício Manfrini será mais uma oportunidade de entretenimento oferecida ao público teresopolitano, em um ambiente acolhedor e descontraído. Com certeza, um bom programa para o feriado”, comenta o Secretário de Cultura, Arnaldo Almeida. O show, solo de stand up do comediante Maurício Manfrini, traz ao palco histórias de seu personagem de maior sucesso na televisão, o Paulinho Gogó. Humorista, locutor, dublador e cantor, o comediante iniciou sua carreira artística há 18 anos, ilustrando o imaginário dos ouvintes do programa “Patrulha da Cidade”, na Super Rádio Tupi, líder de audiência no segmento. Na televisão, estreou no programa “Na Boca do Povo”, do apresentador Wagner Montes, e logo em seguida foi convidado a integrar a Escolinha do Professor Raimundo, liderada pelo mestre do humor Chico Anisio. Há nove anos faz parte do programa “A Praça é Nossa”, com Carlos Alberto de Nóbrega, onde interpreta o personagem de maior destaque no programa.
Segundo Manfrini, com personagem construído através de histórias do povo, era chegado o momento de aproximá-lo ainda mais de seu público. E assim, ele criou o espetáculo, que não conta com cenário ou iluminação sofisticada, onde o público passa 70 minutos envolto exclusivamente na atmosfera criada pelo humorista. Os ingressos estão à venda na secretaria da Casa de Portugal de Teresópolis, na Taco, na Pat Raquel Video Locadora e na Vogue Calçados. Preços promocionais podem ser obtidos pelo site www.boadaserra.com.br. Ingressos limitados. Classificação 14 anos. A Casa de Portugal fica à Avenida Lúcio Meira, 850, no Centro.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Espetáculos teatrais com palhaços agitam Teresópolis

– Grupo Off-Sina traz ambiente circense para a apresentação das peças

Os palhaços Café Pequeno e Currupita apresentam um roteiro de números excêntricos musicais

Os palhaços Café Pequeno e Currupita apresentam um roteiro de números excêntricos musicais

Duas peças de teatro vão movimentar Teresópolis neste fim de semana. Promovidas pelo Grupo Off-Sina, com apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, os espetáculos fazem parte do projeto “Pelas ruas da cidade” e serão encenados no domingo, 16 de novembro, a partir das 10h, na Feirinha do Alto, que fica na Praça Higino da Silveira, no Alto. Entrada franca. “Com sua proposta mambembe, o teatro de rua já apresenta diversos elementos da arte circense. Neste projeto, o Grupo Off-Sina torna tudo isso ainda mais mágico e verossímil, trazendo o universo do circo para o teatro. Será uma ótima oportunidade de arte e entretenimento de qualidade para adultos e crianças. Desde já, estão todos convidados a prestigiar o evento”, enfatiza o Secretário de Cultura, Arnaldo Almeida.
Iniciativa do Grupo Off-Sina, o projeto “Pelas ruas da cidade” – III Edição foi contemplado pelo Prêmio Funarte Artes na Rua – Circo, Dança e Teatro 2013 e vai percorrer durante os meses de novembro e dezembro as cidades de Petrópolis, Juiz de Fora, Nova Friburgo, Campinas e Teresópolis, reunindo diversas atrações e artistas para manter viva a arte circense. A abertura aconteceu em Petrópolis, na semana passada, e agora é a vez de Teresópolis. Serão duas apresentações, em sistema de circo-teatro de rua. Às 10h, será encenada a peça “Dois Palhaços pedem passagem”, com a Cia Sapato Velho. E às 11h, será a vez do espetáculo “Tremelicando”, com o próprio Grupo Off-Sina. Tudo com entrada franca.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Grandes shows do Festival de Inverno agradam público

– Novo espaço usado pelo Sesc é elogiado pela plateia que compareceu em massa nas três grandes atrações do fim de semana

Edgard Scandurra e seu parceiro Nasi anunciaram a volta mais consistente da banda e a dupla, que fundou o Ira! no início dos anos 1980, pretende fazer mais duzentos  shows em dois anos de turnê

Edgard Scandurra e seu parceiro Nasi anunciaram a volta mais consistente da banda e a dupla, que fundou o Ira! no início dos anos 1980, pretende fazer mais duzentos shows em dois anos de turnê

Com a nova proposta de usar a Praça do Alto como o palco para grandes atrações musicais dentro da programação do Festival de Inverno, o Sesc conseguiu agradar em cheio o público teresopolitano e ainda alcançar um de seu objetivos este ano, tornar o contato com a plateia mais intimista e direto. Marcelo D2, Pitty e Ira!, levantaram o público deste fim de semana. Com segurança, estrutura e comodidade, os espetáculos no Alto foram elogiados pelo público e também pelos próprios artistas. Com duas voltas ao mercado, de Pitty e Ira!, e a consagração de um estilo, o Hip Hop, os estilos mais variados estiveram representados no festival.
O primeiro a estrear a novidade da Praça da Feirinha foi o rapper Marcelo D2, que levou uma pequena multidão para o espaço em plena sexta-feira à noite. Com muito ritmo e vibração no palco, os grandes sucessos do Planet Hemp e de sua carreira solo voltaram ao palco e levantaram o grande público. Com direito a muito hip hop e sucessos do último disco ‘Nada Pode Me Parar’, D2 reuniu o poder de seus maiores hits com as suas parcerias musicais para encantar os seus fãs. Esse ano, Marcelo celebra seus 20 anos de carreira e mostrou em um show vibrante, com a participação de Fernandinho Beat Box, que o seu público tem na ponta da língua cada uma das músicas que marcaram essa trajetória.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

A Arte de Rua valorizada no Festival de Inverno deste ano

– Com shows no Alto e artista da cidade como inspiração do tema, a programação será 80% gratuita

 

Com presença de autoridades e da direção do SESC foram apresentadas as atrações do festival em Teresópolis, como música, dança, teatro, oficinas e atrações infantis, além das estratégias de comunicação para divulgação do evento, com destaque para a parceria com o comércio local

Com presença de autoridades, a direção do SESC apresentou as atrações do festival em Teresópolis

O evento mais esperado do ano em nossa região acaba de lançar a sua programação oficial da 13ª edição. “DACORDARUA” foi inspirado nos artistas e na arte produzida pelas ruas das cidades pelo país e uma destas inspirações é daqui, o artista do grafite, Rafael Se7. O Festival Sesc de Inverno, começa no dia 26 de julho. Como nas edições anteriores, terá apresentações de música, teatro, dança, artes visuais, literatura, cinema e oficinas. Também não vão faltar intervenções culturais em diferentes pontos da cidade, e com 80% delas gratuitas. Já nos disputados shows musicais, Teresópolis terá atrações como Marcelo D2, Pitty, Paulinho da Viola e Gabriel O Pensador, que vão se apresentar na quadra do Sesc Teresópolis e na Praça Higino da Silveira, no bairro do Alto. A proposta da edição 2014 é de ocupar espaços urbanos com manifestações artísticas que vão transformar.
Para celebrar toda essa cultura de rua em grande estilo e simbolizar essa aproximação com os artistas populares, o Sesc construiu, através de uma parceria com nove artistas urbanos, três grandes telas grafitadas, uma para cada cidade da região. A produção da tela de Petrópolis ficou por conta dos grafiteiros Airá Ocrespo, Davi Baltar e Rodrigo Doug; já a tela de Teresópolis, por sua vez, foi feita por Rafo Castro, Joana César e Rafael Se7; e a de Nova Friburgo foi pintada pela trinca Marcelo Ment, André Kajaman e Diego Monnerat. A obra de Teresópolis está em exposição na sede local e pode ser visitada por quem quer ver de perto do trabalho, que tem dimensões de oito metros de largura por três metros de altura.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Festival Sesc de Inverno vai destacar Arte de Rua

– Tradicional evento será de 26 de julho a 10 de agosto em Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo

A versão 2014 do Festival Sesc de Inverno terá atrações gratuitas como os shows da cantora Pitty e do rapper Marcelo D2

A versão 2014 do Festival Sesc de Inverno terá atrações gratuitas como os shows da cantora Pitty e do rapper Marcelo D2

Tá chegando a hora. Um dos principais eventos culturais do interior do Estado do Rio, o Festival Sesc de Inverno, começa no dia 26 de julho. Como nas edições anteriores, terá apresentações de música, teatro, dança, artes visuais, literatura, cinema e oficinas. A edição 2014 do evento terá 80% de suas atrações gratuitas e vai trabalhar a arte de rua como principal motivação. Com isso, não vão faltar intervenções culturais em diferentes pontos da cidade. Nos disputados shows musicais, Teresópolis terá atrações como Marcelo D2, Pitty, Paulinho da Viola e Gabriel O Pensador, que vão se apresentar na quadra do Sesc Teresópolis e na Praça Higino da Silveira, no bairro do Alto. A proposta da edição 2014 é de ocupar espaços urbanos com manifestações artísticas que vão transformar.
Como forma de apresentar o que está por vir, a unidade Teresópolis do Sesc, assim como as de Petrópolis (Quitandinha) e Nova Friburgo, recebeu um painel de grafite assinado por artistas como Rafael Set, Rafo Castro e Joana César. A obra está em exposição na sede local e pode ser visitada por quem quer ver de perto do trabalho, que tem dimensões de oito metros de largura por três metros de altura. “É a primeira mostra da arte urbana desse nosso Festival Sesc de Inverno. É a nossa primeira amostragem para o público e está aqui desde o final  de abril”, detalha o gerente da unidade Teresópolis, Eugênio Nascimento. “Nessa edição o Festival trouxe o tema da arte urbana e vamos demonstrar as atividades dentro da área de cultura, nas suas mais diversas linguagens, expressando na rua para que o público em geral tenha oportunidade de interargir com a cultura através deste tema, desta forma de arte urbana”, detalha.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Giovanna Fraga e Sil Esteves apresentam “Batom Comedy”

O espetáculo traz uma comédia em que situações do cotidiano são expostas de maneira natural e inteligente, em um novo modelo de stand up: as comediantes estão sempre juntas no palco

O espetáculo traz uma comédia em que situações do cotidiano são expostas de maneira natural e inteligente, em um novo modelo de stand up: as comediantes estão sempre juntas no palco

– Em um novo formato de Stand up, as comediantes ficam sempre juntas no palco e alternam piadas com show musical e improviso

A dupla Giovanna Fraga e Sil Esteves promete arrancar muitas gargalhadas de quem for ao Sesc Teresópolis no dia 7, quinta-feira. As louras comandam, na quadra de esportes, às 20h, o stand up “Batom Comedy”, espetáculo com o qual vêm divertindo plateias de várias partes do Brasil desde 2012. Com ingressos a preços populares que variam de R$ 2 a R$ 8, o show de humor tem inserido o Rio de Janeiro no contexto do stand up comedy feminino nacional de uma forma diferenciada. O espetáculo traz uma comédia em que situações do cotidiano são expostas de maneira natural e inteligente, em um novo modelo de stand up: as comediantes estão sempre juntas no palco. O formato torna o show mais dinâmico e divertido, com alternância também de pequenos shows musicais e boas doses de improviso.

O espetáculo tem alternância de pequenos shows musicais e boas doses de improviso

O espetáculo tem alternância de pequenos shows musicais e boas doses de improviso

Currículo forte

Atriz profissional formada pelo Teatro Villa Lobos (RJ) e jornalista, Giovanna Fraga é versátil, trabalhando com comédia e drama. Em 2011, foi semifinalista do quadro de humor “Quem chega lá?”, do “Domingão do Faustão”, e em 2012, foi convidada pela direção do programa para participar do quadro “Jogo da Comédia”, onde apresentou stand up comedy, personagem e uma imitação. Criadora de um dos poucos grupos de humor feminino do estado do Rio, Giovanna viajou o país com o Grupo de 4 Mulheres. Além do Batom Comedy, atualmente Giovanna trabalha com seu show solo: Soy Gio.
Atriz, humorista, roteirista e dubladora, Sil Esteves atua no quadro “Aqui vale tudo”, do “Domingão do Faustão”. Na TV, participou do programa “Toma Lá, Dá Cá”, da TV Globo, e de “Na lama e na fama”, com Erika Mader, “De cara limpa”, com Fernando Caruso, “Adorável Psicose”, entre outros do Multishow. No teatro, integrou espetáculos de improviso, comédia e stand up comedy, como “Viva o Cordel Encantado”, “Juiz de Paz na Roça”, “Trocando as Bolas”, “Valentinas”, além de “Os Esculachados”, com direção de Chico Anysio. Também tem passagens pelo cinema, como no longa “Claun”, do diretor Felipe Bragança, que estreou no Festival de Rottedarm. Na internet, participou da série de vídeos “O Jeitinho Carioca”, chegando à marca de mais de 1 milhão de visualizações no Youtube.

Postado em CulturaComentário (0)

Teatro de rua: Makunaíma na Calçada da Fama

Bloco na rua: espetáculo começa no ritmo do carnaval na Calçada da Fama

Grupo Teatro que Roda volta à Teresópolis e encena clássico brasileiro com ousadia e irreverência

Mais uma vez a rotina de quem passava pela Calçada da Fama foi quebrada. Era o fim da tarde da última quarta-feira, dia 14, quando os hábitos de um dos pontos mais centrais de Teresópolis foram alterados. O grupo goiano Teatro que Roda voltou a interagir com quem passava, desta vez com a adaptação ao clássico brasileiro Macunaíma, de Mário de Andrade, que ganhou nome e roupagem nova: “Makunaíma na Terra de Pindorama”. Depois de surpreender com o texto e as loucuras de Dom Quixote, foi a vez de trazer a realidade do herói indígena para a cidade. O evento é foi realizado pela Fundação Nacional das Artes – Funarte e pelo Ministério da Cultura.

Trupe ‘Teatro que Roda’ em cena: cultura na rua e interagindo com o público

Rio Paquequer

A encenação começou na ponte sobre o Rio Paquequer. Ali um animado bloco carnavalesco começou a surgiu, com direito a churrasquinho, cerveja e batucada. Pessoas que passavam eram chamadas a se juntar aos animados atores e participar da festa. Muita gente não entendeu, passou direto e seguiu seu caminho. Outros olharam de longe, curiosos. Alguns se juntaram e arriscaram participar da batucada. Era o aquecimento da apresentação.
O espetáculo de rua começou surpreendendo. Primeiro, o bloco de carnaval se transformou em uma grande roda, onde o texto começou a ser desenvolvido. O ator Dionísio Bombinha, que já havia encantado no papel de Dom Quixote, encarnou também Makunaíma.

Jovens que conversavam animadamente em uma mesa acabaram sendo incluídos na encenação, que teve o improviso como ponto forte

Grande cenário

O texto se desenrolou subindo a rua. Trechos da galeria, bancos, quiosques, fachadas de lojas. Tudo fazia parte do mundo do índio e de sua família. No imaginário da adaptação, a aldeia dos Tapanhumas estava ali, por onde passavam os moradores da cidade em sua correria diária. Até uma galinha foi solta na via, simulando uma caçada dos heróis. Um carro forte que passava também acabou fazendo parte do show, sendo reverenciado pelos personagens.
Em dado momento, um grupo de jovens que conversava animadamente em uma mesa de concreto também acabou inserido no espetáculo. Makunaínam usou a mesa como pedestal e todos se divertiram.
Pouco acima, outra adaptação ao mobiliário urbano da cidade. Um dos atores trabalhou toda sua cena do alto da marquise de um edifício comercial. A cena arrancou aplausos de quem estava na rua e também de quem estava nas janelas do prédio.
O trabalho dos atores, assim como no espetáculo da última segunda, terminou na esquina com a Avenida Delfim Moreira. Belo, simples, ousado. Não há como não aplaudir!

Teatro que roda

A segunda apresentação do grupo Teatro que Roda em Teresópolis faz parte do projeto ‘Estrada Real’, que comemora os dez anos de trabalho da trupe, que desde 2003 pesquisa o teatro de rua e as possibilidades de comunicar-se com os cidadãos. Além de Teresópolis, o grupo passou também pelas cidades fluminenses de Petrópolis e Paraty; e pelas mineiras Diamantina, Ouro Preto e Juiz de Fora. Fizeram parte da encenação os atores Patrick Mendes, Lenita Caetano, Julio Rodrigues, Ieda Marçal, Hugo Mor, Felipe Ferro e Dionísio Bombinha. A peça tem direção de André Carreira e Liz Eliodoraz como assistente.

 

Postado em Banner principal, CulturaComentário (0)

Corpo de Bombeiros comemora 157 anos

O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro celebrou seus 157 anos no Quartel Central, prédio histórico de 1908

– Cerimônia no Quartel Central contou com simulações de salvamentos e entrega de espadins a cadetes

O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro celebrou seus 157 anos nesta terça-feira (2), no Quartel Central, prédio histórico de 1908. Na ocasião, foi realizada a entrega dos espadins aos 49 cadetes do primeiro ano da 56ª turma do Curso de Formação de Oficiais, marcando a apresentação dos novos militares que vão se preparar durante mais três anos.  Primeiro lugar entre os cadetes que receberam os espadins, o cadete Wilson Tavares Júnior, de 27 anos, conta que teve de superar o trauma de nadar para conseguir entrar para a corporação, após a quarta tentativa. – Valeu a pena o esforço. Tive que me dedicar muito à parte física também. Meu papel agora é aprender a comandar heróis – disse Tavares, que sairá formado da Escola de Oficiais daqui a 3 anos.
A programação reuniu uma série de demonstrações profissionais, como atividades em altura (rapel, plano inclinado, salvamento de suicida, entre outras); atividades subaquáticas no tanque em chamas; e operações com produtos perigosos. Também foram feitas simulações de resgates com cães, de combate a incêndio e de atendimentos pré-hospitalares com motos.

Encenação teatral

Uma das novidades da cerimônia foi uma encenação teatral sobre a criação da corporação, com a aparição de Dom Pedro II, fundador do primeiro Corpo de Bombeiros do Brasil e patrono da corporação. O evento contou também com apresentação da Banda Sinfônica e iluminação decorativa. – Esta noite nunca vai sair da lembrança de cada um deles (os cadetes). É o primeiro rito de passagem desta instituição, onde o aprendizado é diário e que tem como pré-requisito o espírito humanitário – disse o secretário de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, acrescentando que a demonstração profissional mantém a capacidade de emocionar a cada ano que passa.
Estiveram na cerimônia o comandante da Policia Militar, coronel Erir Ribeiro da Costa Filho, a chefe da Policia Civil, delegada Martha Rocha, o secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, e o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta.

 

Postado em CidadeComentário (0)

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...