Tag Arquivo | "tratamento"

Verão: Cuidados para manter a pele saudável

“O que a gente indica é fazer tratamentos como a limpeza de pele e peeling. Nada com uso de ácidos”, disse Alessandra Vieira

“O que a gente indica é fazer tratamentos como a limpeza de pele e peeling. Nada com uso de ácidos”, disse Alessandra Vieira

– Tratamentos estéticos podem minimizar a ação nociva dos raios UVA e UVB

 

O verão inspira muitas pessoas a terem uma rotina de cuidados com a pele e com a saúde ainda maior. Pensando nisso, a Clínica Estética Corpo Leve está com diversos pacotes promocionais para auxiliar nesse processo. Alessandra Vieira, proprietária da clínica, afirma que este é o momento ideal para manter a pele longe das manchas e das queimaduras por conta do sol.

A ação inclemente dos raios UVA e UVB nesta época do ano pode trazer danos sérios à pele a médio e longo prazo, caso as pessoas não mantenham cuidados básicos no verão. Alguns tratamentos estéticos podem ser associados às praticas diárias para evitar que a pele sofra com o passar dos anos, como explica a esteticista Alessandra Vieira, proprietária da Clínica Corpo Leve: “O sol em excesso prejudica a pele, como todo mundo sabe. Pode causar queimaduras, acne e trazer outros malefícios. Os cuidados que a gente deve ter, como sempre é abusar do protetor solar, beber bastante água e fazer tratamentos para evitar as queimaduras”.

Ela lista alguns procedimentos estéticos que podem ser realizados neste período: “O que a gente indica nessa época é beber bastante água, e fazer tratamentos como a limpeza de pele e peeling. O que não é indicado para esta época do ano são os tratamentos com ácido”.

Postado em Capa, CidadeComentário (0)

Centro de Hemodiálise fica para dezembro

– Na Prefeitura, pacientes lembraram os amigos que morreram enquanto aguardavam atendimento na cidade

“E a gente vai levando a vida desse jeito, na verdade sem esperança de vida em Teresópolis”, frisou Oziel Alves, um dos que precisa viajar longa distância para receber atendimento

“E a gente vai levando a vida desse jeito, na verdade sem esperança de vida em Teresópolis”, frisou Oziel Alves, um dos pacientes

O drama dos pacientes da diálise em Teresópolis, que tem enfrentar longa viagem de quatro horas até Itaboraí para conseguir atendimento médico três vezes por semana, ganha mais um triste capítulo: Segundo a Prefeitura, o Centro de Hemodiálise que está sendo construído no bairro da Tijuca não ficará pronto dentro do prazo previsto, que é o mês em curso. Segundo nota divulgada nesta terça-feira, a promessa agora é para dezembro – problema que já havia sido alertado pelo jornal O DIÁRIO. “A obra segue em ritmo lento. Muito pouco foi feito em um período de dois meses. O que se vê é a colocação de uma laje no alicerce, vigas horizontais e verticais e paredes de tijolos. A previsão era de que a obra ficaria pronta em 180 dias, a contar do dia do seu início, que segundo a placa de sinalização da Prefeitura, teria sido iniciada no dia 17 de março desse ano. O prazo vai vencer no dia 17 de setembro, mas a obra está longe de ser finalizada”, denunciou a reportagem publicada no dia 20 de agosto. Ontem, os pacientes fizeram manifestação na prefeitura para lembrar as 25 pessoas que morreram desde que o atendimento começou a ser feito na Região Metropolitana do Rio.
De acordo com a nota encaminhada à imprensa e publicada por grandes jornais ontem, o projeto do CMH, que custou R$ 2.091.637,13, teve algumas alterações. Esse seria o motivo para a prorrogação do prazo para a conclusão do serviço realizado pela Enge Prat Engenharia e Serviços. Também através da assessoria de imprensa, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que a verba de R$ 1,8 milhão, parte do governo estadual no projeto, já foi repassada ao município.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Show “Eu ajudo Ana Luisa” nesta quinta-feira

– Evento com ingressos a R$ 10,00 terá renda revertida para custear tratamento

Família tenta angariar fundos para melhorar a qualidade de vida de Ana Luísa

Família tenta angariar fundos para melhorar a qualidade de vida de Ana Luísa

Uma festa com shows de vários artistas será realizada nesta quinta-feira, às 19 horas, no Grêmio Musical Paquequer para arrecadar dinheiro para o tratamento da menina Ana Luisa. Os ingressos custam R$ 10,00 e estão sendo vendidos pela família e também em alguns pontos da cidade. Além de curtir as apresentações musicais, o público também vai concorrer a uma TV de 14 polegadas. Quintal do Céu, Rogério Barros e Paulo Carminati, Jailson Ayres, Sônia Bruno e o Grupo de Capoeira Ganga Zumbi são os artistas que vão animar a noite. O Grêmio Paquequer fica na Rua São Francisco, 451, no Alto.
“A cantina também vai funcionar a favor da Ana Luisa. Nós estamos na rua vendendo convites com as pessoas que a gente conhece, arrecadando material para fazer cachorro-quente, vai ter também caldo de ervilha, refrigerante e pipoca para as crianças. É o que a gente está fazendo: vendendo convites, vendendo rifas, camisas e o que a gente pode fazer, estamos fazendo”, contou Jaqueline Nogueira, avó de Ana Luisa.
Ana Luisa enfrenta uma doença crônica de pele, que não é contagiosa, mas não tem cura e convive com constantes ferimentos pelo corpo. Toda a renda da festa será revertida para ajudar a custear o tratamento, que depende de curativos importados e caros, mas são os únicos que não grudam na pele da menina que sofre com a epidermólise bolhosa. O custo de todos os curativos que ela precisa é de R$ 6 mil por mês, valor que a família não dispõe, por isso precisa realizar a campanha e ainda esperar que a Justiça dê uma decisão favorável: “Ainda não tem uma resposta definitiva da Justiça. A gente já deu um passo, mas não tem uma resposta definitiva da Justiça. A gente precisa disso para poder custear o tratamento da Ana Luisa e acaba essa luta. Não acaba a dor porque a doença não tem cura, só se Jesus curar ela, por isso eu peço que todo mundo ore por ela, sempre peço orações”, disse Jaqueline.
O contato para adquirir ingressos pode ser feito através do telefone da mãe de Ana Luisa que é o (21) 96679-9465 e também 97475-0809 que é do pai dela. A campanha conta com a página no Facebook “Ajudem Maria Luisa”.

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

Ajudem Ana Luísa: família pede apoio para tratar doença rara

– Camisa autografada por todos os jogadores da Seleção será leiloada para arrecadar fundos

Uma camisa oficial da Seleção com autógrafo de todos os jogadores será leiloada para ajudar a arrecadar fundos

Uma camisa oficial da Seleção com autógrafo de todos os jogadores será leiloada para ajudar a arrecadar fundos

Uma família decidiu aproveitar as atenções voltadas para a Granja Comary para divulgar um pedido de ajuda para uma menina de três anos que nasceu com uma doença rara. A família da pequena Ana Luisa precisa de ajuda financeira para conseguir pagar o caro tratamento. A menina conseguiu um grande presente para poder arrecadar uma alta quantia: uma camisa com autógrafos de todos os craques da seleção brasileira com a qual eles pretendem fazer um leilão.
Ana Luisa é uma linda menina e com a curiosidade típica de uma criança aos três anos de idade, mas que por conta da doença, precisa viver sob muitos cuidados. Mesmo com o problema, ela se mostra uma criança simpática e sorridente. A enfermidade é genética e não oferece nenhum risco de contágio.
“É uma doença crônica chamada epidermólise bolhosa, ela não pode se coçar, ela não pode cair, o calor faz mal para ela. Qualquer coisinha dá bolha e a gente tem que estourar, então são esses curativos que amenizam a dor dela”, explicou Simone Silva.

A campanha intitulada “Ajudem Ana Luisa” tem uma página no Facebook. Por meio dos contatos na página, a pessoa pode mandar mensagem ou ligar para um dos telefones da família para fazer uma doação e também participar do leilão.
A mãe e a avó de Ana Luisa foram até a entrada do centro de treinamento com um cartaz para pedir ajuda da imprensa para aumentar o alcance da divulgação. “Temos essa pagina na internet, tem o meu telefone que e o 96679-9465 e temos também 97475-0809 que é do pai dela”.
A página no Facebook traz todos os detalhes de como é possível ajudar. A família também abriu uma conta poupança para receber doações: Banco Itaú, agência 0807, conta 06276-5, a favor da menina Ana Luísa Nogueira da Silva.

 

Postado em Banner principal, Capa, CidadeComentário (0)

SUPER MAIS: Tratamentos Faciais no Spa Viviane Melo

O Programa Super Mais com Viviane Melo

Dedicação que leva a perfeição

Em recente participação no programa Super Mais, Dra Viviane Melo, proprietária do SPA, já muito conceituado na cidade e que leva seu nome, apresentou alguns tratamentos oferecidos em sua clínica, durante o ano todo. Sem dúvida alguma, Dra Viviane é uma das profissionais mais dedicadas que eu conheço. De fala calma, tranquila, ela nos transmite uma enorme segurança em tudo que faz, o que é primordial em se tratando de cuidados com nosso corpo e nossa saúde.Além da dedicação, ela se destaca em suas atividades, sendo uma apaixonada por seu trabalho, consegue transmitir não só profissionalismo, mas todo seu amor pela estética, as suas clientes.

E equipe Viviane Melo fez uma demonstração dos seus tratamentos no programa

Do primeiro ao último tratamento

Toda sua equipe é treinada por ela para receber da melhor maneira possível, todos aqueles que visitam sua clínica a procura de algum tratamento, dos mais básicos aos mais elaborados e todos personalizados, bem como, transmite conhecimentos sobre todos os tratamentos disponibilizados no Spa para a excelência desde o primeiro atendimento. Os procedimentos são especiais e direcionados tanto para mulheres quanto para homens, o que é muito importante já que hoje em dia, o homem se trata bem mais do que antigamente. Com o stress do dia a dia, a alimentação muitas vezes desregrada por conta da falta de tempo e da correria para realizarmos todas as tarefas de casa e do trabalho, o corpo responde também de forma negativa, perdendo vitalidade e o frescor, e a primeira coisa que notamos é a aparência do nosso rosto.

A simpática empresária encantou a todos na entrevista à apresentadora Nina Benedito

Homens e mulheres

Tanto mulheres, quanto os homens sofrem as mesmas agressões, contudo, têm á disposição uma gama de procedimentos para reverter esse quadro. Dra. Viviane Melo ressalta a importância dos cuidados pessoais, não só para uma boa aparência, mas também para uma melhor qualidade de vida e com muita saúde. Homens, mulheres e crianças podem desfrutar dos procedimentos oferecidos pela clínica, cada um dentro da sua especificidade e necessidades individuais. O cliente passa por uma anamnese, que consiste em uma entrevista bem específica, com a própria Dra Viviane, que avalia as condições de cada pessoa e qual o melhor tratamento indicado.

Entre eles, podemos destacar os mais procurados:

Limpeza de pele

LIMPEZA DE PELE PROFUNDA

Procedimento quase que obrigatório para ser realizado uma vez a cada 15 dias para quem tem pele oleosa e uma vez por mês para quem tem pela seca. Este é um procedimento que além de limpar e preparar muito a pele do cliente , também hidrata e revigora a pele. Este é um procedimento que leva em torno de 2 horas, mas que vale muito a pena, pois no final, o resultado é compensador!!!

Peeling de Ouro

PEELING DE OURO

Este é um procedimento que consiste na combinação de nanopartículas de ouro 24k para manter a hidratação e integridade da pele. Ele possui ação antioxidante através de uma programação inerente, tende como principal alvo o tecido celular. Maravilhoso tratamento que por ter muitas massagens faciais associadas, promove um grande relaxamento em quem esta recebendo o procedimento. Indicado para peles desvitalizadas, pós sol, pós peelings, ou mesmo para quem precisa dar um grande up na pele em um determinado momento.

Peeling de Cristal

PEELING DE CRISTAL

Ao contrário dos outros peelings, esse método tem base em um tipo de dermoabrasão, menos invasivo e que causa menos danos á pele, pois os cristais de diamante do aplicador são minúsculos. O peeling adiamantado incita a renovação da pele. Essa leve esfoliação remove a camada superior de pele morta, contribuindo para uma melhor circulação sanguínea. Também aumenta a taxa metabólica dos tecidos, estimulando a formação de colágeno, elastina e ácido hialurônico, proporcionando uma pele mais elástica, suave e fresca.

Foi ótimo fazer este programa. Até o próximo

Indicações para o peeling de diamante:

– Rejuvenescimento facial;
– Pele oleosa;
– Acne facial;
– Cicatriz de acne;
– Manchas na pele;
– Sardas;
– Pequenas rugas;
– Poros dilatados.

Postado em Banner principal, Saúde, Super MaisComentário (0)

Brasil começa a produzir genérico para tratamento do câncer

Produção nacional de remédio para câncer é uma conquista

– Com a produção do remédio nacional, Ministério da Saúde acredita que serão economizados cerca de R$ 340 milhões em quatro anos

O Sistema Único de Saúde (SUS) recebeu nesta quarta-feira (19) o primeiro lote do medicamento mesilato de imatinibe, usado no tratamento de leucemia mieloide crônica e do tumor do estroma gastrointestinal. O remédio é produzido pelos laboratórios públicos Farmanguinhos e Vital Brazil, em parceria com cinco laboratórios privados.
Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, é o primeiro medicamento genérico para o câncer produzido no Brasil. De acordo com ele, no país, cerca de oito mil pessoas dependem do medicamento, que era comprado de um laboratório estrangeiro por R$ 140 milhões por ano. Com a produção do remédio nacional, o Ministério da Saúde acredita que serão economizados cerca de R$ 340 milhões nos próximos quatro anos.

Alexandre Padilha, ministro da Saúde, na solenidade de entrega do primeiro lote de medicamento Mesilato de Imatinibe, usado no tratamento de câncer

“O Brasil passa a produzir aqui no país um genérico para o câncer, garantindo, para a nossa população, um remédio com qualidade e garantindo que o Brasil seja autossuficiente em relação a isso. Ou seja, é o Brasil podendo garantir, cada vez mais, o tratamento à sua população, independentemente de qualquer oscilação do mercado internacional”, disse Padilha.
O primeiro lote, entregue hoje, contém 220 mil comprimidos. Em 2013, devem ser produzidos cinco milhões de comprimidos, o suficiente para atender a toda a demanda nacional. O ministro disse que a economia garantida pela produção nacional do medicamento pode ser revertida na produção e no suprimento de mais medicamentos à população.

Criando grupos farmacêuticos brasileiros e estrangeiros

Outro benefício de produzir remédios no país, com a compra garantida pelo Ministério da Saúde, é criar mercado para que grupos farmacêuticos brasileiros e estrangeiros invistam mais na pesquisa e produção no Brasil. Padilha disse ainda que o Ministério da Saúde quer que o país comece a produzir marcapassos e retome a produção de insulina.
Em visita ao Rio de Janeiro, o ministro também comentou a decisão da Justiça do Rio de manter internada uma usuária de crack. Segundo Padilha, uma lei federal já estabelece que internações compulsórias de dependentes químicos podem ocorrer em determinadas situações.
“O fundamental é ajudar a cidade do Rio de Janeiro. O Ministério da Saúde está do lado do prefeito Eduardo Paes para ampliarmos a rede de cuidado e atendimento à pessoa que é vítima da dependência química do crack. O decisivo no enfrentamento do crack e da dependência química não é só cuidar ou internar, mas reconstruir o projeto de vida dessas pessoas. Por isso, estamos apostando na ampliação dos consultórios nas ruas, em que os profissionais avaliam se a pessoa corre risco de vida, se ela precisa ou não ser submetida à internação”, disse.

 

Postado em CidadeComentário (0)

Hospital São José promove evento para pacientes da Oncologia


– Encontro tem como objetivo passar uma mensagem de paz e fé para festejar o período do Natal

 

Nos últimos anos, o Hospital São José tem organizado ações especiais para o setor de Oncologia nesta época de festas de final de ano. Este ano a administração da entidade ofereceu durante esta semana(de 10 a 14 de Dezembro de 2012), em todas as manhãs, uma sessão de música na recepção do setor, para dar as boas vindas aos pacientes da casa, com a participação de funcionários do próprio hospital que se voluntariaram a apresentar um repertório selecionado para a época Natalina, seguido de um café da manhã reforçado para pacientes da quimioterapia e acompanhantes.

Rafael Cosenza agradou aos presentes cantando o clássico natalino “Noite Feliz”

Emoção nas apresentações musicais

Um dos objetivos do evento é proporcionar momentos de descontração para os pacientes que passam por uma dura rotina de tratamentos, além de transmitir mensagens de paz, fé e esperança, sempre com todo o carinho dos funcionários que os acompanham durante todo o ano.
Funcionários de diversos setores colaboraram, especialmente na hora da apresentação das músicas, voluntariamente, cedendo seu tempo e oferecendo amor. Todos eles se mostraram felizes em participar do encontro, como é o caso de Larissa Coelho, que com a voz potente, interpretou “Acredite”, da cantora gospel Jamile, cujos versos dizem: “Acredite, é hora de vencer/ Essa força vem de dentro de você/ Você pode até tocar o céu, se crer… / Acredite, que nenhum de nós Já nasceu com jeito pra super-herói./ Nossos sonhos a gente é quem constrói/ É vencendo os limites, escalando as fortalezas, / conquistando o impossível pela fé”. Versos que pedem para que estes pacientes, que são vitoriosos, tenham cada dia mais força para lutar pela vida.

Com uma voz potente, Naraiane Sebá cantou sucessos da MPB que ajudaram a alegrar a manhã dos pacientes e funcionários

Levar paz e alegria para os pacientes

Ela diz que este é um trabalho muito importante, e que se sente gratificada por fazer parte dele. “A minha visão é de que a gente tentou, em todos os dias que a gente conseguiu fazer a programação, trazer um pouco de paz, alegria e renovação para estes pacientes, já que todos eles estão passando por dificuldades. Por isso muitos se emocionaram, já que alguns deles precisavam de cura também em seus corações, além de um momento de animação com as outras músicas. Foi tudo muito perfeito”, disse ela. Larissa diz ainda, que a questão da espiritualidade é fundamental para o equilíbrio com o corpo.
Rafael Cosenza, que trabalha no setor de informática do hospital, também tirou um tempinho de seu dia para contribuir tocando violão e cantando. Ele agradou aos pacientes interpretando o clássico natalino “Noite Feliz”. “Acho muito importante poder tirar um tempinho do dia para fazer uma pessoa sorrir, ainda mais que são pessoas que vem se tratar e que estão cheias de problemas. É bom poder ajudar através do dom que Deus nos deu. É muito gratificante, fazer uma pessoa sorrir, o que no fim das contas também nos faz sorrir”, disse.

Durante toda esta semana, os pacientes da Oncologia do Hospital São José puderam participar do evento que contou com café da manhã, oração e música

Pacientes enaltecem seus “anjos”

Com uma voz potente, Naraiane Sebá, do setor financeiro colaborou para o evento nos vocais. “Eu acho que o pessoal da oncologia merece muito carinho, e esse projeto serve para tirar os pensamentos ruins das pessoas que estão se submetendo a este tipo de tratamento”, ressalta ela que cantou as músicas “É preciso Saber Viver”, de Roberto Carlos, e “Velha Infância” dos Tribalistas.
Os pacientes se sentem muito bem acolhidos com este tipo de trabalho, como disse Otávio Pereira, que faz tratamento contra o câncer há cerca de um ano. “Eu acho tudo maravilhoso. Chamo elas de anjos. Isso nos enche de esperança. Eventos assim nos enaltecem e enaltecem ao Senhor. Não tenho que reclamar de nada. Esse carinho ajuda muito aos pacientes, e não é porque é Natal não, estou há um ano e meio aqui e sempre sou bem tratado. É muito bom chegar num lugar e ser bem tratado”, ressalta ele sobre o tratamento dispensado pela equipe.
Quem trabalha na Oncologia se sente satisfeito por ajudar os pacientes não só no Natal, mas durante todo o ano, como afirma Maria Angélica, que está como enfermeira da oncologia há 15 anos: “O trabalho da gente é uma coisa muito importante na vida deles, pois eles chegam aqui muito assustados e a gente acaba passando um certo conforto para eles. O retorno disso para nós é uma coisa muito linda, porque é diferente do trabalho em outros setores do hospital. Parece que o que a gente dá para eles é tão pouco e o retorno deles é uma coisa muito grande”.
Ela diz ainda que os laços criados entre os pacientes e os funcionários são eternos. “Cuidar dessas pessoas que a gente não conhece é algo muito gratificante, já que a gente passa a ser uma pessoa da família deles e eles da nossa”, enfatiza.

Músicas de adoração e de esperança também foram apresentadas pelos talentos do HSJ, como é o caso de Larissa Coelho

Recorde de atendimentos

Responsável pelo setor de Oncologia, o médico Zemilson Bastos afirma que o HSJ concentra o maior número de atendimentos de mastologia em todo o estado do Rio de Janeiro há seis anos, quando o setor foi criado. “O setor de oncologia foi criado em 2006 aqui no hospital, e é um serviço que engloba não somente o tratamento quimioterápico, mas também todas as linhas terapêuticas que estão ligadas ao tratamento do câncer. Dessa forma temos tanto as unidades de tratamento quimioterápico, quanto profissionais que tratam dos pacientes que não estão dentro da linha de tratamento quimioterápico específico, que chamamos de tratamento curativo”, informa.
Ele explica como é feito o trabalho na unidade: “Hoje nós somos uma unidade de alta complexidade em Oncologia do Ministério da Saúde, atendemos cerca de 700 pacientes por mês, fazemos em torno de 110 cirurgias de mama por mês, e alguns desses pacientes são devidamente selecionados para fazer uma cirurgia plástica após a intervenção, como uma linha de cuidados estendida como suporte psicológico para essas pacientes. Temos ainda alguns profissionais em nossa equipe que tratam somente das dores do câncer”.

Por ficarem no hospital durante um longo tempo, os pacientes e funcionários criam laços de carinho e amizade que ajudam no tratamento

Entrosamento

O Dr. Zemilson Bastos afirma que na unidade é possível acompanhar os paciente em todos os estágios da doença, o que garante um cuidado mais aprofundado, já que o paciente e equipe acabam criando um entrosamento fundamental para o tratamento em todos os níveis. “O que a gente busca e trazer um tratamento em que a linha de cuidados do paciente ela aconteça desde o diagnóstico até os cuidados para o resto da vida, se necessário for”, finaliza.
É importante ressaltar que por ser referência, a Unidade de Oncologia do Hospital São José atende aos pacientes de diversas cidades da região serrana.

 

Postado em CidadeComentário (0)


Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...