Cidade não deverá ter biometria nas Eleições 2014

Os cartórios eleitorais de Teresópolis estão trabalhando com emissão de novos títulos, transferências e atualizações de informações. O processo biométrico só está acontecendo em Niterói

- No Estado do Rio somente eleitores de Niterói vão passar pelo recadastramento biométrico

 

O processo de recadastramento biométrico para as eleições não deverá ser iniciado em Teresópolis a tempo das próximas eleições. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) só iniciou o processo entre os eleitores da cidade de Niterói, na região metropolitana. Não há previsão para que a biometria chegue às duas zonas eleitorais e aos 150 mil eleitores da cidade
O sistema de biometria foi criado para tornar as eleições mais seguras e impedir que uma pessoa vote no lugar da outra. Com isso a Justiça Eleitoral realiza o recadastramento biométrico em diversos municípios. Assim, no dia das eleições, eles vão ter que apresentar documentos – carteira de identidade e título eleitoral – e confirmar a autenticidade através do reconhecimento biométrico de sua impressão digital.

Leonardo Gil, técnico do cartório da 195ª Zona Eleitoral explica que, por enquanto, não há processo de cadastro biométrico em Teresópolis

Recadastramento biométrico

No Estado do Rio de Janeiro, após o recadastramento biométrico do eleitorado de Armação dos Búzios, em 2009, agora é a vez de Niterói participar desse processo. De 29 de abril a 31 de outubro de 2013, todos os eleitores do município devem fazer o recadastramento biométrico, inclusive aqueles cujo voto é facultativo, como os menores de 18 anos, os maiores de 70 anos e os analfabetos. Quem deseja transferir seu título de eleitor para Niterói ou reside nesse município e queira tirar o título pela primeira vez também deve comparecer ao recadastramento.
Dentro do processo, é feita a leitura e captação das digitais através de um processo semelhante ao que é realizado na obtenção de documentos de identidade. No dia da votação o eleitor tem que colocar
Os eleitores de Niterói que não atenderem à convocação da Justiça Eleitoral terão o título cancelado. Além de ficarem impedidos de votar nas próximas eleições, os eleitores com título cancelado não poderão tirar passaporte, prestar concurso público e obter empréstimos em bancos oficiais.
Nas Eleições 2014, mais de 22 milhões serão identificados pelas digitais em todo o país. Até o ano que vem, o programa de identificação biométrica da Justiça Eleitoral recadastrará cerca de 14 milhões de eleitores (até o momento, 12,3 milhões de eleitores já foram convocados), que se juntarão a outros 7 milhões já recadastrados.

Dezenas de eleitores procuram o cartório diariamente para se informar sobre a biometria.

Sem previsão

Segundo Leonardo Gil, técnico judiciário do Cartório da 195ª Zona Eleitoral de Teresópolis, ainda não há previsão para que a biometria chegue à cidade. “Atualmente está acontecendo apenas em Niterói. Então somente eleitores daquela cidade que moram aqui devem buscar se recadastrar em sua respectiva Zona Eleitoral ou fazer a transferência do título para Teresópolis”, explica. “Acredito que ainda haja um longo caminho para percorrer até o processo chegar aqui”.
O funcionário da Justiça Eleitoral conta que dezenas de eleitores procuram o cartório diariamente para se informar sobre a biometria. “Todo dia muita gente vem procurar. Esperamos que sempre haja esse interesse pelo processo eleitoral. Mas gostaríamos de avisar que, quando chegar a vez de Teresópolis, vamos fazer uma campanha em massa para informar a toda a população”.
Todos os demais serviços dos cartórios de Teresópolis estão funcionando normalmente. “Até o mês de maio do ano que vem, todos podem vir aqui para fazer seu cadastro, revisões, transferências e alistamento eleitoral. Depois desse período só vamos trabalhar com situações especiais, como regularizações através de multas e casos semelhantes”, explica.

André Oliveira é comunicador e fotógrafo. Tem 20 anos de experiência no setor de comunicações, com passagens por diversos segmentos como rádio, jornal, revista e TV. É repórter e apresentador do jornal O DIÁRIO e da DIÁRIO TV.

Deixe uma resposta

Diário TV Ao Vivo

Please Upgrade Your Flash Player

Get Adobe Flash player

Navegue pelo celular:

Enquete

O que você acha da saúde de Teresópolis?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

HOJE NAS BANCAS

HOJE NAS BANCAS

De um modesto tablóide na sua primeira edição de 16 de julho de 1988, O DIÁRIO tem a sua trajetória inserida na história do município de Teresópolis. Tendo atravessado diversas fases políticas, econômicas e culturais da cidade, o jornal amadureceu durante esse período e chega aos 25 anos consciente da sua função e importância para o povo teresopolitano. Sempre buscando a excelência dentro do formato jornalístico a que se propõe, com profissionais graduados e especializados. Tudo para fazer o melhor jornal da região, com aproximadamente 90% das vendas de banca.

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...