Travessia entre Posse e Santa Rita, vale a pena fazer

O Gavião-carrapateiro pode ser visto em diversos locais ao longo do caminhão

O Gavião-carrapateiro pode ser visto em diversos locais ao longo do caminhão

– Tragédia causou destruição, mas ainda há muita vida na zona rural de Teresópolis

A empresa Google atualizou as imagens de satélite da região de Santa Rita, no Segundo Distrito. De cima, é possível ver melhor o estrago causado pelo temporal do dia 12 de janeiro de 2011, que, mais do que marcas nas florestas e locais onde havia dezenas de imóveis, deixou muita tristeza. Mas é de baixo, de perto, que vemos que essa e outras localidades próximas ainda têm muita vida. Para mostrar que não devemos deixar de olhar para essa região, nada melhor que fazer uma caminhada da Posse até Santa Rita, vendo de perto toda a potencialidade, inclusive turística, desse trecho da zona rural do município.

Pedras de Santa Rita e Pessegueiros vista da parte mais alta da estrada do Arrieiro

Pedras de Santa Rita e Pessegueiros vista da parte mais alta da estrada do Arrieiro

Já mostrei parte desse caminho aqui no Mochileiro, mas, recentemente, fiz novamente a pequena travessia entre primeiro e segundo distritos para registrar o passeio para o programa homônimo da DIÁRIO TV. E valeu muito a pena. A caminhada tem início nas proximidades da escola Adolfo Josetti, na Posse. Ali fica o começo da estrada Rincão do Vovô, que corta a localidade do Arrieiro.

São cerca de três quilômetros de subida, tendo na direita montanhas do Parque Estadual dos Três Picos, Parque Nacional da Serra dos Órgãos e Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis. Ou seja, de lá se avista boa parte das belezas do nosso município! Aliás, quase no final da subida, é possível ver em destaque as montanhas mais altas da Serra dos Órgãos, Papudo e Sino, que tem 2.245 e 2.255 metros de altitude, respectivamente.

Pedra da Ermitage, uma das montanhas do PETP vistas da estrada Rincão do Vovô

Pedra da Ermitage, uma das montanhas do PETP vistas da estrada Rincão do Vovô

Após um trecho de subida forte, a “cortina de floresta” se abre e ficamos de frente para o segundo distrito, vendo de cima as montanhas Pedra de Santa Rita e Pessegueiros, à direita, e à esquerda Fazenda Alpina e Timóteo. Bom, além das formações rochosas, vemos bem de pertinho muitos pássaros, flores, nascentes… A natureza tentando voltar a harmonia – sem contar a ação do homem – de antes do dia 12 de janeiro.

Pelo caminho, ainda são visíveis as marcas da catástrofe. O caminho das avalanches vale abaixo e imóveis destruídos. Talvez por isso, sem contar as vidas perdidas, muita gente deixou de morar por lá. Mas, ainda assim, encontramos muitas pessoas apaixonadas pelo silêncio e encanto do interior e que esperam que o poder público não se esqueça desse cantinho de Teresópolis. “Isso aqui é bom demais e tem que voltar a crescer”, relatou um produtor rural.

Caminhada pela estrada de terra batida, recomendada para todas as idades

Caminhada pela estrada de terra batida, recomendada para todas as idades

Nossa caminhada, de cerca de nove quilômetros, passando pela estradas Rincão do Vovô e Santa Rita, terminou nas proximidades do antigo campo de futebol. Perto dali, em contraste com os estragos causados pela enxurrada, um símbolo de esperança para toda a região: A sede do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis. Construída na antiga fazenda Urso Branco, o local serve mais do que de base para a unidade de conservação ambiental, será fundamental para a recuperação de Santa Rita, Cruzeiro, Arrieiro, Fazenda Alpina, Engano… Além da recuperação e conservação das áreas naturais, é grande incentivo o turismo rural, que deve envolver todas as comunidades beneficiadas. O local conta com a pequena e bonita trilha do Jacu, com menos de um quilômetro e recomendada para público de todas as idades, além de quadra de futsal e brinquedos como balanço e escorregadores. Também está sendo finalizada a construção de uma área de camping. Mais informações sobre o passeio podem ser obtidas no e-mail marcello@odiariodeteresopolis.com.br

Deixe seu comentário

Todos os dias nas bancas, o DIÁRIO traz pra você as mais elaboradas reportagens, reclamações da população com o Diário Comunidade, as matérias policiais, políticas, cultura, esporte, entretenimento e tudo mais para manter o teresopolitano informado. Além da melhor seção de classificados da região. O DIÁRIO tem a sua trajetória inserida na história do município de Teresópolis e trabalha com profissionais especializados e graduados, sempre em busca do melhor jornalismo. Leia O Diário de Teresópolis. Nas bancas.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...