Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Prefeitura cancela o desfile de Seis de Julho

"Crise financeira" é a desculpa para não realizar evento que enaltece o município e envolve milhares de crianças e jovens

Na última quarta-feira, 28, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura começou a liberar releases com informações sobre os eventos em comemoração aos 126 da emancipação político-administrativa de Teresópolis. Apresentação de orquestra, encontros de carros antigos e busólogos, eventos religiosos, festas da cerveja e cultura estão na programação. Porém, em nenhum momento é citado o principal evento esperado para a importante data: O desfile cívico pelo Seis de Julho! Pelo contrário. Além de não informar sobre o tradicional evento, quando a população pode demonstrar o carinho e admiração pela terra que nasceu ou escolheu para viver, não há absolutamente nada programado para a próxima quinta-feira. O motivo seria a crise financeira, problema que o atual gestor prometeu resolver durante a campanha eleitoral, mas que tem se mostrado menos eficiente que o antecessor Arlei Rosa. Porém, o verdadeiro motivo para não realizar um desfile que envolve milhares de crianças e jovens, onde os pequenos têm a oportunidade de aprender um pouco mais sobre a terra que terão a missão de cuidar no futuro, seria o medo de mais um grande protesto contra o governo Tricano. Salários em atraso há meses, corte de benefícios e perseguição política. Esses são alguns motivos dos cada vez mais descontentes servidores públicos municipais. Precariedade na prestação de serviços como a coleta de lixo e a saúde, desordem urbana e falta de diálogo. Esses outros são apenas alguns dos pontos de insatisfação da população teresopolitana.
Não bastasse a falta de respeito com importante data, e justificando a segunda ideia levantada para o cancelamento do desfile, a Secretaria Municipal de Educação divulgou ofícios para as diretorias escolares onde orienta que seja tocado dia letivo comum e apresentação de trabalhos na próxima semana – em um momento que professores e crianças deveriam estar comemorando os 126 anos de Teresópolis. Tal medida teria como objetivo evitar que os profissionais desse setor saiam às ruas para reclamar das carências e desmandos do governo Mário Tricano.
“A culminância do Projeto ‘Quebrando Muros, Criando Laços’, portanto, não acontecerá com o Desfile. Ressaltamos, contudo, que o referido Projeto continuará sendo desenvolvido e a culminância do mesmo deverá ocorrer no dia 06 de julho (dia letivo) de forma individualizada e interna das Unidades Escolares. Caso seja necessária a troca deste dia letivo para adequação ao Projeto, a solicitação deverá ser encaminhada através de Ofício ao Gabinete desta pasta e, desde já, relembramos que o dia 07 de julho continuará sendo letivo conforme calendário escolar”, informa a nota assinada pela Secretária de Educação, Eveline da Silva Cardoso.
O Ofício Circular SME 014/GS/17 ainda tenta abonar a falta de consideração com importante data: “Ainda que esta Secretaria Municipal de Educação, respeitando o Princípio da Economicidade, disponibilizasse para o Desfile Cívico em Comemoração ao Aniversário de Teresópolis o mínimo de recursos financeiros, a atual Gestão Municipal decidiu pelo cancelamento do Desfile considerando a grave crise econômica que atravessa o Município e considerando que para a realização do mesmo é necessária a participação das outras Secretarias”. Nesta quinta-feira, solicitamos nota oficial sobre o assunto, não recebendo resposta até o fechamento desta edição. No ano passado, o desfile cívico de Seis de Julho foi marcado por protestos. Já o Sete de Setembro, “substituído” pela apresentação de bandas escolares na Praça Olímpica Luís de Camões.

Os eventos previstos
Segundo divulgado, a programação será realizada entre os dias 2 e 29 de julho e conta com eventos realizados por terceiros e “com apoio da Prefeitura”. São eles: 
Música, missa, culto, exposições – Já neste domingo, dia 2, além dos tradicionais projetos “Cultura de Raiz” (na Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras) e “Música na Matriz” (na Igreja de Santa Teresa, Centro), na Igreja de Santo Antônio, no Alto, será celebrada missa comemorando o aniversário da cidade, às 11h. 
Na segunda-feira, 3, um culto evangélico festeja o acontecimento às 19h, na Igreja Assembleia de Deus Filadélfia, na Ermitage, enquanto a Casa de Cultura Adolpho Bloch abre à visitação, das 10h às 17h, a exposição “Teresópolis, Outros Olhares”. Ainda no dia 3, na Galeria de Arte Sami Mattar (no 2º piso da Prefeitura), também é inaugurada para visitação (das 9h às 18h) a Exposição da SOARTE (Sociedade dos Artistas de Teresópolis) em homenagem ao aniversário da cidade. Na terça-feira, dia 4, os alunos da Escola Municipal de Música fazem uma apresentação pelos 20 anos do Centro Cultural Bernardo Monteverde, no Alto.
Busólogos e carros antigos – Nos dias 8 e 9, as atrações são sobre rodas. No dia 8, com recepção aos visitantes no Soberbo, acontece o Encontro de Busólogos — aficionados por ônibus — de Teresópolis, a partir das 8h. No dia seguinte, é a vez da 35ª Exposição de Automóveis Antigos, na Praça Nilo Peçanha, no Alto, também a partir das 8h. A realização é dos Amigos dos Antigos.
Festival gastronômico e cultural – Como diz o ditado, se beber não dirija. Se não dirigir, a boa é a 2ª edição do “Serveja Teresópolis” – especial de aniversário de 126 anos da cidade –, que acontecerá nos dias 14, 15 e 16 de julho, das 18h à 0h, na Avenida J. J. de Araújo Regadas, na Várzea. Realizado por Vieira & Barbosa Eventos, o evento é o maior de gastronomia de rua e cerveja artesanal da Região Serrana. Também no dia 14, no Teatro Municipal (2º piso da Prefeitura), às 20h, acontece o show “Luiz Cláudio Peixoto apresenta Cazuza”.
Orquestra, gincana e Arte – No dia 15 de julho, a competência da Orquestra e do Coral da Primeira Igreja Batista de Teresópolis reforça um fim de semana de boa e grandiosa música, às 16h, em plena Praça Olímpica Luís de Camões, no Centro. Orquestra e Coro começaram a ser formados em 2004 para se apresentarem nos cultos da igreja e suas exibições costumam ser impecáveis. Também na Praça Olímpica, no dia 15, “Arte na Praça”: às 11h, Oficina de Contação de História com a Cia. Canto do Conto; às 13h, o Espetáculo Divertissement Clássico com o Ballet da Casa de Cultura Adolpho Bloch; às 14h, o espetáculo “Hoje tem Mamulengo”, com Xando Pernambuco. 
Também  no sábado, dia 15, às 9h, ocorre uma Gincana de Pintura em Homenagem aos 50 anos da Fonte Judith, no bairro do Alto. No dia 16, às 11h, o Espetáculo POP’s, com o Studio Dias de Dança, e, às 14h, o Espetáculo de Variedades Circenses, com a Trupe Circunflexo. A realização é da Mosaico Produções.
 Orquestra Petrobras Sinfônica – No mesmo dia 16, na Praça Olímpica, uma atração de peso vai empolgar o público pela grandiosidade e excelência: às 16h, os cerca de 70 músicos da Orquestra Petrobras Sinfônica se apresentam. Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a OPES reafirma o compromisso de interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. A Orquestra Petrobras Sinfônica é o único conjunto sinfônico brasileiro gerido pelos próprios músicos! Gestão inovadora e certeza de qualidade!
Festival de Inverno – No sábado, 22, e domingo, 23, acontece na Praça Olímpica, das 12h à 0h, o Arraiá da Nova Geração. Os dois últimos finais de semana de julho – dias 22, 23, 28 e 29 – são do Festival de Inverno, que encerra as festividades no Teatro Municipal (2º piso da Prefeitura), com música e teatro. E com atividades variadas na Praça Governador Portela, atrás da PMT, durante o dia. No dia 22, às 20h, é encenada a peça “Insira Uma Ofensa Aqui, regras para uma discussão sem sentido”, com o Grupo Cena Perdida (também encenada nos dias 1 e 2 deste mês de julho no mesmo teatro). No dia 23, às 16h, teatro infantil: “Contando com a Sorte”, com o Grupo Pirueta.
No fim de semana seguinte, dia 28, às 20h, show de música brasileira com o Grupo Moças. E, no dia 29, também às 20h, o show “Uma Noite Clara” – homenagem à cantora Clara Nunes –, com Lycia Maria e Grupo Cariocas de Raiz.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 22/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Festival Sesc de Inverno confirma 15 atrações musicais

Teresópolis vem fazendo de tudo pela Imperatriz

PM apreende armas, munições e veículos clonados em Teresópolis

“Perdeu Mané, não amola.”

Teresópolis multada pelo descaso com o Hemonúcleo, que continua fechado

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE