Escola Antônio Santiago é retratada em documentário do Canal Futura

A produção do Canal Futura entra na sua segunda temporada, após uma série com foco em países que se destacaram nas avaliações do PISA, volta o seu olhar para o Brasil e passa a acompanhar os municípios brasileiros que tiveram destaque no Ideb

A produção do Canal Futura entra na sua segunda temporada, após uma série com foco em países que se destacaram nas avaliações do PISA, volta o seu olhar para o Brasil e passa a acompanhar os municípios brasileiros que tiveram destaque no Ideb

TERESÓPOLIS COMO BOM EXEMPLO PARA O MUNDO

– Gestão da unidade é destaque em produção que mostra as boas práticas educacionais em nosso país

Em uma semana de trabalho de filmagens e entrevistas especiais o Canal Futura registrou o dia-a-dia de uma escola que o teresopolitano aprendeu a respeitar e admirar nas últimas décadas, o Antônio Santiago, no bairro de Agriões. A unidade foi escolhida como uma das vinte cinco melhores práticas educacionais do país durante a série de documentários: Destino: Educação Brasil. O programa, com formato documental e 26 minutos de duração, acompanha um dia na vida da aluna Giulia Ramos Corra, de 12 anos, estudante do 7º ano. A partir desta experiência, a produção mostra o trabalho de gestão do município, da diretora da escola, da coordenadora pedagógica, do corpo docente e sua relação com alunos e famílias que participam da vida escolar.

A Diretora Claudia Seabra comanda a equipe da unidade que possui o maior Ideb da cidade: 7.3 no Ensino Fundamental I, e conversou com nossa reportagem para falar da produção, que vai ao ar no Canal Futura nesta segunda-feira, 13, às 21 horas. Para Claudia, a experiência de receber a equipe de filmagens foi especial. “Foi um grande prazer saber que a nossa unidade foi escolhida para ilustrar uma das vinte e cinco boas experiências em educação em nosso país e receber a equipe do Canal Futura aqui foi uma grande festa. Na verdade, foi uma semana bem frenética e que nos fez repensar muitas ações. Na ocasião nós estávamos com um projeto político-pedagógico em andamento, em que os professores fizeram um teatro onde eles se colocam no lugar de pais, alunos, direção, enfim, foi muito legal. Também no dia tivemos uma reunião do Conselho dos pais, que também foi registrada e que mostrou essa interação da escola com a comunidade, mas foi acima de tudo uma experiência muito divertida”, enaltece a diretora.

“Eu faço desenho, jazz, circo, papel machê, inglês, ballet, teatro, cerâmica, artesanato, violão e dança de rua, tudo gratuito”, disse Giulia Ramos, que aconselhou outros jovens alunos a terem a mesma força de vontade

“Eu faço desenho, jazz, circo, papel machê, inglês, ballet, teatro, cerâmica, artesanato, violão e dança de rua, tudo gratuito”, disse Giulia Ramos, que aconselhou outros jovens alunos a terem a mesma força de vontade

Segundo os produtores da série, um dos fatores que levaram a escolha de Teresópolis como palco desse documentário é a colocação da cidade no Ideb, conceituada como a terceira melhor educação do Rio de Janeiro no primeiro segmento do ensino fundamental. Mas a protagonista desta história contada pelo canal é a aluna Giulia Ramos, que além de estudar no Antônio Santiago, faz onze atividades extra classe gratuitas, todas ofertadas pela Prefeitura. Giulia é órfã de pai e sua determinação e vontade foram algumas das qualidades que pesaram para sua escolha como protagonista.

“Eu faço desenho, jazz, circo, papel machê, inglês, ballet, teatro, cerâmica, artesanato, violão e dança de rua, tudo gratuito”, disse Giulia Ramos, que aconselhou outros jovens alunos a terem a mesma força de vontade. “Temos que buscar agora o nosso futuro. Se a gente deixar tudo para amanhã, fica muito mais difícil. Fazendo alguma coisa agora, enquanto ainda somos criança, no futuro as coisas serão muito mais fáceis”, diz a aluna.

A produção do Canal Futura entra na sua segunda temporada, após uma série com foco em países que se destacaram nas avaliações do PISA – Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, volta o seu olhar para o Brasil e passa a acompanhar os municípios brasileiros que tiveram destaque no Ideb. ‘Destino: Educação Brasil’ é exibido toda segunda, às 21h, e reprisado terça, às 13h30, e domingo, às 18h.

O programa, com formato documental e 26 minutos de duração, acompanha um dia na vida da aluna Giulia Ramos Corra, de 12 anos, estudante do 7º ano

O programa, com formato documental e 26 minutos de duração, acompanha um dia na vida da aluna Giulia Ramos Corra, de 12 anos, estudante do 7º ano

Cláudia aproveitou para lembrar que a produção é importante também como uma forma de se entender o que se tem feito em relação a melhoria da qualidade de ensino em nosso país. “Tenho assistido a série toda e tenho certeza que essa deveria ser uma produção imperdível para todo mundo. Nos cinco primeiros episódios vimos histórias de superação, de dedicação ao estudo, de vidas que poderiam ser tudo, menos inspiradoras, mas que ainda assim te cativam te motivam. Os personagens principais das histórias, como a nossa querida Giulia, são todos maravilhosos e com vidas que nos mostram o quanto é fácil fazer a diferença, bastando para isso dedicação e vontade de fazer. E ver em todo esse universo de boas práticas e soluções incríveis nossa escola sendo retratada é simplesmente maravilhoso”, enaltece Cláudia, que ainda acrescenta que em todas as experiências já retratadas pelo programa percebeu as equipes das escolas muito comprometidas e com projetos voltados para o ensino integral e participação da sociedade.

A Diretora Claudia Seabra comanda a equipe da unidade que possui o maior Ideb da cidade: 7.3 no Ensino Fundamental I, e conversou com nossa reportagem para falar da produção

A Diretora Claudia Seabra comanda a equipe da unidade que possui o maior Ideb da cidade: 7.3 no Ensino Fundamental I, e conversou com nossa reportagem para falar da produção

A Diretora também explicou como a unidade tem se destacado nos indicadores e nas avaliações feitas pelo Ministério da Educação. “Acho que esse sucesso do Antônio Santiago vem de um grande trabalho de equipe, e não só na gestão, mas em todos os âmbitos, seja no corpo docente, com os pais e responsáveis, os próprios alunos, enfim estão todos inseridos no propósito de levar a escola para a melhor prática educacional possível. Acho que quando as pessoas se sentem pertencentes aos projetos feitos, tudo é mais exitoso e mais fácil”, enaltece.

Com 94 escolas municipais, Teresópolis alcançou suas metas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, e chegou ao índice de 5.5 pontos para o Ensino Fundamental I em 2013, mas não superou as expectativas para os anos finais do segmento, chegando a 4.0, quando a projeção ideal era de 4.5. A cidade possui uma taxa de evasão escolar no Ensino Fundamental de apenas 0,2%. Há orientadores e coordenadores pedagógicos em todas as unidades de ensino, além de Plano Político Pedagógico implementado nas escolas.

 

 

Deixe seu comentário

Anderson Duarte é formado em Comunicação Social com mestrado na área de Tecnologia e Informação e especialização em Telecinejornalismo, atua na imprensa desde a década de 90, ainda no Rádio. Passou por veículos como Jornais, Mídias Governamentais e Televisão, também atuou na área da Assessoria Política, editoria que hoje se dedica enquanto articulista. Âncora do telejornal Jornal Diário, comanda desde a sua formação em 2008, o jornalismo da emissora Diário TV, fruto do tradicional O DIÁRIO de Teresópolis, onde também coordena juntamente com Marcello Medeiros o departamento jornalístico.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...