Verão exige cuidados especiais com os jardins e as hortas

Nossa reportagem conversou Rodrigo Resende, da Flora Comary, que dá dicas importantes para não comprometer a vida verde em sua casa ou comércio

Nossa reportagem conversou Rodrigo Resende, da Flora Comary, que dá dicas importantes para não comprometer a vida verde em sua casa ou comércio

– Especialista dá dicas importantes para a manutenção das áreas verdes residenciais e comerciais

Apesar de o verão tropical ser uma época que ilustra normalmente as plantas mais vistosas e as flores cheias de vida, as altas temperaturas também podem comprometer a saúde de muitas espécies e assim prejudicar o jardim, a horta ou uma ação de paisagismo. Também é muito comum nesse período, a maior incidência de pragas, por isso, é necessário redobrar os cuidados e ficar de olho na quantidade de regas, a adubação correta e outros detalhes importantes que vão garantir que também o seu jardim aproveite bem cada dia deste verão. Nossa reportagem conversou com um especialista que dá dicas importantes para não comprometer a vida verde em sua casa ou comércio.

Segundo Rodrigo, uma das mais importantes dicas é segurar a onda no regador e na tesoura e não regar em excesso nem cortar nada, apenas com a exceção feita ao gramado, que pode ser aparado sem culpa no período

Segundo Rodrigo, uma das mais importantes dicas é segurar a onda no regador e na tesoura e não regar em excesso nem cortar nada, apenas com a exceção feita ao gramado, que pode ser aparado sem culpa no período

Como mostramos recentemente, a Avenida Rotariana, no Soberbo, nosso principal acesso do município, ganhou um verdadeiro presente quando um antigo ferro-velho deu lugar a um empreendimento que tem tudo a ver com o local e bem de frente para um parque nacional, a Flora Comary, um comércio de plantas e paisagismo que oferece desde flores para decoração a árvores frutíferas. Rodrigo Resende, que também é apresentador do programa Conexão Verde, da Diário TV canal 4, comanda o local com muito ânimo e recebeu nossa reportagem para dar algumas dicas para esse período de muitas chuvas e altas temperaturas. “Pode parecer engraçado, mas esse período de verão era para ser o mais tranquilo para as nossas plantas, afinal, existe certo equilíbrio entre chuva, temperaturas altas, mas é uma época que requer muita dedicação para com esses espaços”, explica Rodrigo.
Segundo Rodrigo, uma das mais importantes dicas é segurar a onda no regador e na tesoura e não regar em excesso nem cortar nada, apenas com a exceção feita ao gramado, que pode ser aparado sem culpa no período. “Algumas plantas entram na fase dos novos brotos neste período, por esse motivo não é aconselhável podá-los. Somente ramos e galhos mortos devem ser retirados, para fins de limpeza”, explica. Na maioria dos casos, apesar do sol forte, os vasos não precisam ser mudados de posição. “É importante verificar se são espécies de cultivo a pleno sol. Se esse for o caso, não há necessidade de troca”, conta Rodrigo que alerta que se o proprietário do espaço notar que a planta murchou ou as folhas enrugaram, pode ser preciso reposicioná-la. “Procure um local que receba luminosidade direta somente em um período e fique de olho para ver como ela reage”, sugere.
Dias mais quentes significam maior perda de líquido. A necessidade de água aumenta, em consequência o intervalo entre as regas diminui. “O melhor é realizar a ação somente quando o substrato estiver seco. Cuidado para não encharcar a planta, isso pode facilitar a entrada de fungos e bactérias. A temperatura aumenta, mas nem sempre o calor do verão significa maior quantidade de rega. Esta é a época das chuvas, portanto se o exemplar está no jardim ou em área externa exposta ao tempo, não é necessário alterar o procedimento”, esclarece Rodrigo.

 

O Verão exige cuidados especiais com os jardins e as hortas, e um especialista dá dicas importantes para a manutenção das áreas verdes residenciais e comerciais

O Verão exige cuidados especiais com os jardins e as hortas, e um especialista dá dicas importantes para a manutenção das áreas verdes residenciais e comerciais

– Pequenos espaços também servem para plantar

Nem sempre os pequenos espaços que nós temos em casa, ou até no apartamento, pode ser um espaço improdutivo, na verdade, até pequenas hortas e jardins podem nascer ali. Para montar uma horta caseira você precisa apenas de um espaço que receba sol pelo menos em um período do dia. Não é necessário ter um grande quintal para fazer uma plantação. Em uma pequena varanda já é possível cultivar alguns temperos, legumes e hortaliças dentro da própria casa. Para fazer a horta é necessário ter uma jardineira, argila expandida, substrato vegetal (terra preta), manta de bidim, uma pá pequena e tesoura. Caso queira fazer algo ainda mais econômico, existem muitas opções, como uma garrafa pet, que pode ser utilizada no lugar da jardineira. E o que pode ser plantado em casa? Existem duas opções, mudas ou sementes. A primeira permite a colheita mais rápida, enquanto a segunda demora pelo menos sete dias para passar pelo processo de germinação. Hortelã, alecrim, alface, manjericão, orégano e tomate são algumas das espécies que podem ser facilmente cultivadas.
Rodrigo explica que para ter sucesso no cultivo da horta é importante regar pelo menos uma vez por dia. E, claro, sem se esquecer que a muda ou a semente necessitam de algumas horas de sol. A horta caseira traz alguns benefícios, já que os alimentos produzidos em casa são mais saudáveis e livres de agrotóxico. Além de ter o prazer de cultivar alimentos na própria varanda ou no quintal, ter uma plantação gera um pouco de economia nos gastos mensais de supermercado. “Aqui nós temos soluções para praticamente todo tipo de espaço e realidade econômica e social. Não tem desculpa para não ter um espaço verde de convivência perto de você”, enaltece Rodrigo.
Além da grande experiência no ramo, a ideia da Flora Granja Comary é oferecer produtos diferenciados e adequados perfeitamente a cada ambiente, de acordo com o desejo do cliente. “A gente tem um diferencial, trabalho com plantas exclusivas para determinadas áreas, para determinados clientes, trazendo o que ele realmente necessita. Plantas diferenciadas e que tem a ver com o local. Não recomendamos plantas cíclicas, que fiquem floridas apenas por três meses, por exemplo. Fazemos um estudo do local, da região, clima, umidade, solo, para compor com plantas que ficarão perenes, além de trabalhar também com frutíferas, enxertos, alporquias… Jabuticabeiras que já vão para a casa do cliente produzindo, respeitando sempre a planta para ela dar tudo de si para o cliente e no espaço que vai ficar. Meu avô deixou legado bem legal, uma família que está no ramo há décadas, consequentemente bons fornecedores que também estão no ramo há muitos anos, que forneceram para meu avô, meu pai e fornecem agora para gente, garantindo muitas mercadorias e preços acessíveis”, atenta Rodrigo.

Deixe seu comentário

Anderson Duarte é formado em Comunicação Social com mestrado na área de Tecnologia e Informação e especialização em Telecinejornalismo, atua na imprensa desde a década de 90, ainda no Rádio. Passou por veículos como Jornais, Mídias Governamentais e Televisão, também atuou na área da Assessoria Política, editoria que hoje se dedica enquanto articulista. Âncora do telejornal Jornal Diário, comanda desde a sua formação em 2008, o jornalismo da emissora Diário TV, fruto do tradicional O DIÁRIO de Teresópolis, onde também coordena juntamente com Marcello Medeiros o departamento jornalístico.

Deixe uma resposta

Diario TV

Carregando...

Facebook

Twitter Diário TV

Assine nossa newsletter

Loading...Loading...