Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Ecoturismo atrai cada vez mais visitantes para Teresópolis

Município é uma excelente opção para sair da rotina estressante dos núcleos urbanos

Nina Benedito
@ninabenedito

Segundo a Embratur, o ecoturismo ou turismo ecológico, é o segmento da atividade turística que utiliza de forma sustentável o patrimônio natural e cultural, incentiva a sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista. É uma atividade que se faz ao ar livre e que tem vários seguimentos que incluem não só caminhadas e trilhas, mas cavalgadas e outros tipos de atividades relacionadas, ou seja, as cada vez mais procuradas opções em nosso município têm sido o destino preferido de um grande número de turistas. Em entrevista ao “Programa da Nina”, na Diário TV, Cláudia Muniz, Coordenadora da Rota Certa Ecoturismo, falou sobre os vários roteiros e tudo que a cidade tem a oferecer nesse segmento . “Teresópolis é abraçado por três parques, um municipal, um estadual e um federal, é possível passar um mês na cidade e fazer uma atividade diferente todos os dias”, afirma Cláudia. “É importante avaliar o clima, a alta temporada é de maio á setembro quando as temperaturas estão mais baixas e não temos aquela chuva pesada, então o ideal para esse tipo de atividade é no inverno, mas a gente consegue estender um pouquinho”. Ainda segundo ela, é possível fazer algum tipo de passeio ainda que o tempo esteja nublado ou com a neblina típica da Região Serrana, bastando levar um casaquinho corta vento para se proteger do friozinho.  Só não é aconselhável se a previsão do tempo for de temporal. Veja a seguir alguns passeios que são destaque no município.

Descidas de rapel
A instrução de rapel é realizada no Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis. São oferecidas quatro vias. Inicia-se na primeira, que tem seis metros de altura, e que é indicada para crianças, onde o guia de turismo instrutor vai ‘clipado’ no participante e há uma pessoa fazendo segurança na corda em baixo. A seguir, os visitantes vão passando para as linhas com mais altura e em trechos onde se fica totalmente no ar.

As cavalgadas no interior
Localizado na zona rural de Teresópolis, o destaque vai para o Haras Vale do Luar, uma propriedade privada onde são desenvolvidas uma série de atividades como cavalgadas e piqueniques. Só é possível a visita através das agências de turismo receptivas ou guias de turismo com agendamento prévio.

Cachoeira mais famosa da região
A famosa Cachoeira dos Frades é cartão postal da cidade e, embora estejamos na temporada de estiagem, vale a pena o passeio. No verão o volume de água é bastante intenso, o que rende belas imagens para apreciar ou fotografar.

Trilhas e piqueniques em família
No Parque Municipal Montanhas de Teresópolis, na sede de Santa Rita, além de ser um lugar lindíssimo, possui uma nova trilha recém-inaugurada, área apropriada para fazer um piquenique em família e renderá experiências riquíssimas em meio á natureza exuberante. Na Pedra da Tartaruga há um mirante onde é possível visualizar o formato da pedra que dá o nome ao local, na trilha Vidoc Casas.

Pescaria também é uma boa opção
A Fazenda Sete Voltas também faz parte do roteiro. É um pesqueiro, também localizada no circuito da Terê-Fri que oferece inúmeras opções de lazer para toda família. 

Contemplando a natureza
No Parque dos Três Picos é possível observar a pedra chamada Caixa de Fósforo, tem entrada pela Cachoeira dos Frades, passando pela Fazenda Itatiba, que é uma propriedade privada, mas que o visitante tem direito de passar, indo para o Caminho do Vale dos Deuses  – um local de camping, mas que no momento está fechado para a atividade, que dá acesso á Caixa de Fósforo. E para quem vem de Friburgo, pode entrar por Salinas. 

Outros locais de destaque
As Torres de Bonsucesso, localizadas na zona rural, têm opções de caminhada e escalada. “No ecoturismo, além dos três parques, existem propriedades privadas que temos condições de fazer parceria e realizar um bom trabalho, como nas Três Pirâmedes”, enfatiza Cláudia Muniz. “No Parque dos Três Picos, núcleo Jacarandá, é um local belíssimo para a observação de pássaros, você vai caminhando e vai ouvindo o som das mais diferentes espécies de pássaros. Na Avenida Rotariana onde há um bosque coroado é possível encontrar famílias de micos, tem trilha,lugar para fazer um piquenique, é bem legal”, completa.

Teresopolitano não conhece
“A grande maioria dos teresopolitanos e moradores desconhece sua própria cidade, muitos nunca foram nem no Parque Nacional. Nosso trabalho é tentar mostrar o que a gente acha bonito na cidade, começamos assim, e isso acabou virando um negócio de fato”, conta a coordenadora da Rota Certa. “Os turistas que vem de fora se encantam com os mínimos detalhes de nossa fauna e flora, ás vezes um pássaro diferente que está cantando já encanta profundamente aquele visitante. A natureza é muito exuberante, a pessoa que está guiando aquele grupo, precisa estar atento aos detalhes, as vezes apenas uma formiga carregando uma folha, mas para aquela pessoa que está acostumado com a ‘selva de pedra’ , aquilo tem um valor inigualável, então a gente tem que ter esse cuidado e atenção, entender essa pessoa, ver que tipo de atividade ela quer, todos querem vivenciar essas experiências”, afirma Cláudia.

O local também deve aproveitar
“Para quem é morador da cidade e insiste em dizer que a cidade não tem nada para fazer, segue uma dica de um roteiro de ecoturismo para o final de semana:  Quando a pessoa não tem prática nenhuma , a gente sempre aconselha o Parque Municipal, a sede da Pedra da Tartaruga, são três trilhas, tem a Pedra do Camelo que já é uma mais íngreme, a Pedra da Tartaruga e a Vidoc Casas. Hoje em dia com o GPS, você consegue chegar lá por conta própria, é um Parque bem sinalizado e trilhas bem abertas, então, mesmo sem um guia de turismo a família consegue fazer. As atividades atendem desde crianças até a terceira idade, que é a geração prateada que está querendo cada vez mais aproveitar o que o turismo tem a oferecer, dá para ir a família inteira, cada um no seu ritmo”, destaca.

Para quem está de carro
“Está de carro, quer dar uma esticada, vá até a sede principal do Parque Municipal em Santa Rita, tem lugar para piquenique, é bem arborizado, as trilhas bem sinalizadas, e tem aquela trilha mais puxada que também é bem sinalizada”. 

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos
Hoje o Parque Nacional está sem cobrança de entrada e na parte baixa também há trilhas que podem ser feitas com a família. Já nas mais longas, caso não tenha experiência no assunto é importante que o turista faça contato com a agência de turismo receptivo com antecedência para uma prévia análise da melhor atividade a ser feita. Para a famosa Pedra do Sino, por exemplo, são 11 quilômetros para subir. Se a pessoa for sedentária por exemplo, certamente  não conseguirá subir com tranquilidade, além do horário de entrada e de saída do parque , já que devido a pandemia não está sendo autorizada a pernoite. 

A importância do Guia de Turismo
“O Guia de Turismo não deixa de ser um educador. O Turismo tem que estar bom para todos, inclusive para o morador também. Não adianta o turista chegar, usufruir o que a cidade tem a oferecer, ir embora e deixar o seu lixo para trás. Quem vai para a montanha tem que criar o hábito de trazer o seu próprio lixo, em todo lugar deve ser assim, esse é um dos papéis do guia, o de educar”, finaliza Cláudia Muniz, coordenadora da Rota Certa Ecoturismo.

Mais sobre a agência
A Rota Certa Ecoturismo é uma agência de receptivo especializada em atividades ao ar livre como rapel, escaladas, trilhas e travessias. Contato (21) 9 9168-9019. No Instagram @rotacertaecoturismo

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 24/05/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis

Cedae vai paralisar o sistema principal nesta terça-feira em Teresópolis