Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

103 motos apreendidas em uma semana e mais de 150 multas em Teresópolis

Autoridades do trânsito se unem para acabar com a bandalheira no trânsito

Wanderley Peres

Cada dia mais irritada com os abusos dos motoqueiros e a informalidade do trânsito destes veículos na cidade, a maioria desrespeitando os sinais de trânsito e os limites de velocidade, e pondo em risco os pedestres e motoristas, a operação Natal fechou a semana com 103 motocicletas apreendidas ao Depósito Municipal e mais de 150 multas aplicadas. A ação de repressão à baderna, quando motociclistas que transitavam com veículos irregulares e não fazem parte do circo, também foram pegos na operação, é uma ação conjunta envolvendo a secretaria municipal de Segurança Pública, com agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), policiais do 30º Batalhão de Polícia Militar e da 110ª Delegacia de Polícia e Polícia Rodoviária Federal.

Em Teresópolis os flagrantes de infração e imprudência relacionados aos motoqueiros são corriqueiros. Muitos cometem bandalhas que colocam em risco suas vidas, a vida dos outros motoristas e também dos pedestres. Recentemente, tivemos o caso de uma mulher de 49 anos que foi atropelada por um desses condutores enquanto atravessava a rua no cruzamento das ruas Flavio Bortoluzi de Souza e Mucuri, no Alto. Imagens de um circuito de segurança mostram que momentos antes do ocorrido o autor estava empinando a moto, daí o acidente. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital das Clínicas com ferimentos leves e o caso está sendo investigado pela 110° Delegacia de Polícia, que está trabalhando na identificação do autor. Esse é apenas uma das muitas ocorrências neste âmbito que assolam a cidade.

“Infelizmente aqui vemos muitas imprudências no trânsito, muita gente querendo levar vantagem, muita ultrapassagem na ciclo-faixa mesmo sabendo que o local é para os ciclistas, ultrapassagem de canteiro central, e muitas outras infrações que são cometidas no município. Essas atitudes irresponsáveis colocam em risco a vida de todos. Por isso a importância de serem feitas operações de trânsito que conscientizem e penalizem essas práticas, nosso foco principal é a segurança da população”, explicou o agente Antônio Luiz Lopes, da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), da Guarda Civil Municipal, que teve o apoio dos demais órgãos de controle do trânsito e segurança, nas operações intensivas em curso.

24 DE DEZEMBRO DOMINGO

A operação contra o abuso dos motoqueiros começou na noite de domingo passado, 24, e a madrugada da segunda-feira, 25, quando a Guarda Municipal e a Polícia Militar apreenderam 17 motocicletas, levadas 16 para o Depósito Municipal e 1 para o pátio da Delegacia de Polícia.

27 DE DEZEMBRO QUARTA-FEIRA

Na quarta-feira à noite, 27, foram emitidas 40 multas e outras 11 motocicletas foram recolhidas ao pátio, em Três Córregos.

28 DE DEZEMBRO QUINTA-FEIRA

Dando continuidade à Operação Verão, de fiscalização e manutenção da ordem pública em locais estratégicos, nas zonas urbana e rural, foi realizada na quinta-feira, 28, a terceira ação conjunta, em fiscalização montada na região central da cidade e nos bairros como Bom Retiro, São Pedro, Barra e Cascata do Imbuí, foram apreendidas 15 motocicletas que circulavam em situação irregular, documental ou faltando acessórios e itens obrigatórios, entre eles a placa de identificação do veículo. As motocicletas foram recolhidas e encaminhadas para o Depósito Público Municipal, em Três Córregos, de onde deverão ser retiradas no prazo de 90 dias, após a sua regularização. Depois desse prazo, poderão ser leiloadas pelo município.

Nesta mesma noite, foram emitidas 35 multas para motociclistas. Um dos pontos fiscalizados, com apoio técnico de perito da Polícia Civil, foi em relação ao barulho emitido pelo escapamento. Em caso de estar acima do permitido, o condutor teve a oportunidade de fazer a substituição do escapamento, no caso de a motocicleta estar em situação irregular, e seguir viagem depois de receber a multa por desrespeitar a regulamentação prevista para esse acessório.

29 DE DEZEMBRO SEXTA-FEIRA

Na noite de sexta-feira, 29, e madrugada de sábado, 30, a operação ocorreu em Vargem Grande e Bonsucesso, onde os motoqueiros também tocam o terror, 13 deles ficando sem os veículos, 9 no Terceiro Distrito e 4 na cidade.

31 DE DEZEMBRO DOMINGO

Véspera do Ano Novo, no domingo à noite, 31, praticamente não havia motocicletas circulando pelo centro da cidade, indo então a operação para os bairros, sendo visitados o Rosário, Perpétuo, Pimentel, Meudon, Quinta Lebrão, locais em que a colheita foi farta: 10 motos apreendidas, indo 9 para o Depósito e uma delas acompanhando o motoqueiro, para a 110DP.

INTELIGÊNCIA E PARTICIPAÇÃO

A ação engendrada pelos órgãos de segurança no trânsito é uma operação que depende da inteligência, porque os motoqueiros agem em bando, especialmente os que se exibem nas ruas, daí avisando aos comparsas as operações pelos grupos de Whatsapp. Então, são importantes as denúncias por parte da população, que pode informar à Guarda Municipal ou a Polícia Militar onde os motoqueiros estão se exibindo.

Nas redes sociais, os infratores não se incomodam de mostrar os rostos, nem as condições em que pilotam os veículos, perigosamente, usando chinelos, em veículos sem placa de identificação, nas vias públicas.

FISCALIZAÇÃO

Apesar dos trabalhos de fiscalização serem intensificados, as ações de combate às irregularidades no trânsito têm sido frequentes. No fim de semana, por exemplo, a Guarda Civil Municipal flagrou um motoqueiro empinando a moto no bairro Bom Retiro, na Rua Tenente Luis Meirelles. Os Guardas constataram ainda que a moto estava sem placa, sem sinalização e com pneus carecas. O condutor foi encaminhado para a 110ª DP e a moto para o depósito público municipal, em Três Córregos.

DENUNCIE ABUSOS

O agente destaca que é fundamental o apoio da população na construção de um trânsito mais seguro, salientando que é possível colaborar denunciando irregularidades, como os veículos com o cano de descarga aberto, a falta das placas, ou mesmo as bandalhas, como o retorno em local não permitido, a circulação em faixas de pedestres ou calçadas, e os avanços de sinal.
“A população pode fazer contato com o telefone da GCM que é o número 153. É uma ligação gratuita e a pessoa não precisa nem se identificar, só fazer a denúncia que prontamente seguiremos ao local”, conclui Lopes.

Visando intensificar a coibição às violações no trânsito, principalmente com relação aos motoqueiros, uma operação será realizada em conjunto com outras forças de segurança. “O secretário de Segurança Pública Da Luz e o Comandante da GCM, Gil Wellington, estão marcando com a Polícia Militar a ‘Operação Verão’, na qual serão feitas operações de trânsito em conjunto com a Polícia Militar visando unir forças para promover mais segurança e ordem, e assim evitar tragédias. Segundo o Comandante Gil, a partir deste Natal já vai começar e os trabalhos seguem durante o mês de janeiro todo. Entre as muitas medidas que serão tomadas, os motoqueiros sem placa serão conduzidos à delegacia, multados pelas infrações e suas motos serão levadas para o depósito. As forças de segurança estarão atentas ao combate dessas imprudências que causam altos índices de acidentes em Teresópolis”, ressaltou a Guarda Municipal.

Edição 24/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Conta de água comercial com 100% de aumento ainda sem solução

MEIs: Contadora explica aumento no valor da contribuição previdenciária

Ação conjunta prende homicida em Itaipava

Viação Teresópolis atualiza tabela divulgada pelo Detro e informa novos valores

Jacarandá, um lugar para visitar em qualquer estação do ano

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE