Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Bombeiros do 16º GBM Teresópolis socorreram seis cachorros em paredão rochoso

Local é de difícil acesso no município de São José do Vale do Rio Preto

Wanderley Peres

Na região serrana, é comum o Corpo de Bombeiros encontrar um ou dois cães presos em algum lugar de acesso restrito. Mas seis cães presos de uma vez foi situação inusitada que deu trabalho aos militares do 16º GBM Teresópolis. Os cães caíram no platô à beira de um penhasco, provavelmente caçando em matilha, alguma paca ou tatu, que são animais de pequeno porte bem predominantes na região e já estão, todos eles, em segurança.
O chamado para o socorro foi feito um fazendeiro de uma granja produtora de ovos, que estava ouvindo os latidos dos animais já fazia quatro dias, não conseguindo identificar onde os animais estavam ou ter como socorrê-los. Com o auxílio fundamental de um drone, a equipe do 16º GBM localizou os cães, identificou o melhor acesso, e encontrou o melhor ponto de ancoragem para a descida da equipe de resgate através de içamento com corda.
Os animais estavam aparentemente debilitados e desidratados. Cinco cães, dentre eles um filhote, foram retirados rapidamente. O último animal, mais assustado, fugiu do socorrista por uma passagem de finas e frágeis raízes até um outro platô. E desta maneira foi necessário estabelecer um novo ponto de ancoragem e acesso, novamente identificado precisamente pelo Drone.

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

BR-116: 14 radares fixos começam a funcionar no dia 22

Enel flagra 239 “gatos de luz” em Teresópolis

Trilha na Pedra da Tartaruga sofre com a ação de vândalos

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Delmo Ferreira novo presidente da ATL

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE