Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Agricultura familiar e orgânica mantém as raízes de Teresópolis

Os próprios feirantes produzem, processam, confeccionam e comercializam seus produtos nas pequenas feiras

Luiz Bandeira
Juliana Ludwig

Com a intenção de fortalecer a agricultura familiar no município, por iniciativa da Emater-Rio e do Programa Rio Rural, o executivo municipal com a participação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, criou em 2016 o Decreto 4.817, que oficializou a criação e regulamentação do funcionamento de Feiras da Agricultura Familiar, além de Feiras de Produtos Orgânicos em Teresópolis. A necessidade da criação das feiras surgiu quando a Emater-Rio verificou em uma pesquisa, através do Programa Rio Rural, a dificuldade de comercialização que os produtores enfrentavam. De acordo com o órgão, Teresópolis conta hoje com cerca de 3.500 agricultores familiares atuando nas atividades de olericultura e fruticultura, produção de plantas medicinais, aromáticas e ornamentais, criação de animais e no artesanato. Isso conferiu a cidade, o título de Capital Estadual da Agricultura Familiar, através do decreto de autoria do deputado Estadual Eurico Junior, a pedido do Vereador Fidel Faria. O projeto foi aprovado em agosto de 2021 em votação no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

O cuidado na produção orgânica pode ser observado na qualidade dos legumes, frutas e hortaliças comercializados na feirinha da Praça Governador Portella

Os produtores se mobilizaram e montaram feiras em praças do município, em dias alternados, na intenção de aumentar a comercialização de sua produção, atendendo a população que prefere consumir produtos não industrializados. As primeiras praças contempladas foram a Praça dos Expedicionários no bairro de São Pedro, Praça Maria Corina Paim na Barra do Imbuí, Praça Juscelino Kubitschek em Araras e Praça Governador Portella em Agriões. Feiras semelhantes também foram montadas na Praça Nilo Peçanha, no Alto, na entrada do Clube Comary, e a mais conhecida a feira de produtos orgânicos que funcionava no terreno da antiga Sudamtex e que agora ocupa provisoriamente espaço na Praça de Esportes Radicais, ao lado da rodoviária.
Na última semana, nossa equipe esteve na Praça Governador Portella, ao lado da prefeitura, em Agriões, e conversou com alguns feirantes sobre os produtos que comercializam. Carol Feichas, do Sítio Manacá, destacou a qualidade dos produtos que vende. “A feira da agricultura familiar valoriza o pequeno produtor regional de Teresópolis. Os produtos aqui são de ótima qualidade, tudo muito fresco porque a gente está muito perto do consumidor. Aqui na barraca ‘Manacá Orgânicos’ a gente produz legumes, verduras, orgânicos, minha família trabalha também com ovo e galinha caipira, são animais que ficam livres. A alimentação delas a gente mistura na nossa propriedade e fica tudo top, bem fresco”, valoriza Carol.

Deliciosos doces, conservas, licores e cachaça artesanal também são oferecidos na feira da agricultura familiar de Agriões

Produtos diferentes e diferenciados
A feira da Praça Governador Portella não tem só produtos alimentícios, lá também é encontrado artesanato, com as confecções em panos em algodão cru da Mariana Carrijo e as bonecas de pano criadas e confeccionadas pela Sueli e pela Daniele. “Eu trabalho com costura criativa, meu trabalho é feito com tecido 90% de algodão cru, o restante eu tento trabalhar com tecido ecológico, porque o objetivo do meu trabalho é justamente sustentabilidade, então eu tento focar nessa questão. Todo o processo dele é pra trabalhar com reutilizável, por exemplo, eu tenho o filtro de café permanente, onde você deixa de usar o filtro de papel descartável e passa a usar um filtro de café que duram seis meses. A ideia é essa, eu tento focar nisso é sou aqui de Teresópolis, por isso a gente produz aqui mesmo e a feira tá voltada pra isso, pra tentar levantar o comércio local, com produtores locais e artesãos locais”, destaca Mariana Carrijo.

Bonecas de pano encantam e colorem a feira da Praça Governador Portella


O encanto das bonecas de pano da Sueli e da Daniele confere um colorido todo especial ao espaço. “Aqui estão nossas bonecas natalinas e temos vários modelos, são todas bonecas artesanais que servem pra qualquer idade. Temos também o porta-tudo que serve pra mil e uma utilidades, porta-calcinha, nós temos a famosa Emília, a bailarina, o porta-papel higiênico, um Papai Noel que é um puxa-saco, mas que serve também para colocar pão, biscoito depende da criatividade”, revelam Sueli e Daniele
Para iniciar seu próprio cultivo a dica são os vasos feitos de cimento da Adriana. “Vasos artesanais, vasos feitos de concreto e afeto. São vasos impermeabilizados que podem plantar tanto plantas artificiais, quanto naturais. Venham nos visitar prestigiar o nosso trabalho feito com muito amor e carinho, precinho e qualidade”, promove Adriana dos Santos.

Para adoçar a vida, Nilza Nunes, que tem uma propriedade em Aparecidinha, produz para vender na feira da Praça Governador Portella cachaça e doces artesanais

Doces e cachaças
Para adoçar a vida, Nilza Nunes, que tem uma propriedade em Aparecidinha, município de Sumidouro, onde produz para vender na feira da Praça Governador Portella, cachaça e doces artesanais. “Eu tenho uma propriedade em Aparecidinha é lá onde faço todo o meu trabalho, tenho licores, tenho meu próprio alambique é de onde tiro minha cachaça artesanal, faço meus doces, geleias no fogão à lenha, ainda né? São produtos sem conservantes, totalmente naturais, tento fazer o melhor com frutas selecionadas. Estamos aqui para poder diferenciar dos produtos vendidos no mercado. Que as pessoas possam nos prestigiar na nossa feirinha das quartas-feiras”, destaca Nilza.

Vale a pena visitar a feirinha da Praça Governador Portella, em Agriões, todas as quartas-feiras. Ela funciona a partir das 7h da manhã e vai até às 14h. Além de oferecer frutas, legumes e verduras, na feira também há doces, bolos, mel e até peças de artesanato.

O encanto das bonecas de pano da Sueli e da Daniele confere um colorido todo especial ao espaço

Carol Feichas, do Sítio Manacá, destaca a qualidade dos produtos que vende. “A feira da agricultura familiar valoriza o pequeno produtor regional de Teresópolis”

Edição 02/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Morreu os 74 anos o empresário José Carlos da Papelaria Globo

Mutirão de inscrições do Pré-vestibular Social em Teresópolis

Capela mais antiga de Teresópolis ganha rota cultural

É preciso quitar todas as dívidas do veículo para obter o CRLV 2024

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE