ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Ano Novo, ponte velha e caindo aos pedaços

Data: 09/01/2019

Nos últimos anos, a pouca manutenção realizada na antiga passagem só aconteceu porque moradores se uniram para evitar prejuízo ainda maior - Leitor Repórter ?

O ano de 2019 já está aí, mas muitos problemas de 2018 ainda se arrastam nas comunidades de Teresópolis. Além dos muitos buracos e problemas em sistemas de manilhamento – destaques em nossa edição desta quarta-feira, situações como a que vivem moradores da localidade de Vargem Grande parecem não preocupar o poder município municipal. Literalmente caindo aos pedaços, a ponte que dá acesso ao trecho da região conhecido como Boqueirão segue em situação bastante precária e, desde dezembro do ano passado, o ônibus da Viação Dedo de Deus está impedido de fazer o percurso completo por conta do risco de se envolver em grave acidente ao cruzar a passagem construída com troncos e pranchões de madeira.
“Em nome do povo de Vargem Grande venho pedir novamente pelo apoio do prefeito Vinícius Claussen ao nosso bairro. Anteriormente havia reclamado sobre a situação em que a ponte se encontrava, mas os dias foram passando e a situação piorou bastante. Hoje nossa ponte está torta e toda podre, no entanto até a viação tirou o único ônibus que tem acesso ao local devido ao risco de um ônibus destes cair com alguém e machuca-los. Já não temos iluminação no bairro agora vão lá e tiram o único acesso do ônibus ao local? Como o povo agora faz pra andar 45 minutos a pé no escuro? Dependemos do ônibus. Queremos uma resposta Sr. Vinicius, pois desde jeito não podemos permanecer!”, relatou ao jornal O Diário a moradora Santuza Oliveira, em contato através do nosso WhatsApp (21 99436-5717).
Em nota publicada na página na rede social Facebook nesta quarta-feira, a Viação Dedo de Deus reforçou que a linha 35A (Rodoviária X Vargem Grande) está seguindo somente até antes da ponte, por conta da interdição. Nos últimos anos, a pouca manutenção realizada na antiga passagem só aconteceu porque moradores se uniram para evitar prejuízo ainda maior. Além do transporte coletivo, a situação prejudica produtores rurais da região.
Em novembro passado, conversamos com o Secretário Municipal de Agricultura, Fernando Mendes, que na ocasião alegou que a pasta estava fazendo um levantamento sobre o estado das pontes do interior para estabelecer prioridades na recuperação ou manutenção. Ele lembrou que a catástrofe natural registrada em 2011 causou muitos prejuízos para as localidades da zona rural e que, até hoje, o município ainda não conseguiu uma reestruturação plena. “Na Tragédia eu estava à frente da secretaria e fizemos levantamento de 49 pontes que de alguma maneira foram abaladas no município. Estabelecemos uma lista de prioridades e essa lista foi aprovada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Teresópolis e entregue ao governo do estado através do representante da Emop e da secretaria de estado de Agricultura presentes no município à época. além disso, as próprias condições financeiras e econômicas da prefeitura pós-tragédia dificultam a manutenção dessas pontes. Muitas são de madeira, com vão de altura baixa em relação ao rio e que no período de chuvas sofrem impacto por conta da pressão da água. É situação e que nos preocupa, por isso estamos fazendo levantamento novamente das pontes do interior estabelecendo uma lista de prioridades para manutenção e assim atacando essas prioridades. Paralelo a isso estamos fazendo parceria com algumas associações de moradores tendo em vista a dificuldade financeira e orçamentária da prefeitura. Geralmente essas associações de moradores fornecem material e nós a mão de obra para executar o serviço”, explicou Fernando.
Nesta quarta-feira, a  Prefeitura informou que “a Secretaria de Agricultura já esteve no local avaliando a situação da ponte do Boqueirão, em Vargem Grande, e em contato com a comunidade esclareceu que está aguardando o final do processo de licitação para a compra dos pranchões para a reforma da ponte”.

 

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dia Mundial da Água: Você realmente conhece o nosso Paquequer?

Campanha quer conscientizar vendedores ambulantes irregulares

UNOPAR comemora marca histórica e anuncia descontos para servidores

Guapimirim sedia oficina para discutir recuperação da Mata Atlântica

Hospital São José vai continuar com setor de pediatria

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ