Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Apesar de abandonada, Cascata dos Amores volta a ser opção para o verão

Teresopolitanos e turistas podem aproveitar gratuitamente os belos atrativos do local

Marcus Wagner

Com o período de verão em que muita gente procura opções de lazer para se refrescar nestes dias muito quentes, uma ótima opção é a Cascata dos Amores, localizada no bairro de mesmo nome, um local que não chega a ser tão badalado como o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso) ou Cachoeira dos frades, mas que tem acesso livre e fácil. A área tem um grande espelho de água clara e limpa e uma pequena praça ao lado, porém a visitação é muito pequena como pudemos registrar  na manhã desta quinta-feira (9).
Um dos grandes diferenciais da Cascata dos Amores é justamente o fato de não haver cobrança para que as pessoas possam desfrutar do lazer por ali. Além disso, a beleza do local também é um grande atrativo. Assim como no Parnaso, o frequentador pode aproveitar tanto uma piscina com a água natural como também há uma cachoeira, uma queda d’água de pequeno porte enquanto o tempo está ensolarado. 
Bem ao lado da piscina há um espaço com mesas e bancos, onde o acesso é direto por uma escada que vem da rua principal. 
Assim como outros locais públicos, a Cascata dos Amores não tem consegue ter a atenção necessária do poder público para garantir a manutenção e limpeza do ambiente, assim como é alvo da falta de educação e vandalismo de pessoas que descartam lixo de qualquer maneira no local e pichadores que vandalizam pedras e muros.
Para garantir que o momento de lazer seja mesmo só de diversão e relaxamento, o frequentador também precisa ficar alerta quanto a alguns perigos que podem passar despercebidos. Logo na entrada, ao descer a escada, muitos frequentadores buscam acessar uma imensa rocha  que fica bem no meio do curso do rio, porém não há uma caminho direto para esse trecho e é preciso passar por uma pedra escorregadia, algo perigoso para crianças e quem tem dificuldade de locomoção. 
Outro alerta importante é que nesta época em que chuvas fortes são frequentes, é preciso ficar atento quanto a possibilidade de ocorrer uma cabeça d’água, pois a cascata fica em uma zona de amortecimento do Parnaso e o aumento de volume pode ocorrer rapidamente. 
Além disso, a piscina também mercê muita atenção dos frequentadores já que não há salva vidas no local e em alguns trechos dela a profundidade é muito grande. Quem não sabe nadar corretamente deve evitar se aventurar principalmente na parte que fica ao lado da cachoeira.
Seguindo as recomendações de segurança que são as mesmas de qualquer outra área de cachoeira aberta ao público par o lazer, os moradores de Teresópolis e turistas podem contar com este ótimo espaço acessível a todos e que é muito indicado para passar o esse verão sem sofrer com o sol escaldante. 

 

Tags

Compartilhe:

Edição 28/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Bancos não terão atendimento presencial ao público nesta quinta-feira

Dia do Desafio: Sesc Teresópolis promove atividades gratuitas

Moradores de Albuquerque continuam convivendo com lamaçal

Ladrão de residência tenta fugir da PM pulando em rio

Homem é preso por grave agressão à mulher na Várzea

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE