Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Atleta Guilherme Malheiros participa de evento no CrossFit Burnout

Ele assombrou os criadores do esporte e mostrou que o famoso poder de adaptação do brasileiro é mesmo impressionante. Guilherme Malheiros, atleta da região dos lagos fluminense, colocou pela primeira vez o Brasil no cobiçado pódio do CrossFit Games, e isso tendo apenas 17 anos. A segunda colocação em sua primeira aparição na competição também abriu um precedente em uma das nações onde o esporte, de origem norte-americana, mais cresce em proporção de praticantes.

Anderson Duarte

Ele assombrou os criadores do esporte e mostrou que o famoso poder de adaptação do brasileiro é mesmo impressionante. Guilherme Malheiros, atleta da região dos lagos fluminense, colocou pela primeira vez o Brasil no cobiçado pódio do CrossFit Games, e isso tendo apenas 17 anos. A segunda colocação em sua primeira aparição na competição também abriu um precedente em uma das nações onde o esporte, de origem norte-americana, mais cresce em proporção de praticantes. Agora, todo mundo quer ser o Gui Malheiros pelo país, e sua marca no Snatch também elevou o padrão de treinamento no país. No último sábado, a CrossFit Burnout trouxe para Teresópolis o macaense, que além de comandar dois empolgantes WODs ainda encarou uma competição de recordes pessoais do exercício que o deixou famoso em todo o mundo.
O pessoal da Burnout até tentou, mas poucos no mundo conseguem competir com o adolescente, que na demonstração do último fim de semana levantou fácil 242 libras, ou 110 quilos no arranque. E a expressão fácil nem é assim um exagero, já que este ano no Games, Gui tirou do chão e assustou o mundo inteiro, 291 libras, ou 132 quilos neste mesmo movimento. O resultado foi tão importante, que apenas quatro atletas da categoria principal conseguiram superar a marca do adolescente. O atleta JP Moreira foi o teresopolitano que chegou mais próximo da marca de Malheiros e finalizou a disputa de PR com 98 quilos, também uma marca de respeito. No Games, nos Estados Unidos, Guilherme conquistou duas vitórias nas dez provas disputadas, o que fez com que o atleta da CrossFit Cavaleiros ficasse atrás apenas de outro fenômeno, o americano Angelo Dicicco, que levou para casa seu segundo título em três participações entre os adolescentes.
As marcas do crescimento do CrossFit no Brasil são evidentes e em 2017, já estamos atrás apenas dos criadores da modalidade, com mais de oitocentas boxes espalhadas pelo território brasileiro. Consciente de sua responsabilidade também nesse crescimento todo, Malheiros contou a nossa reportagem que agora pensa em ajudar a propagar a prática e se aprimorar para representar bem o país também na categoria principal. “Eu as vezes me surpreendo com tanta repercussão, mas sei que quanto mais tivermos praticantes e espaços para a prática do CrossFit no país, mais teremos condições de evoluir na modalidade. Ver tanta gente se dedicando ao esporte, até profissionalmente, é encorajador para continuar me empenhando para crescer. Também sei que agora nossa preparação vai ter que ser ainda mais intensa e focada. Nossa participação lá no Games foi muito legal, mas eu gostei muito e quero voltar, e voltar com o mesmo foco que tive nesta primeira participação, ou seja, ser o melhor no geral”, enalteceu o atleta.
Maurício Garcia, da New Limit, também agradeceu a presença de Malheiros na cidade e aproveitou para falar do crescimento da modalidade na cidade. “Hoje nós temos muitos praticantes na cidade e, como o próprio Gui disse, desse universo maior de praticantes pode ser que surja um excelente atleta, temos que pensar nisso e como todo esporte, continuar a investir nesse crescimento da modalidade e oferecendo eventos como esse aqui hoje, onde essa fera vem aqui para poder compartilhar com os nossos atletas as técnicas e as dicas que acumulou na sua experiência internacional. Nós precisamos agradecer também a generosidade desse menino em vir aqui e treinar pesado com o pessoal. Foi um dia a ser gravado para sempre na história da New Limit e da Burnout com certeza”, disse Maurício. 
Já o Coach Rodrigo Emerich não escondeu o seu contentamento em receber o atleta Gui Malheiros na box. “Para nós, tanto para mim, quanto para o Fábio Penido, é uma honra muito grande receber um atleta do porte do Malheiros aqui na Box. Todos os nossos alunos acompanharam e torceram muito por ele no Games e poder compartilhar um pouco da experiência e do tempo dele vai ser inesquecível para esses atletas. Assim que ele estabeleceu a marca no Snatch, quase todos os nossos alunos queriam aprimorar ainda mais a técnica e levantar mais peso. Isso é muito legal e a gente tem que agradecer como o Maurício disse a generosidade do Gui em compartilhar conosco sua experiência que já tão grande mesmo com tão pouca idade. Vejo hoje o Guilherme como um dos melhores atletas num futuro próximo e levando o nome do Brasil ainda mais longe, já que destaque e projeção ele já deu e muito”, enalteceu Rodrigo.
Depois de um aquecimento básico e um treinamento com valiosas dicas para os alunos da Burnout e convidados, Malheiros concluiu sua escalada no Snatch passando para a realização de dois WODs, ou seja, a sigla no inglês para Workout of the Day, algo como o treino do dia, nome dado a série de exercícios programados para aquele dia na Box. Com a participação de muitos alunos da academia e de convidados especiais de outras Boxes, os WODs foram intensos e deixaram esgotados grande parte dos competidores. De Wall Ball, Burpees, passando por Jump Boxes e Hand Stand Push-ups, os dois treinos foram pensados para explorar bastante a capacidade atlética dos alunos, que provaram e muito o dia de atividades com o campeão. Em seguida uma série de registros para as redes sociais, ambiente que o atleta, como todo adolescente, adora e usa muito. Um dos destaques da visita de Malheiros foi a foto feita por seu pai, Guga Malheiros, fotógrafo, no mirante do Soberbo, nela, Gui faz a posição marcante do CrossFit, o Pistol, com o Dedo de Deus ao fundo.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 21/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Quando Paquetá é a ponta de um iceberg

Sine divulga 206 vagas de emprego em Teresópolis

SOME COM O DINHEIRO E MENTE EM NOTA OFICIAL: “Calote na empresa de ônibus seria culpa dos vereadores”

A Empatia verdadeira e a Depressão

DIABETES: O direito de tratamento fornecido pelo SUS e planos de saúde

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE