Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Blanchez no SESC Teresópolis nesta sexta-feira

Com guitarras pesadas, melodias marcantes e um vocal feminino poderoso, a banda comanda a noite no palco

Dentro da extensa programação do Festival SESC de Inverno deste ano, existe muito espaço para as bandas e os artistas locais e dentro desta pegada de valorização do que é nosso, o palco do restaurante do SESC Teresópolis recebe nesta sexta-feira, 26, a partir das 22 horas, a banda Blanchez, banda de Stoner Rock com vocal feminino, 100% independente, que em Abril de 2018, com nova formação, iniciou o desafio de produzir e lançar uma música por mês durante aquele ano. Contando com diversos parceiros para a produção dos materiais, a banda lançou, em 8 meses, 2 videoclipes e 7 singles, somando mais de 15.000 plays no YouTube e Spotify até a presente data. Em 2019, 5 destas músicas foram selecionadas para fazer parte do EP “Just The Start”, primeiro lançamento da banda depois de assinar contrato com o selo internacional 1001 Stoned.

 

Nas suas músicas, acrescenta elementos de diversos estilos que influenciam o grupo, como Blues, Grunge, Pop e Heavy Metal, dando sempre ênfase nos vocais agressivos e versáteis da frontwoman Rachel Claussen, com um instrumental bem dinâmico que varia de levadas do Pop até o mais visceral rock and roll. Nas letras, a banda apresenta fortes mensagens de evolução pessoal, igualdade e filosofia de vida dentro do ponto de vista dos integrantes, às vezes escrita por meio de analogias, outras vezes de maneira mais explícita.

 

Com diversas nuances ao longo da apresentação, o show da Blanchez já começa com a energia lá em cima, com músicas animadas, guitarras pesadas e melodias marcantes, como as de “My Own Everest” e “Day Trade”, que sempre fazem a galera balançar. As trocas de músicas são rápidas para não deixar o ânimo baixar, mas há algumas pausas estratégicas onde a banda conta um pouco das músicas, da carreira, interagindo com o público de forma mais intimista. O show também passa por momentos mais melancólicos, em baladas como “Just The Start” e “The Engineer of Life”, mas que também possuem a identidade da banda e mesclam momentos de calmaria com riffs pesados. Para criar a atmosfera perfeita para o público se lembrar do show, a banda deixa para o final as músicas mais rápidas. Marcantes e agressivas, como a música principal de trabalho “The Rescue” e a mais ouvida nas plataformas de streaming da banda, “Love, Pain, Hope”.

 

Atualmente a banda está prestes a lançar um EP com 5 músicas inéditas, que já foram gravadas em São Paulo, no Estúdio Datribo com o Ciero. Além deste EP, serão lançados 2 clipes e documentário em formato de série, com aproximadamente 10 episódios, mostrando os bastidores da "Missão SP 2019" e contando um pouco mais desse quase 1 ano de trabalho oficial. A banda é composta por Rachel Claussen, vocalista e co-produtora; Matheus Telles, guitarrista e produtor; Julio Chinemann, baixista e co-produtor e Matheus do Valle, baterista, co-produtor. Sua principais influências são: Crobot; Alice in Chains; Led Zeppelin; Far From Alaska; Rival Sons e Soundgarden.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 13/08/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Policial civil denunciado por lavagem de dinheiro é preso no Rio

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Petrópolis x Teresópolis, a travessia mais bonita do Brasil