Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Bombeiros ganham aliados no Segundo Distrito

Moradores de Santa Rita recebem treinamento para auxiliar no combate a pequenos focos de incêndio

Marcello Medeiros

Com 770km² e aproximadamente 170 mil habitantes, divididos em um distrito na zona urbana e dois no interior, Teresópolis registra deficiência na prestação de alguns serviços justamente por conta da sua extensão territorial e crescimento populacional. Um dos exemplos é o socorro do Corpo de Bombeiros. Apesar do excelente serviço prestado pelo 16º GBM, quando uma ocorrência acontece a uma longa distância do quartel, localizado no bairro de Pimenteiras, é muito difícil os caminhões de resgate chegarem no tempo esperado para evitar que um incêndio florestal, por exemplo, seja controlado antes de causar estrago ainda maior. Para diminuir os danos e riscos gerados por esse tipo de problema, os Bombeiros têm buscado parcerias nas comunidades mais distantes, como em Santa Rita, no Segundo Distrito.
Localizada a aproximadamente 20 quilômetros de distância e pelo menos quarenta minutos do quartel, a região acaba sendo mais prejudicada no período de estiagem, quando o número de queimadas criminosas é grande. Por isso, com o objetivo de extinguir rapidamente pequenos focos de incêndios florestais, evitando a propagação e até o acionamento do GBM, esta semana foi realizado um curso de formação de brigadistas. Trinta moradores da localidade participaram da capacitação oferecida pelo 16º e, além disso, eles mesmos se uniram para adquirir 30 abafadores e bombas costais para atuar nos pequenos focos e tentar evitar que se tornem grandes incêndios florestais. 
As queimadas criminosas prejudicam as lavouras, causam danos que podem ser irreversíveis em importantes mananciais e, no caso de Santa Rita, ainda podem prejudicar fauna e flora protegidas pelo Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, unidade de conservação ambiental criada em 06 de julho de 2009 e que tem sede naquela comunidade. A antiga Fazenda Urso Branco foi desapropriada e hoje recebe mais do que  a parte administrativa do parque, oferecendo ainda opções de lazer para toda a família.

Polo de Serviço Social para militares
A Diretoria de Assistência Social (DAS), em parceria com o Comando de Bombeiros da Área Serrana (CBA II – Serrana) e o 16º Grupamento de Bombeiro Militar – Teresópolis (16º GBM), inaugurou, no último dia 5, o Polo de Serviço Social em Teresópolis. O atendimento será realizado nas dependências do 16º GBM. O objetivo é ampliar o acesso ao serviço para os militares lotados nas unidades da Região Serrana, bem como seus dependentes e pensionistas. – O Polo de Serviço Social é um reforço para os comandantes das unidades operacionais no assessoramento de questões sociais da nossa tropa – afirmou o comandante de Teresópolis, tenente-coronel de Mello. 
– Esta inauguração é a conclusão de mais uma das etapas do projeto de descentralização da DAS. A iniciativa aproxima a diretoria do usuário e reduz a vulnerabilidade social dos militares ativos e inativos, pensionistas e seus dependentes, contribuindo na qualidade de vida e na implantação de projetos sociais locais – afirmou o diretor de Assistência Social, coronel Ricardo Macedo.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 23/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Chuvas já mataram 163 pessoas no Rio Grande do Sul

Prefeito de Teresópolis foi ao Tribunal para autorizar festa particular em rua

Vasco da Gama enfrenta o Náutico em Teresópolis

Corujão: novos horários de ônibus durante a madrugada em Teresópolis

Cidade turística, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE