Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

“Buraco na Tietê foi causado por rede da Cedae”, diz prefeitura de Teresópolis

“Buraco na Tietê foi causado por rede da Cedae”, diz prefeitura

Após longos meses em obras, muito dinheiro investido e também grande número de reclamações, a Rua Tietê, no Bairro de Fátima, continua sendo motivo de dor de cabeça não só para quem mora na região, mas para motoristas de diversas partes da cidade. Afinal, a importante via pública conecta essa região ao populoso São Pedro e é utilizada por muita gente para chegar mais rápido a bairros como Bom Retiro e Meudon, ou, no sentido contrário, ao Alto, só para citar. No último fim de semana, nova cratera surgiu nas proximidades do conjunto de apartamentos conhecido como “blocos” e causou prejuízo para pelo menos três motoristas, que caíram com seus veículos no grande buraco escondido pela água da chuva.

Somente nesta segunda-feira, 12, equipe da secretaria municipal de Serviços Públicos foi destacada para verificar a situação da via. Nossa equipe esteve no local e, segundo informado por representante do setor, dessa vez a responsabilidade pelo afundamento de pista é da Companhia Estadual de Águas e Esgotos. “O que acontece é que passa ao lado da nossa galeria o cano da Cedae e um cano principal da empresa telefonia. O cano da Cedae vem constantemente soltando, às vezes solta luva, às vezes quebra. E como é muita água arrebenta tudo pela frente, onde tiver entrada vai levar todo material que serve de aterro. O que aconteceu agora, quebrou, mas não entrou nossa galeria, ficou com água parada, infiltrando dos lados. Estamos aqui esperando a Cedae resolver, só podemos fazer o serviço depois que Cedae pode fizer o serviço dela. Não temos como trabalhar. Sempre que a gente vem aqui é cano da Cedae quebrado, não tem nada a ver com nossa galeria, o serviço que a gente fez está perfeito”, relatou Ademir Almada, Encarregado Geral da Secretaria de Serviços Públicos.

Com a declaração do governo municipal, entramos em contato com a Assessoria de Comunicação da Companhia Estadual de Águas e Esgotos, cobrando um posicionamento sobre tal situação e previsão de reparo da rede. Porém, não recebemos nenhuma resposta até o fechamento desta edição.

Após longos meses em obras, muito dinheiro investido e também grande número de reclamações, a Rua Tietê, no Bairro de Fátima, continua sendo motivo de dor de cabeça

Muito dinheiro, muitos problemas
Não é de hoje que tal situação se repete com frequência no período chuvoso. Ou, nem tanto. Basta aumentar um pouco o volume da chuva, como ocorreu no fim de semana, para surgirem problemas nas galerias e no asfaltamento. Mas, atualmente, a população está ainda mais indignada porque no ano passado a Rua Tietê ficou meses em obras, na maioria do período sem sequer o tráfico de veículos. Foram trocadas galerias, construídas novos caminhos para a água da chuva escoar no Paquequer e, ainda assim, os problemas continuam. Quando se questiona a qualidade do encanamento da Cedae no local, fica a dúvida se tal substituição por uma rede mais moderna e com maior capacidade não ocorreu no período em obras no ano passado. Na ocasião, a pista ficou sem asfalto e grande quantidade poeira tomou conta de residências e estabelecimentos comerciais por semanas.

Edição 18/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Civil conclui inquérito e indicia por tráfico mulher que deu balas com droga para camareira de hotel em Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis confirma data do leilão de veículos apreendidos

Veja como ficam as repartições e atrativos turísticos de Teresópolis no feriado

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE