Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Buracos nas calçadas causam acidentes e revoltam pedestres

A falta de conservação nas calçadas de Teresópolis é evidente e cada vez mais os pedestres precisam ficar muito atentos para não sofrerem algum acidente nas armadilhas em forma de buracos e desníveis, mesmo assim os casos de pessoas que se machucam por conta desses problemas são frequentes. O desleixo de quem deveria fazer a manutenção somado à falta de atuação do governo municipal acabam espalhando armadilhas pelos bairros e também no centro da cidade.

Marcus Wagner

A falta de conservação nas calçadas de Teresópolis é evidente e cada vez mais os pedestres precisam ficar muito atentos para não sofrerem algum acidente nas armadilhas em forma de buracos e desníveis, mesmo assim os casos de pessoas que se machucam por conta desses problemas são frequentes. O desleixo de quem deveria fazer a manutenção somado à falta de atuação do governo municipal acabam espalhando armadilhas pelos bairros e também no centro da cidade.
Exemplos de pessoas feridas ao tropeçar nos buracos não faltam e recentemente foi divulgado pelo repórter Paulo Vicente o caso de uma senhora que caiu e se machucou em uma calçada no centro da cidade, na Avenida Delfim Moreira. De acordo com a publicação, o acidente aconteceu na última terça-feira, dia 19, porém nossa reportagem retornou ao local nesta sexta-feira e a situação continua a mesma, com um buraco deixando um grande desnível. De acordo com pessoas que trabalham em estabelecimentos do entorno, toda semana acontece algum caso de pessoas se machucando naquele trecho.
Diante desses problemas, a responsabilidade de garantir que a calçada esteja em perfeitas condições é o proprietário do imóvel ou quem o alugou, quando for o caso. Cabe à prefeitura fiscalizar com rigor para que a lei seja cumprida e aplicar multas quando o problema não for resolvido. 
No Facebook, a publicação com as fotos do local e dos ferimentos da vítima do acidente recebeu diversos comentários com depoimentos de muitas pessoas que sofreram ou testemunharam diversos outros casos do mesmo tipo. Lilica Pestana contou que a mãe foi outra vítima do mesmo buraco: “Gostaria de registrar a minha indignação. Minha mãe com 80 anos de idade caiu nesse mesmo lugar e teve que ser hospitalizada batendo com o rosto no chão. Além dela, várias pessoas caíram lá”. Rosane Olnei  confirmou em seu comentário que a situação de descaso é antiga: “Uma vergonha! Esse buraco já está causando acidentes há muito tempo! A cidade está abandonada! Cadê a fiscalização?”, questionou. “Calçada aqui na Barra não existe, ou você passa sobre os buracos ou sobre os carros que ficam ali. E ainda tem que correr o risco de ganhar uma voadora de um carro, porque temos que passar na rua. Lamentável!”, destacou Adriana Warol. Já Eduarda Alvarães contou como se machucou: “Também caí na rua em um buraco na calçada. Fui parar no hospital, torci feio o meu pé. Vergonha estão várias calçadas em Teresópolis”.  Natacha Cunha relatou como é grande o perigo, principalmente para quem está com alguma dificuldade de locomoção: “Eu não vi esse buraco e quase caí com o carrinho de bebê e minha filha! Uma vergonha!”.
Um dos grandes causadores desse problema é a prática do estacionamento irregular, já que muitos motoristas param seus veículos com duas ou até as quatro rodas sobre as calçadas. Até mesmo caminhões ajudam a aumentar a destruição sem qualquer repreensão por parte da prefeitura, como acontece na Rua Carmela Dutra. 
Até mesmo na rodoviária a situação preocupa, com muitos buracos espalhados por toda a calçada, bem em uma porta de entrada da cidade, onde também há uma enorme circulação de teresopolitanos e turistas. O piso já está seriamente danificado há muito tempo, porém nada é feito. Mesmo sendo parte do terminal rodoviário, quem tem a obrigação de realizar os reparos são os próprios lojistas, que deveriam zelar pela segurança dos seus clientes.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 20/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

BR-116: 14 radares fixos começam a funcionar

Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024

“Sabores Britânicos” segue até o dia 28 em Teresópolis

Santa Rita, o berço das plantações orgânicas de Teresópolis

Teresópolis: Vale dos Frades vai receber festival de música e arte da montanha

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE