Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Calçada é destruída para reforma, mas obra já está parada há uma semana

Com destroços e pedregulhos acumulados, medo da população de um possível temporal complique ainda mais a situação

Isla Gomes

Há uma semana, mais precisamente na terça-feira, dia 26 de dezembro de 2023, teve início a reforma da calçada no entorno da Praça Governador Portella, que fica atrás da sede da prefeitura. Estando enquadrada no orçamento de R$ 534.204,13, que inclui outras reformas de outras passagens pela cidade, a intervenção está sendo realizada pela empresa JKN Assessoria e Serviços, contratada pelo governo Vinicius Claussen no ano passado. Entretanto, moradores e trabalhadores do local reclamam que foi dado início aos procedimentos da reforma quebrando-se boa parte do solo, logo depois, teriam paralisado o andamento deixando os destroços no local, atrapalhando a passagem de pedestres e impedindo a realização da pequena feira que ocorre todas as quartas-feiras. Muitos moradores do entorno temem o que pode acontecer se, por exemplo, o município for atingido por uma forte chuva enquanto a obra está parada.

“Isso é um absurdo, como decidiram fazer essa reforma logo agora, no verão? Todos nós sabemos que essa área toda alaga, vira um verdadeiro mar”, ressalta a moradora Sônia Chagas. Foto: Isla Gomes/Diário

Dona Sônia Chagas é moradora das proximidades e está preocupada com a situação. Ela acha que no mínimo deveriam ter deixado para dar início à reforma depois do verão, quando o risco de alagamento não é iminente. “Isso é um absurdo, como decidiram fazer essa reforma logo agora, no verão? Todos nós sabemos que essa área toda alaga, vira um verdadeiro mar. Eu moro nas proximidades e meu filho já morou bem em frente a essa praça, então eu posso dizer com propriedade que a água chega até as janelas dos apartamentos mais baixos. Esses pedregulhos imensos que foram deixados aqui em pleno verão, é um perigo alarmante”, declara a comissária de bordo.

A PMT não informa qual o prazo da obra. Extraoficialmente, apuramos que o serviço levaria cerca de um mês para ser concluído. Foto: Isla Gomes/Diário

Programa
Em agosto de 2022 a Gestão Municipal iniciou a revitalização dos passeios públicos dos prédios municipais pelo “Programa Calçada Acessível”, ao qual a prefeitura renovou a adesão do Município. Desenvolvido pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e a Associação Brasileira de Cimentos Portland (ABCP), o programa inclui consultoria técnica aos municípios, a fim de garantir a padronização e a acessibilidade dos passeios públicos, seguindo as premissas de acessibilidade contidas no Plano Nacional de Mobilidade Urbana.

Meio milhão
Com um investimento de R$ 534.204,13, resultado de emenda parlamentar do Deputado Federal Hugo Leal, o convênio contempla os seguintes locais: calçada da Casa da Memória Arthur Dalmasso; Palácio Teresa Cristina – sede da Prefeitura – e o entorno da Praça Governador Portella; da Câmara Municipal; dos Centros Administrativos Prefeito Celso Dalmaso e Manoel Machado de Freitas; a calçada da Rodoviária e o trecho em frente ao Shopping Popular e à Praça de Esportes Radicais. Seguindo ainda o programa municipal “Calçada para Todos”, os passeios públicos estão recebendo piso tátil de alerta e direcional, com superfície antiderrapante, para facilitar a circulação de pedestres, de acordo com o previsto no Manual de Calçada Acessível de Teresópolis.

Sem resposta
O Diário fez contato com a Assessoria de Comunicação da prefeitura para colher informações sobre o prazo da reforma em questão. Porém, não obtivemos nenhuma resposta até o momento. Extraoficialmente, apuramos que o serviço levaria cerca de um mês para ser concluído.


Edição 24/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Viação Teresópolis atualiza tabela divulgada pelo Detro e informa novos valores

MEIs: Contadora explica aumento no valor da contribuição previdenciária

Paróquia Santa Rita de Cássia celebra 25 anos de criação da diocese

Automedicação em casos de dengue pode até agravar complicações da doença

Sine divulga 147 vagas de emprego em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE