Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Câmara cobra fiscalização sobre comércio ilegal nas ruas de Teresópolis

Na sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta quinta-feira, dia 17, os parlamentares demostraram preocupação com a falta de ações da prefeitura para resolver problemas em diversos serviços como Segurança Pública, Educação e Iluminação Pública. Entre os temas abordados na reunião, a vereadora Cláudia Lauand fez um importante alerta quanto ao comércio ilegal de mercadorias que está tomando conta das calçadas do centro da cidade, cobrando que os fiscais de posturas do município trabalhem e coíbam essas ações irregulares de pessoas vindas de fora da cidade e agindo livremente todos os dias, principalmente aos sábados.

Marcus Wagner

Na sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta quinta-feira, dia 17, os parlamentares demostraram preocupação com a falta de ações da prefeitura para resolver problemas em diversos serviços como Segurança Pública, Educação e Iluminação Pública. Entre os temas abordados na reunião, a vereadora Cláudia Lauand fez um importante alerta quanto ao comércio ilegal de mercadorias que está tomando conta das calçadas do centro da cidade, cobrando que os fiscais de posturas do município trabalhem e coíbam essas ações irregulares de pessoas vindas de fora da cidade e agindo livremente todos os dias, principalmente aos sábados. 
“Eu entendo que há uma crise nacional e municipal e que as pessoas têm que procurar alternativas de ganhos, mas o que me preocupa e chama a atenção é: de que maneira essa mercadoria está chegando ao consumidor? Eu vejo pessoas vendendo óculos de grau, mas é algo que você tem que usar por um problema que pode ser miopia, astigmatismo, então não é só comprar uns óculos qualquer. De que maneira esta mercadoria está ali? Tem nota fiscal? É proveniente de onde? Então nosso medo é que o comércio ilegal cresça demais e que essa mercadoria tenha origem ilícita. Nossa preocupação é chamar a atenção é chamar a atenção para o aumento do comércio ilegal nas ruas de Teresópolis porque isso vai trazer outros problemas em consequência, como aumento de violência em diversos bairros”, enfatizou Claudia.
A vereadora afirmou que ao deixar que ambulantes ilegais atuem nas ruas da cidade, a prefeitura comete uma injustiça com os comerciantes e com os vendedores do Mercado Popular, que pagam impostos: “Estamos em uma cidade pequena e nós conhecemos nossos ambulantes, não estamos falando das pessoas que vendem cocada, verduras, aqueles que são nossos conhecidos, mas aqueles que estão chegando de van, de ônibus e são pessoas que a gente não conhece, então nada mais justo que se cadastre essas pessoas, que se conheça a origem da mercadoria. Nada mais justo que o nosso comércio que paga imposto e passa por uma crise seja protegido, pois é muito mais fácil a pessoa comprar uma meia no comércio ilegal do que numa loja e aí isso não pode acontecer”.

Tags

Compartilhe:

Edição 20/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Cantor Chrystian morre em São Paulo, aos 67 anos

Teresópolis começa a vacinar contra a dengue

ONG vai realizar castração de animais em Teresópolis

Bandido armado assalta motorista de aplicativo em Teresópolis

Delino Tomé corre mais de 900 quilômetros em 14 dias seguidos

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE