Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Câmara discute problemas no transporte público de Teresópolis

População pode participar de audiência nesta quarta-feira, no legislativo municipal

Luiz Bandeira

A situação do transporte público de passageiros através de ônibus coletivos tem gerado reclamações da população, que é a principal prejudicada com este estado de coisas que vem se sucedendo no município. Entre vários casos apontados pelo jornal O Diário e Diário TV nos últimos meses, o mais recente aconteceu na semana passada, quando moradores de Bonsucesso ficaram sem transporte e registraram em imagens o coletivo passando direto sem parar no ponto, já que estava lotado, portanto não suportava mais passageiros. E essa tem sido uma realidade vivida por moradores de várias localidades do município. Pressionada pelas reclamações que chegam através dos eleitores, a Comissão de Transportes Públicos da Câmara Municipal de Teresópolis promove, nesta quarta-feira, 30, uma audiência pública para discutidas possíveis soluções e responsabilidades que possam contribuir para atender a demanda crescente por transporte na região central e no interior do município.
Na tarde desta terça-feira, 29, nossa equipe esteve na Câmara de Vereadores para conversar com presidente da Comissão, vereador Jaime Medeiros, que diz confiar no diálogo para a solução dos problemas no transporte da cidade. “Eu acredito que a gente vai ter uma audiência bastante produtiva, até porque são vários questionamentos, várias reclamações relacionadas ao nosso transporte público e nós teremos aqui a presença de todos os órgãos envolvidos pra chegar a um denominador comum e pra trazer um pouco de tranquilidade pras pessoas usuárias do transporte público de Teresópolis”, pontuou.
Questionamos ao presidente da Comissão de Transportes Públicos quais foram às medidas adotadas pela Comissão na busca de soluções. “A gente já fez o pedido de informação à empresa para ela poder remeter pra gente aqui a planilha de gastos da empresa. A gente quer ouvir os dois lados, tanto a empresa como o governo municipal e o papel da Câmara aqui, da Comissão de Transporte, é justamente isso, ouvir as opiniões, trazer os questionamentos, preparar um ata pra poder reenviar ao governo municipal que vai juntamente com a empresa poder trazer todos esses por menores, pra ver como se pode resolver essa situação. O quê não pode é a gente continuar nessa situação que a gente está hoje de reclamações com o transporte público em nossa cidade”, declarou o vereador.

“Eu acredito que a gente vai ter uma audiência bastante produtiva, nós teremos aqui a presença de todos os órgãos envolvidos pra chegar a um denominador comum”, destaca o vereador Tenente Jaime

Tempo de serviço
As empresas Dedo de Deus e 1º de Março operam o transporte de passageiros em Teresópolis há mais de 60 anos, servindo à população, ao desenvolvimento, formado e empregando centenas de trabalhadores da cidade. Em grande parte destes mais de seis décadas de operação as empresas gozaram de boa saúde financeira e os sócios eram prósperos empresários do setor. Porém, essa não é a uma realidade atual. Pelo contrário, há dificuldade para as empresas unificadas de se manterem. Segundo o quê apuramos em visita a Dedo de Deus em maio deste ano, o que mais vem impactando negativamente a saúde financeira da empresa são a alta dos combustíveis e dos implementos necessários à manutenção da frota e a grande quantidade de gratuidades. As sucessivas elevações no preço do óleo diesel, item fundamental para a operação dos ônibus, continuam prejudicando o transporte público em Teresópolis. Não é só a alta do diesel que afeta negativamente às operações da empresa, quando o combustível aumenta, tudo mais acompanha essa tendência, caso dos pneus e peças de reposição, essenciais para operar uma empresa de ônibus.
Quanto aos benefícios além dos idosos, há outros grupos que têm direito à gratuidade ou à meia tarifa asseguradas por leis federais, como estudantes, pessoas com deficiência (PCD), gestantes, policiais e carteiros. A maioria das cidades brasileiras confere aos estudantes o benefício de pagar meia tarifa, mas algumas delas concedem o benefício integral quando cumpridas determinadas condições, caso de Teresópolis onde o estudante tem o benefício integral. Porém, segundo o que nos informou a direção da empresa em maio, nem o município, nem o estado têm repassado à empresa valores referentes ao custo destas gratuidades. O governo estadual, por exemplo, não repassa os valores relativos às gratuidades dos estudantes de rede estadual há sete anos, numa dívida com a Dedo de Deus, que beira os R$ 9 milhões. A Diário TV vai transmitir a Audiência Pública ao vivo, a partir das 19h, pelo canal 4.1 Speed Fiber

Projeto do prefeito Vinícius Claussen não funcionou, e Justiça decidiu o pedido de tutela antecipada da Câmara Municipal para cessar a Integração – Arquivo

Mudanças no sistema
O modelo de transporte de passageiros, ou modal, é muito diverso, porém nós nos habituamos a aceitar apenas ônibus como opção à demanda por transporte, porém hoje existe a possibilidade de implantar um sistema que integre e ofereça opções entre ônibus, micro-ônibus, vans, carros e motocicletas de transporte de passageiros, mas parece que há a intenção de manter o atual sistema que não consegue atender todos os usuários. Perguntamos ao vereador Tenente Jaime se entrará em discussão a inclusão de outros modais para atender a população. “A gente não tem nada aqui na Câmara relacionado a isso, mas com certeza são fatores que poderão entrar em discussão e quem sabe futuramente, propor um projeto de lei, mas a gente está aguardando, por enquanto não existe nada relacionado a isso, vai ser debatido na audiência pública”, disse o vereador.

Edição 22/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado

Governo do Estado atua nas cidades afetadas pelas chuvas

LADRÕES DE RESIDÊNCIAS: Troca de tiros e quadrilha presa na Barra do Imbuí

Moradores denunciam possível foco do mosquito em casa abandonada

ÔNIBUS: Rodoviários de Teresópolis podem parar no próximo fim de semana

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE