Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Camping da Tartaruga fechado para manutenção

Área está interditada por tempo indeterminado, mas as trilhas podem ser visitadas

Marcello Medeiros

Na última quarta-feira, 16, a direção do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis anunciou o fechamento, por período indeterminado, da área de camping localizada na sua montanha símbolo, a Pedra da Tartaruga. Segundo o comunicado, com o objetivo de proporcionar melhor recepção ao visitante. “A ideia é deixar tudo bem organizado para que você possa usufruir e desfrutar de um belo visual alinhado ao aconchego da montanha. Assim que as melhorias forem finalizadas, reabriremos a área de camping”, informa o PNMMT. Não está sendo permitido o pernoite, mas as trilhas podem ser visitadas de terça-feira a domingo, das 8h às 17h.
A principal delas, que leva até o “casco” o quelônio de pedra, é fácil e com excelente visual. Após aproximadamente 20 minutos de subida, em ritmo lento, o caminhante se depara com um dos visuais mais bonitos do município. Da Pedra da Tartaruga, a 1.180 metros de altitude, a vista para as montanhas protegidas pelo Parque Estadual dos Três Picos e as mais altas formações da Serra dos Órgãos é impressionante.
Outra trilha que tem sido muito procurada é a Vidocq Casas, que leva até o mirante de onde se avista a formação rochosa que compõe a Tartaruga. Nesse caso, é preciso descer pouco mais de um quilômetro e depois retornar pelo mesmo caminho. É possível fazer as duas trilhas citadas no mesmo dia e, se a pessoa estiver com o preparo físico em dia, ainda chegar à base da Pedra do Camelo. Para alcançar o cume dessa montanha, é necessária a utilização de material de escalada.
O núcleo Tartaruga fica entre os bairros do Salaco, Granja Florestal e Córrego dos Príncipes, sendo acessado através da Servidão Pedro Mendes Filho. A partir da Cascata do Imbuí há placas indicando o acesso. 

História do PNMMT
Criada em 06 de julho de 2009, a unidade de conservação ambiental administrada pela secretaria municipal de Meio Ambiente mudou essa região. Até então, quem chegava ao topo dessa montanha não se deparava apenas com os encantos naturais. No lugar de uma arrumada área de camping, com direito a duas mesas e bancos feitos em madeira, muito lixo espalhado. Os agudos sons resultados dos golpes de talhadeira e marreta em vários pontos de extração de pedras substituíam o canto dos muitos pássaros hoje comuns nessa região. Também após o início das atividades legais e ambientais, foi descoberta uma nascente nas proximidades da montanha vizinha, o Camelo, que hoje atende os visitantes ao longo dessas duas trilhas graças à instalação de sistema de encanamento e torneiras.

Edição 22/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Justiça manda Vinícius pagar o que deve à Viação e empresa não vai cobrar a passagem dos idosos

Festival Sesc de Inverno confirma 15 atrações musicais

Golpista usa nome da Naturgy para lucrar em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

MPRJ lança canal específico para receber denúncias relacionadas às eleições municipais

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE