Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Chuva forte causa deslizamento, alagamentos, tombamentos de árvores e muros em Teresópolis

Morador do Fischer foi parcialmente soterrado. Na RJ-130 e Teresópolis-Itaipava, árvores fecharam o trânsito

Mais um fim de tarde de Verão e muitos problemas causados não só pela esperada grande precipitação, mas muitos pela falta de manutenção de vias públicas e ações que poderiam representar vidas salvas – como evitar que encostas e margens de rios sejam ocupadas e se criar programas habitacionais para retirar as pessoas que já está nessa situação de risco. Com aproximadamente trinta minutos de chuva mais intensa, já foram registrados vários pontos de alagamento e tombamentos de árvores, além de um deslizamento de terra na Rua Topázio, no Fischer, onde uma pessoa foi parcialmente soterrada após um barranco ceder, foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital das Clínicas. Ainda nessa região, uma grande encosta lateral à Estrada Pedro Eleotério de Oliveira cedeu em direção ao curso d’água que vai aflorar em cascata às margens da rodovia BR-116, no Fischer. Uma árvore tombou no mesmo ponto, isolando a passagem de pedestres.

De acordo com informações da secretaria municipal de Defesa Civil, ocorreu uma queda de muro na Rua Dolores Duran, na Quinta da Barra. Ainda segundo o que foi divulgado em boletim do órgão no final da tarde, os pontos de alagamento foram: Avenida Presidente Roosevelt, na Barra do Imbuí; Avenida Oliveira Botelho, no Alto; Cascata do Imbuí; Rua Carmela Dutra, em Agriões; Rua Guandu, em Pimenteiras; e Rua Manoel José Lebrão, na Ermitage. Extraoficialmente, foram outras notificações, como na Rua Rui Barbosa, também na Várzea, e vários trechos da RJ-130. No trecho da Teresópolis-Friburgo entre Albuquerque e Vale dos Cedrinhos, novamente moradores de estradas vizinhas à rodovia federal, como a Peru e a Equador, entre tantas outras, novamente viram um “mar de lama” descer em direção da via principal. Na Estrada Peru desceu tanta terra que carros estacionados foram cercados pelo lamaçal. Ainda na RJ-130, uma grande árvore tombou e fechou totalmente a pista em Boa Fé, próximo ao acesso de Agriões de Dentro. Também foram registradas quedas de árvores na BR-495, a Teresópolis x Itaipaiva. A Defesa Civil informa que as sirenes do sistema de alerta e alarme foram acionadas no bairro do Caxangá, às 16h18, e no bairro da Granja Florestal 1, 2 e 3, às 16h21.

Os maiores valores de chuva registrados no período de uma hora foram: Parnaso – 56,0 mm; Tartaruga – 47,0 mm; Quinta do Paraíso – 35,8 mm; Caleme – 35,0 mm; Meudon – 30,9 mm; e São Pedro – 28,68 mm. A secretaria segue em estado de vigilância, pois há previsão de chuva moderada para as próximas horas. “Fiquem atentos aos alertas via SMS e Sirenes. Em caso de emergência, ligue 199 ou entre em contato via WhatsApp (21) 2742-7025”, informa a Defesa Civil em Teresópolis.

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE