Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Coleta de lixo volta a ser problema em Teresópolis

Várias comunidades reclamam de grande atraso na prestação de serviço

Marcello Medeiros

Entra empresa, sai empresa. Entra dinheiro e sai muito dinheiro para o pagamento do serviço. Porém, a coleta de lixo continua sendo um grande problema em Teresópolis. Após um período de prestação de atendimento de forma regular e mediano, o recolhimento de resíduos sólidos voltou a ficar caótico em diversas comunidades. Nas últimas duas semanas, a redação do jornal O DIÁRIO e DIÁRIO TV recebeu reclamações de diversos bairros onde o caminhão da empresa terceirizada não tem cumprido a agenda prevista. Na Vila Muqui, por exemplo, moradores aguardaram por uma semana até que sacolas com material de todo o tipo fossem recolhidas e encaminhadas para lixão do Fischer – antigo aterro municipal, que se pode dizer que perdeu tal título por conta da incompetência na sua gestão, atualmente feita pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Bairro vizinho à Vila Muqui, Paineiras também agonizou com a precariedade no atendimento. Uma das imagens que recebemos mostra a Servidão Pavão, acessada pela Rua Arlindo Carreiro, no bairro de Paineiras, quase que totalmente fechada pelos resíduos gerados pelos moradores da comunidade e não recolhidos para destinação correta – ou quase, visto que, vale repetir, atualmente a área no Fischer é sinônimo de vergonha para o município. Nesta quarta-feira, leitor residente na Granja Florestal encaminhou para o jornal registro feito na Estrada Michael Rucker, onde uma “montanha de sacolas plásticas” assusta pedestres pela quantidade e problemas gerados, como o cheiro fétido e a presença de vetores de doenças, como ratos e mosquitos. Outro fator a ser observado é que o depósito de resíduos fica bem próximo a uma área isolada para o tráfego de pedestres e veículos por conta do risco de continuidade de um grande deslizamento terra…

Com a publicação de tal imagem em nossa página na rede social Facebook, moradores de várias outras comunidades relataram problemas parecidos. Meudon, Pessegueiros, Fonte Santa, Cascata do Imbuí, Albuquerque e Araras foram alguns dos muitos citados. “Uma vergonha, a cidade está uma montanha de lixo”, pontuou Wagner Lima. “Aqui na Estrada Fonte Santa não passa já há uma semana”, completou João Carlos Ribeiro. “Rua do Sol, Cascata do Imbuí! Além de buraco e mato à vontade, agora tem lixo! Vê se tomam jeito o IPTU, está pago!”, enfatizou Vera Fernandes.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

BR-116: 14 radares fixos começam a funcionar no dia 22

Enel flagra 239 “gatos de luz” em Teresópolis

Trilha na Pedra da Tartaruga sofre com a ação de vândalos

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Delmo Ferreira novo presidente da ATL

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE