Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Corpo de Bombeiros lança campanha para incentivar doações de sangue

Ação busca sensibilizar agentes de segurança para melhorar estoques dos hemonúcleos

Na última sexta-feira, 25, Dia Nacional do Doador de Sangue, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) abriu a terceira edição da campanha “Onda Vermelha CBMERJ”, que busca sensibilizar bombeiros militares e a sociedade a doar sangue para ajudar a recuperar os estoques dos hemocentros do estado, que estão abaixo do ideal. A ação estimula a doação voluntária da tropa por meio de um desafio interativo. A proposta é simples: quem for doar posta uma foto em suas redes sociais pessoais com a hashtag #OndaVermelhaCBMERJ e marca três colegas de farda, incentivando-os a fazer o mesmo. “A missão do bombeiro militar é salvar vidas e doar sangue é um gesto de solidariedade e amor ao próximo que está alinhado com nossos valores. Como já é tradição, o Corpo de Bombeiros RJ abraça a causa e convoca toda a tropa para participar dessa onda do bem”, afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.
O hemonúcleo de Teresópolis está temporariamente funcionando no Hospital São José, já que a sede, na Várzea,está passando por reformas. Este atende aos municípios de Teresópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto e Guapimirim, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h até 12h. Para doar, não há necessidade de agendamento. Contudo, caso vá com um grande número de pessoas, é interessante comunicar ao serviço para que se preparem.

Quem pode doar

  • É preciso ter entre 16 e 60 anos – e até 69 anos caso já seja doador de sangue;
  • O doador deve pesar no mínimo 50 kg;
  • É necessário estar bem de saúde;
  • Quem quiser doar precisa portar um documento de identidade oficial com foto;
  • Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes;
  • Candidatos à doação que tiveram a Covid-19 ficam inaptos por 30 dias após a cura;
  • Candidatos à doação que tiveram a forma grave da Covid-19 ficam inaptos por 1 ano após a cura;
  • Candidatos à doação que retornaram de viagem internacional, vindos de qualquer país, ficam inaptos por 30 dias a partir do dia da chegada ao Brasil;
  • Candidatos à doação que tomaram as vacinas contra Covid-19 da Pfizer e AstraZeneca ficam inaptos por sete dias. Aqueles que receberam o imunizante da CoronaVac ficam inaptos por 48h, mesmo período para aqueles que foram vacinados contra a gripe;
  • Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar o seu documento e um documento de identidade do responsável que assinou a autorização.

Tags

Compartilhe:

Edição 02/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mutirão de inscrições do Pré-vestibular Social em Teresópolis

Capela mais antiga de Teresópolis ganha rota cultural

É preciso quitar todas as dívidas do veículo para obter o CRLV 2024

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

Do abrigo para o lar, a importância das feiras de adoção de pets

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE