Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Corte da Barra em Teresópolis: DNIT libera meia pista ao tráfego de veículos e pedestres

Luiz Bandeira

O cronograma da obra de contenção de encosta na Avenida Presidente Roosevelt, trecho inicial da BR-495, conhecido como Corte da Barra, teve alteração neste início de semana. A previsão inicial era de duas semanas de interdição total do trecho, com desvio para a Rua das Paineiras, no bairro de mesmo nome. Porém, nesta segunda-feira, 30, os motoristas se surpreenderam com o bloqueio apenas parcial, possibilitando a passagem de veículos e pedestres do lado direito para quem segue em direção à Barra do Imbuí, já que os operários trabalham ocupando somente o lado esquerdo no mesmo sentido. Segundo o representante do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) em Teresópolis, Antônio Carlos Maioli, os trabalhos de supressão de vegetação e rochas soltas estão em fase final.

A nova etapa, ainda segundo Maioli, contemplará a instalação de telas de proteção e tirantes de contenção, posteriormente será iniciada a etapa de drenagem quando serão construídas canaletas e escadas hidráulicas, imprescindíveis para o escoamento de águas de chuva evitando assim deslizamento de talude na parte mais alta da encosta da montanha rompida pela rodovia. O representante do DNIT informou também que, no lado oposto de onde os operários estão trabalhando, não houve ainda nenhuma intervenção, pois há uma questão a ser resolvida junto à empresa concessionária de energia que atente o município, Enel, que ficou incumbida de apresentar um novo projeto para a rede elétrica que passa sobre o Corte da Barra. Maioli informou ainda que a Enel tem prazo para apresentar tal projeto e que após a execução desse projeto da companhia elétrica, a empreiteira contratada pelo DNIT começará a contenção naquele lado do Corte da Barra.

Obra em caráter emergencial

Esse é um serviço em caráter emergencial, tocado por empresa contratada pelo DNIT. Segundo Antônio Carlos Maioli, esse status impõe à obra um prazo máximo de seis meses para conclusão total, no entanto o representante do órgão afirmou à nossa equipe que tudo está no cronograma e a conclusão dos trabalhos deve se dar antes do prazo estipulado.

Rotas alternativas

O motorista que segue da Barra do Imbuí no sentido Centro da Cidade continua tendo que passar pela Rua das Paineiras, onde o tráfego de veículos está sendo orientado pela Guarda Civil Municipal. A Rua Oscar José da Silva, no Panorama é uma boa opção para fugir dos transtornos da obra e pode ser utilizada como rota alternativa para passagem de veículos e de pedestres nos dois sentidos entre o bairro de Pimenteiras e o Centro da cidade. Uma alternativa de trajeto pouco conhecida é seguir pela Rua Dr. Oliveira na Barra do Imbuí, até Pimenteiras, Rua Guandu, passando por trás do 30º BPM, acessando a Rua Professora Carmem Gomes no Panorama onde há ligação com o Centro.

Tecnologia indica melhor caminho

Utilizando o aplicativo “Waze for Cities”, a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia, agendou os bloqueios na plataforma, e assim, quem fizer este trajeto utilizando o aplicativo será automaticamente direcionado para a via alternativa mais rápida. O endereço eletrônico  para acessar a plataforma é: (https://www.waze.com/pt-BR/events/containment-works-2023-01-24). Para baixar a ferramenta no smartphone Android basta acessar o Play Store e digitar Waze (GPS e Trânsito ao vivo) e para Apple acessar o App Store e buscar pelo aplicativo.

Tags

Compartilhe:

Edição 20/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

OAB esclarece sobre o abuso do aumento da conta mínima comercial de água

Feriado de São Jorge com promoção no Parc Magique do Le Canton

Rodovias federais terão pontos de descanso para motoristas

Três flagrados com cocaína e maconha no Meudon

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE