Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Delino Tomé corre mais de 900 quilômetros em 14 dias seguidos

“Mineiro teresopolitano” foi de Teresópolis ao longínquo município de Prado, na Bahia

A terceira idade pode ser vista como sinônimo de velhice e cansaço para muitas pessoas, que nessa fase da vida escolhem ou são obrigadas pelo tempo a reduzir o seu ritmo. Mas essa regra não faz sentido nenhum para o “mineiro teresopolitano” Delino Tomé, que comemorou o aniversário de 70 anos com um desafio impressionante: ele correu de Teresópolis ao município de Prado, na Bahia, percorrendo 946 quilômetros durante 14 dias seguidos. A média diária foi de 67 quilômetros, ou seja, praticamente a sua idade. O atleta, que nasceu em Varginha, Minas Gerais, mas que mora na Barra do Imbuí desde meados dos anos 70, ainda teve outros desafios além da questão física. Diferente de outras corridas, ele não teve carro de apoio. Dessa forma, teve que carregar uma mochila com todo seu material, além de sozinho cuidar da logística e segurança dessa aventura.

Nessa grande jornada, o ultramaratonista passou pelos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia seguindo por rodovias como a BR-116 e a BR-101. Foto: Acervo pessoal


“No final deu tudo certo, consegui cumprir meu objetivo como havia imaginado. Foram muitos desafios pela frente, mas todos superados”, pontua Tomé, que correu inclusive no período noturno. “Nesse tipo de corrida, a gente não fica a noite em um hotel para dormir. Vai descansando aos poucos e cumprindo a meta de quilômetros por dia. Mas para correr à noite é mais complicado, é preciso ter experiência e usar bastante sinalização, colete refletivo e lanterna, para evitar ser atropelado”, conta.
Inicialmente, a ideia era percorrer uma quilometragem menor. Porém, Delino acabou errando uma rotatória na região de Campos dos Goytacazes e se viu obrigado a ampliar o desafio. Nessa grande jornada, o ultramaratonista passou pelos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia seguindo por rodovias como a BR-116 e a BR-101. E para quem acha que ele ficou satisfeito, está enganado. Mal voltou para casa e já está pensando em uma próxima aventura: correr de Teresópolis a Salvador, agora percorrendo aproximadamente 1.300 quilômetros! Como dizem, a “terceira idade também pode ser a melhor idade”.

Teresopolitano de coração, o mineiro Delino Tomé levou a bandeira do nosso município até Prado, na Bahia. O atleta, que mora na Barra do Imbuí, tem representado Teresópolis em todo o país e até no exterior. Foto: Acervo pessoal

História de vida
Em 1976 Delino Tomé adotou Teresópolis como sua cidade. Em sua trajetória, a primeira prova oficial, aos 50 anos de idade, teve um percurso de 84 quilômetros divididos em dois dias. Delino surpreendeu, alcançando uma ótima colocação geral e a primeira posição em sua categoria. Daí pra frente, muitas conquistas, pódios e medalhas: Campeão da Ultramaratona Thermas Hondo Argentina 2019 e da Ultramaratona do Paraná 2019 (ambas provas de 48hrs), da Ultramaratona Brasil de Caieiras 2020 (em São José dos Pinhais), Ultramaratona dos Anjos, entre outras que hoje o fazem ser reconhecido com um dos maiores atletas da modalidade no país. Colecionou quilometragem incrível e admirável, chegando a ir para a Europa por duas oportunidades para competir.
Outro ponto que não pode ser esquecido na sua história, e que ele faz questão de contar, é que a corrida salvou sua vida. Tomé andou teve um período errôneo, inclusive com passagem pelo sistema prisional por furto, mas quando viu o nascimento de um dos filhos e descobriu que poderia percorrer longas distâncias correndo e colecionando medalhas, nunca mais voltou para a escuridão. Hoje, é luz para muitos teresopolitanos, que anualmente apoiam seus projetos sociais e corridas impressionantes como a que acaba de concluir.


Edição 25/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mais dois flagrantes de corte irregular de árvores em Teresópolis

ATÉ DÍVIDA DE R$ 1: Prefeitura de Teresópolis notifica e divulga lista com 210 contribuintes

Transporte escolar: renovação do alvará até o dia 31

Onça-parda e Jaguatirica “gigante” flagrados em trilhas do Parque dos Três Picos

Estácio Teresópolis disponibiliza vagas para o ProUni

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE