Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Descontos e ofertas marcam um dos períodos mais aquecidos do comércio

Especialista adverte que os consumidores devem agir com cautela diante das ofertas

Em novembro, praticamente todos os setores da economia promovem campanhas de descontos e ofertas tentadoras. Neste mês, é possível obter descontos de itens alimentícios até eletrônicos. Também é comum vantagens ou promoções nos setores de vestuário, materiais de construção, educação, veículos e mobiliários, além de diversos serviços. O economista, PhD em Finanças e professor do curso de administração da Estácio, Bruno Dore, destaca a importância do uso consciente dos recursos disponíveis neste período.
Dore ressalta que, neste fim de ano, muitos trabalhadores e famílias têm um volume adicional de dinheiro, especialmente provenientes do décimo terceiro e das férias. No entanto, ele alerta para a necessidade de uma escolha cuidadosa de como gastar esse recurso, evitando gastos em itens supérfluos ou desnecessários. “O consumidor tem que ser bastante consciente na hora dos seus gastos para que esse recurso que ele tem, que é fruto do trabalho dele de um ano, não seja gasto em coisas supérfluas ou que ele nem está precisando”, destaca o professor.
O professor aponta para as “tentações” dentre as promoções, como levar dois produtos pelo preço de um ou dividir a compra em várias vezes. Ele afirma que essas ofertas podem induzir o consumidor a gastar em itens que não são essenciais e que muitas vezes terão impacto financeiro a longo prazo. “Não que os consumidores não devam realizar alguns gastos ou aproveitar uma ou outra promoção, mas eles têm que ser conscientes e pensar que esses recursos podem ser investidos pessoal ou patrimonialmente”.
Dore sugere que, ao invés de gastar impulsivamente, os consumidores considerem investir esses recursos em outros setores como educação e desenvolvimento pessoal. Cursos de graduação, pós-graduação ou outras formas de aprimoramento podem trazer benefícios mais duradouros frente às compras momentâneas. “É importante pensar que esses recursos podem servir para um investimento na carreira, trazendo benefícios ao longo dos próximos anos. Investir em conhecimento e na própria carreira pode resultar em retornos futuros, como promoções no trabalho ou novas oportunidades profissionais”. O professor enfatiza que o consumidor consciente não apenas evita gastos que não trazem benefícios a longo prazo, mas também pode se beneficiar ao investir em si mesmo.
Um dos exemplos encontrados em Teresópolis é a Estácio, que durante o período oferece diferentes opções de descontos para diversos cursos de graduação e pós-graduação ou cursos livres. O destaque neste caso são as opções de graduação nos formatos Digital e Flex que possuem valor fixo nas mensalidades até o fim do curso. Com o benefício, o valor base não sofre alteração ao longo dos semestres, o que garante ao candidato que o reajuste anual, vinculado exclusivamente à inflação e custos operacionais, seja mínimo, possibilitando uma previsibilidade de custo até a conclusão da graduação. Na pós-graduação presencial, é possível obter descontos de até 55% durante todo o curso, e graduação digital, também é possível encontrar ofertas especiais. Já para quem deseja um curso de curta duração, ainda é possível aproveitar uma seleção de ofertas com diversas opções de cursos livres certificados pela Estácio.
Por fim, vale lembrar que, para aproveitar uma promoção, muitas pessoas recorrem ao parcelamento por meio de cartão de crédito, comprometendo o orçamento para o próximo ano e elevando o risco de não conseguir quitar o saldo devedor, acarretando assim o acréscimo de juros com o uso do crédito rotativo. “Neste caso, o consumidor acaba perdendo todo o desconto que conseguiu. Por isso, é importante avaliar bem antes de efetuar uma compra.” reforça o especialista.

Tags

Compartilhe:

Edição 20/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

População transforma terreno vizinho da UPA em lixão clandestino

Cães farejadores ajudam polícia a encontrar grande carga de drogas

Jovem encontrado morto na BR-116 tem passagem por tráfico, diz PCERJ

Prefeito diz que não vai pagar o aumento de ninguém

Teresópolis: matagal toma conta de rua no Golfe

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE