Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Empresa “Águas do Brasil” vence licitação da prefeitura de Teresópolis

Ao custo de R$ 306 milhões, concessão dos serviços será de pelo menos 25 anos

Única participante do procedimento licitatório referente à concessão dos serviços de fornecimento de água e tratamento de esgoto em Teresópolis, realizado na manhã desta sexta-feira, 25, no Teatro Municipal, a empresa “Águas do Brasil” saiu vencedora do certame. A Prefeitura de Teresópolis vai receber R$ 306 milhões e 200 mil, o prazo da concessão será de 25 anos, “prorrogável por igual período, observados os princípios da supremacia do interesse público pelo privado e da modicidade tarifária”. Havia expectativa que o valor chegasse a pelo menos R$ 350 milhões. O processo foi transmitido ao vivo pela Diário TV. Importante frisar que a licitação ocorreu graças à liminar obtida pelo governo municipal, visto que há quatro grandes ações na Justiça contestando a privatização de tais serviços.

Lido na sessão da Câmara da última quinta-feira, 24, despacho do desembargador presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Ricardo Rodrigues Cardozo, comunicando que a realização da sessão da concorrência pública não gera perda superveniente do interesse de agir, “mormente porque eventual suspensão da liminar pode acarretar a suspensão do processo licitatório no estado em que se encontrar ou mesmo da execução de contrato porventura firmado”. A explicação do Tribunal, pela não concessão da liminar, publicada às 18h46min desta quinta-feira se justifica pelo fato do prazo concedido ao prefeito para se defender na referida ação, de 72h, a partir das 17h35min do dia 23, de três dias, ainda estar correndo, não havendo o risco de perecimento do direito.

Nesta quinta e sexta-feira foram realizadas manifestações em frente ao Palácio Teresa Cristina, sede do governo municipal. Populares, entre eles funcionários da Cedae, que atualmente realiza o fornecimento de água no município, utilizaram faixas e cartazes para mostrar a indignação com a decisão do governo Vinicius Claussen. “A cidade de não é de uma pessoa só, não é do prefeito. A população deveria ser ouvida. Não estamos satisfeitos com essa situação e com o que está por vir”, relatou ao Diário um dos manifestantes, Beique San.

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE