Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Enel encontra “gatos” em propriedades rurais de Teresópolis

Combate ao crime de furto de energia será intensificado até esta sexta-feira

No primeiro dia da ação de enfrentamento ao crime de furto de energia elétrica em Teresópolis, a Enel, em operações realizadas em conjunto com a Polícia Civil, flagrou dois casos dos chamados “gatos” em propriedades no Segundo Distrito do município. O primeiro, em uma fazenda nas proximidades do quilômetro 56 da Estrada Rio-Bahia, na localidade de Ponte Nova. Continuando na mesma rodovia, em direção a Além Paraíba, o segundo flagrante ocorreu em um galpão de distribuição de hortaliças na localidade de Água Quente.
Em ambos os casos, após a constatação da irregularidade por técnicos da concessionária de energia foi acionada a perícia da Polícia Civil. Da fazenda de Ponte Nova, duas pessoas foram conduzidas para a 110ª Delegacia de Polícia para a autuação pelo crime de furto de energia. No segundo caso, o responsável pelo local não foi encontrado. De acordo com o registro policial, o medidor instalado no galpão estava com o disco travado e não possuía os selos obrigatórios, estando inoperante em relação à sua principal função: registrar o consumo de energia do pequeno prédio.

Mais sobre a operação
O programa “Energia Legal” teve início na terça e segue em Teresópolis até esta sexta-feira, 12. O objetivo da iniciativa é combater fraudes e furtos de energia, bem como conscientizar a população sobre riscos e prejuízos desta prática. Em 65 edições do projeto, a companhia identificou furto de energia em 25,4 mil clientes, sendo 92% dos casos em residências e 8% em estabelecimentos comerciais nas 28 cidades por onde passou desde o fim de 2019. Fazer ligações irregulares é crime com pena prevista de um a quatro anos de reclusão, além da obrigação de pagar os valores de consumo retroativos ao período fraudado. Essa conduta contribui para a queda na qualidade do serviço prestado, o que prejudica todos os consumidores da concessionária com maior número de interrupções e, por vezes, dificulta o retorno da energia elétrica. Conforme estimativa da distribuidora, se não houvesse furto de energia, as tarifas de todos os consumidores da Enel Rio poderiam ser reduzidas em cerca de 5%.

Como denunciar
Quem adota a prática popularmente conhecida como “gato”, além de cometer um crime, está colocando a própria vida e a segurança da população em risco. Pessoas não habilitadas, que tentam manipular o medidor de energia ou fazer ligação direta na rede, podem sofrer choque elétrico e acidentes graves, até mesmo fatais. Para denunciar o furto de energia, basta acessar o aplicativo Enel Rio ou ligar para Central de Relacionamento pelo 0800 280 0120. Não é necessário se identificar.

Edição 25/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mais dois flagrantes de corte irregular de árvores em Teresópolis

ATÉ DÍVIDA DE R$ 1: Prefeitura de Teresópolis notifica e divulga lista com 210 contribuintes

Transporte escolar: renovação do alvará até o dia 31

Onça-parda e Jaguatirica “gigante” flagrados em trilhas do Parque dos Três Picos

Estácio Teresópolis disponibiliza vagas para o ProUni

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE