Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Enoturismo floresce na Região Serrana como um verdadeiro tesouro

Teresópolis desponta como destaque na plantação de uvas e produção de vinhos

@ninabenedito
@tesourosdaserra.rj

O vinho, símbolo de celebração e tradição, tem encontrado um lar promissor nas encostas da Região Serrana do estado do Rio de Janeiro. Com destaque para Teresópolis, o enoturismo, a fusão entre a cultura vinícola e o turismo, tem florescido, revelando uma nova face da Serra Fluminense que devemos incluir na lista das cidades produtoras de vinho, São José do Vale do Rio Preto, Areal e Nova Friburgo, ambas bem próximas de Teresópolis e abertas à visitação com degustação.
A trajetória do vinho no Brasil remonta aos primórdios da colonização europeia, mas foi somente com o cultivo das primeiras videiras por Brás Cubas, em 1532, que se iniciou uma história de amor entre a terra brasileira e a vitivinicultura. Ao longo dos séculos, o país conquistou seu lugar entre os grandes produtores mundiais de vinho, com grande tradição no Sul do Brasil, e mais recentemente, com a região serrana despontando como um polo de destaque.

vindima no ano passado. Vista de cima da Vinícola Maturano, na zona rural de Teresópolis. Foto: Tesouros da Serra


Teresópolis tem se destacado como um berço fértil na plantação de uvas para a produção de vinhos de alta qualidade. A Vinícola Inconfidência, pioneira no estado do Rio de Janeiro, foi fundada em 2010, pavimentando o caminho para uma crescente comunidade de viticultores e enólogos na região, localizada às margens da Estrada Real, no limite do distrito de Inconfidência, em Secretário, Petrópolis, mostrou que sim, era possível plantar uvas nessas regiões. A Fattoria Vinhas Altas, localizada em Teresópolis, sob a administração de Murilo Pilotto e Marcia Bittencourt, é um exemplo desse movimento. Iniciando sua plantação em 2017, a vinícola tem se dedicado à produção de vinhos tintos e brancos de excelência, recebendo turistas para visitas guiadas aos vinhedos, palestras sobre o cultivo das uvas e degustações acompanhadas de um delicioso brunch.


Através do sistema de dupla poda, a vinícola vem aumentando gradativamente a sua produção de garrafas de vinho ano após ano, embora seja considerada uma vinícola boutique, não há planos para uma grande expansão, mantendo o seu padrão de atendimento acolhedor a poucos visitantes.

Um delicioso brunch acompanha a degustação do vinho na Fattoria Vinhas Altas. Foto: Tesouros da Serra

Enoturismo, gastronomia e hotelaria
A paixão pelo vinho inspirou empresários locais a investirem na expansão do enoturismo em Teresópolis. A Vinícola Maturano, em fase de construção, promete ser um marco no município de Teresópolis. Já é considerada a maior vinícola em construção da Região Sudeste, onde mais de 70 mil mudas já foram plantadas e chegará ao número impressionante de 250 mil plantas, entre elas das uvas Cabernet Franc, Savignon Blanc, Syrah, Chardonay, Malbec, Tannat e outras variedades que estão sendo testadas.
Combinando vinícola, restaurante, wine bar e hospedagem, o empreendimento oferecerá uma experiência completa aos visitantes. Com previsão de receber até 500 visitantes por dia, a vinícola já se destaca pelo seu heliponto com capacidade para receber até cinco helicópteros simultaneamente e pela vista panorâmica de 360 graus. Ainda não está aberta à visitação, a previsão é que isso aconteça somente em 2025 junto com a sua primeira produção de vinhos.

Teresópolis tem se destacado como um berço fértil na plantação de uvas para a produção de vinhos de alta qualidade. Foto: Tesouros da Serra

Vindima, a colheita dos sonhos
Um dos momentos mais aguardados pelos viticultores é a vindima, o período de colheita das uvas. Em Teresópolis, esse ritual acontece durante o inverno, proporcionando aos visitantes a oportunidade única de testemunhar os parreirais carregados de cachos de uvas prontos para a colheita. Na Fattoria Vinhas Altas, a colheita manual garante a seleção dos melhores cachos, resultando em vinhos de qualidade superior. Já a Vinícola Maturano terá a sua primeira vindima nesse ano, entre os meses de junho e julho. Podemos esperar por excelentes vinhos no ano de 2025.

Perspectivas futuras
Com um cenário promissor e um terroir único, Teresópolis está destinada a se tornar um dos principais produtores de vinho da região sudeste. O enoturismo na Região Serrana não apenas fortalece a economia local, mas também preserva e celebra a rica tradição vinícola brasileira. Em meio às montanhas da Serra Fluminense, um novo capítulo na história do vinho brasileiro está sendo escrito, e Teresópolis está no centro desse movimento, erguendo sua taça para brindar ao futuro promissor da vitivinicultura nacional. Vale lembrar que outras duas vinícolas estão em processo de formação no município. Em breve teremos novidades, e certamente muitas garrafas de vinho “made in Teresópolis”.

Na Fattoria Vinhas Altas, a colheita manual garante a seleção dos melhores cachos, resultando em vinhos de qualidade superior. Foto: Tesouros da Serra

Enoturismo a todo vapor
Parceira do Tesouros da Serra, a operadora Ecoplay Tour realiza visitas com o acompanhamento de guia de turismo especializada em Enoturismo, a todas as vinícolas da região com agendamento prévio. Siga a Ecoplay nas redes sociais @ecoplay_tour ou entre em contato pelo WhatsApp (21) 97172-7057.

Tesouros da Serra
Descubra lugares incríveis através do Tesouros da Serra no @tesourosdaserra.rj, pelo site tesourosdaserra.com.br , pelo canal no YouTube Tesouros da Serra e na programação da Diário TV.


Tags

Compartilhe:

Edição 23/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Chuvas já mataram 163 pessoas no Rio Grande do Sul

Prefeito de Teresópolis foi ao Tribunal para autorizar festa particular em rua

Vasco da Gama enfrenta o Náutico em Teresópolis

Corujão: novos horários de ônibus durante a madrugada em Teresópolis

Cidade turística, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE