Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Espetáculo teatral enfatiza o combate ao etarismo

Com entrada franca, “Coisa de Velho” será apresentado na Casa de Cultura, em Araras

Isla Gomes

Etarismo é o preconceito contra pessoas por causa de sua idade. Questionável, tal ato afeta pessoas jovens também, mas é muito mais comum contra pessoas idosas, se manifestando de diversas maneiras, como na forma como desconsideramos a opinião de uma pessoa apenas por ela ser idosa, por exemplo. Nesse sentido, o etarismo colabora para a segregação da população idosa e está ligado aos padrões sociais construídos na sociedade, como consequência, esses padrões diminuem a possibilidade da pessoa idosa experienciar a senioridade com qualidade e de forma proveitosa. Neste âmbito, surge o espetáculo teatral “Coisa de Velho”, premiado no Edital Literatura Resiste da SECEC RJ, com turnê está passando por diversas cidades, incluindo Teresópolis. Por aqui, será apresentada no dia 30 de outubro, às 10h, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, Araras, com uma sessão especial e gratuita para as escolas públicas da cidade, o foco da atração é trazer reflexões sobre a causa do etarismo e a equipe da Diário TV conversou com o responsável pelo projeto.
Tiago Dumard, além de responsável, é o ator que dá vida a diversos personagens no espetáculo, e nos esclarece que o maior intuito da iniciativa é desmistificar preconceitos com relação aos mais velhos. “Esse projeto mora no meu coração, pois percebo que as pessoas não consideram os idosos como cidadãos importantes, há um preconceito relacionado a tudo que envolve os idosos, não é a toa que ouvimos tanto frases como ‘isso é coisa de velho’, já trazendo uma negatividade para esse âmbito. É importante ressaltar que a velhice tem seus desafios e dificuldades, mas é importantíssimo olhar também para a parte boa da senioridade”, explica.

Inspiração
O ator nos conta que a peça foi inspirada em um livro de poesias escrito em meio ao caos da pandemia do Covid-19. “Eu até me arrepio em falar que essa comédia teatral é inspirada a partir de um livro que fizemos na pandemia, através de vídeo chamadas com os velhinhos dos asilos, incluindo o asilo São Vicente aqui de Teresópolis. Nosso intuito com esse teatro não é dar lição de moral e sim, para levar a todos a refletir sobre a questão do etarismo, para que todos vejam a velhice com bons olhos, principalmente os mais jovens”, declara.

Poema
Um dos diversos poemas incluídos no livro de poesias que serviu de inspiração para o projeto salienta o lato colorido da velhice e é de autoria vinda do Lar Departamento Social São Vicente de Paulo, de Teresópolis. “Ser velho é coisa linda! Há quem pense diferente: Só que a juventude finda, pra ensinar isso pra gente. Olhe bem pras minhas rugas, talvez você fique assim… Não olhe com olhos de fuga: Enxergue dentro de mim! E veja, no velho, um sortudo. Que ser velho é regalia! Que fazer nada é tudo, quando feito com alegria! Tempo pra brincar num mundo, onde todo mundo é neto. A chatice, quero longe! A velhice, quero perto!”.

Saiba mais
A atração ocorre no dia 30 de outubro, às 10h, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, na Praça Juscelino Kubitscheck, s/n, Rua Tietê, Nossa Senhora de Fátima. “Esse evento em específico é especial para as escolas, para levarmos essa conscientização para o público infanto-juvenil a partir de 10 anos, por isso eu convido a todos os profissionais de ensino e diretores de escola para entrarem em contato através do Whatsapp (21) 9 6464-1438, para de forma organizada poder agendar e levar os grupos de adolescentes para nos prestigiar, vale ressaltar que é tudo gratuito e ainda haverá a distribuição do livro de poesia citado na matéria, para todos os presentes no local”, convida Tiago. Veja mais nas redes sociais @projetoculturalatitude

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE