Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Feira da Agricultura Familiar cresce em variedade e comodidade

Clientes encontram produtos processados, orgânicos e até já podem pedir entrega em domicílio

Marcus Wagner

A Feira da Agricultura Familiar está conquistando cada vez mais a preferência dos consumidores que aproveitam uma grande diversidade de produtos que possibilitam uma alimentação mais benéfica à saúde e os expositores trabalham para oferecer mais qualidade e comodidade a esse público. Com a busca de uma vida mais saudável, a população acaba descobrindo a facilidade para conseguir fugir de produtos industrializados. Além de oferecer frutas, legumes e verduras, a feira também faz a venda de doces, compotas, bolos, temperos, ervas e até peças de artesanato. 
Toda quarta-feira, os produtores estão na praça ao lado da prefeitura, de 7 da manhã até as 14 horas e a grande novidade é que a clientela tem mais uma comodidade para comprar já que a Feira da Agricultura Familiar passou a oferecer o serviço de entregas para pedidos feitos vias telefone e Whatsapp.
“A gente está tendo uma procura legal, temos alguns diferenciais em relação aos sacolões da região, por exemplo, poder conhecer mais sobre ervas medicinais, temos produtos orgânicos, os processados, então o pessoal está aderindo bem. Agora estamos com o serviço de entrega que é feito de 9 as 11 horas e pode pedir qualquer coisa de qualquer banca e o rapaz leva. É só ligar para o 99580-8614”, explicou expositor José Wanderson Pimentel que vende os chamados alimentos processados, que são vendidos em embalagens com bandejas de isopor, garantindo praticidade aos clientes.
Entre os estandes da feira, três deles são de venda exclusiva de produtos livres de agrotóxicos que são produzidos pelo agricultor Luiz Ventura. Ele tem um sítio onde a variedade é crescente e ainda conta que as portas estão abertas para os clientes que queiram conhecer o local de onde sai toda a sua produção e conferir como é feito o seu trabalho.
“Os produtos orgânicos fazem parte de uma alimentação necessária para quem tem problemas de saúde, então como as pessoas confiam nos nossos produtos, estão procurando bastante. No início, viemos aqui com duas bancas e hoje já são três e não vendemos apenas aqui, também vendemos lá no sítio. A produção de orgânicos é vistoriada, as propriedades são fiscalizadas. Meu sítio recebe esta semana a visita para obter um novo certificado até o ano que vem. A gente convida nossos clientes a irem até nosso sítio conhecer também”, disse Luiz.
Para comercializar os orgânicos, os produtores precisam ter cadastro e certificação da Associação de Agricultores Biológicos do Estado do Rio de Janeiro (Abio). O certificado precisa ficar exposto para que os consumidores tenham a garantia de que os alimentos foram realmente produzidos seguindo as normas da agricultura orgânica.
Além de Agriões, Teresópolis conta ainda com outros três pontos onde são vendidos os produtos da agricultura familiar em dias da semana determinados: na Feirinha do Alto, aos sábados e domingos, em Araras aos domingos e na Praça do Ginda Bloch aos sábados, das 7 da manhã até as 14 horas.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 22/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Justiça manda Vinícius pagar o que deve à Viação e empresa não vai cobrar a passagem dos idosos

Festival Sesc de Inverno confirma 15 atrações musicais

Golpista usa nome da Naturgy para lucrar em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

MPRJ lança canal específico para receber denúncias relacionadas às eleições municipais

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE