Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Feira de Ciências das Salas de Recursos Multifuncionais em Teresópolis

Cerca de 500 alunos participaram da atividade, intitulada “Semeando ConsCIÊNCIA!”

Com o tema “Semeando ConsCIÊNCIA! – Sustentabilidade, Inclusão e Tecnologia”, a Secretaria de Educação de Teresópolis, por meio da Divisão de Educação Especializada, promoveu, na última quinta-feira, 17, durante todo o dia, a 1ª Feira de Ciências das Salas de Recursos Multifuncionais da Rede Municipal de Ensino. A feira é a culminância de um projeto construído durante todo o segundo semestre nas 23 unidades que têm as Salas de Recursos, na cidade e no interior do município, nas quais 528 alunos recebem Atendimento Educacional Especializado. “O objetivo principal foi fomentar as ciências de modo lúdico e prazeroso e proporcionar experiências exitosas aos nossos alunos com deficiência, confirmando que o fim da escola inclusiva está cada vez mais flexível, adaptável e potente no atendimento da diversidade que povoa nossas salas de aula”, explicou a chefe da Divisão de Educação Especializada, Mônica Oliveira.
Mônica Oliveira explicou que, de maneira geral, os alunos com deficiência participam dos projetos realizados pelas escolas em classe comum, contudo, foi pensado, em conjunto com a equipe de professores especialistas que realizam o AEE, sobre a possibilidade de promover um projeto que seria apresentado a todos na escola, realizado a partir dos atendimentos com os alunos com deficiência ou com desenvolvimento atípico, ao longo do segundo semestre letivo.

O objetivo principal foi fomentar as ciências de modo lúdico e prazeroso e proporcionar experiências exitosas aos alunos com deficiência


As escolas que sediam Salas de Recursos são um total de 23 unidades. Cada Sala de Recursos Multifuncional teve autonomia para escolher o tema que melhor se adequasse para desenvolver suas experiências. Os alunos atendidos e que participaram fazem parte de todas as modalidades de ensino da rede pública municipal, compreendendo a Educação Infantil e o Ensino Fundamental.
Duas das unidades que participaram do projeto foram as escolas municipais Chiquinha Rolla, na Beira Linha, e Ginda Bloch, no Alto. “Temos 45 alunos, nos dois turnos, na Educação Especial e a gente trabalha com uma visão ampliada. Por exemplo, se a criança apresenta alguma dificuldade de aprendizagem, a gente encaminha esse aluno para as professoras da Sala de Recursos avaliarem e apontarem se existe a necessidade de um atendimento específico. As professoras das Salas de Recursos também dão suporte para as educadoras nas salas de aula, ajudando a produzir material e no planejamento, atendendo às necessidades individuais de cada criança”, pontuou a diretora da Escola Chiquinha Rolla, Daniele Rocha de Paula.
A Escola Ginda Bloch tem 28 alunos especiais, e promoveu a Feira de Ciências com o tema Sistema Solar, assunto da matéria de Ciências. Os alunos do 8º e do 9º ano produziram, em conjunto, maquetes e uma réplica de um foguete, incentivando a inclusão dos alunos da Sala de Recursos à turma. Também foi exibido vídeo sobre o assunto. “Me emociona cada vez que vejo uma reação deles, é como se fosse a primeira vez. Aqui na escola a gente consegue resgatar esse lado humano, de amor ao próximo”, enfatizou a professora Rita Damiana Davila, que atua na Rede Municipal há 39 anos.

Cada Sala de Recursos Multifuncional teve autonomia para escolher o tema que melhor se adequasse para desenvolver suas experiências

Tags

Compartilhe:

Edição 22/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Governo do Estado atua nas cidades afetadas pelas chuvas

LADRÕES DE RESIDÊNCIAS: Troca de tiros e quadrilha presa na Barra do Imbuí

Moradores denunciam possível foco do mosquito em casa abandonada

ÔNIBUS: Rodoviários de Teresópolis podem parar no próximo fim de semana

SindPMT vai debater contratação de 475 trabalhadores “por fora” para a Educação

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE