Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Festival de comida amazônica em Teresópolis

Restaurante Santo Terroir realiza segunda edição do evento no próximo fim de semana

@ninabenedito

Nascido em Belém do Pará, Douglas Franco, Chef Executivo do Santo Terroir Bar de Vinhos e Restaurante, traz pela segunda vez para Teresópolis Festival Amazônico, evento que dessa vez ocorrerá em dois dias e começando com o café da manhã típico paraense. Considerada a gastronomia mais brasileira do país, tem sua origem indígena, que utiliza muitos ingredientes naturais e nativos da Amazônia no preparo dos pratos. Na culinária regional, os destaque são para os frutos como cupuaçú, bacuri, pupunha, muruci, taperabá, pupunha, jaca, a sapotilha e a manga, sem falar dos peixes como o Tucunaré, a Pescada Amarela, Tainha, Piramutaba, que segundo a secretaria municipal de Economia do Belém do Pará são os principais peixes consumidos. Já no Amazonas os peixes mais procurados são o Tambaqui e o Pacu. Segundo Douglas, esse festival já era um sonho muito antigo. “Tenho muito apreço pela gastronomia, pelos produtos do Pará, e em uma conversa informal alguém falou ‘então vamos fazer’, e daí para frente começou aquela correria para conseguir os produtos que vem todos de Belém praticamente, e foi assim que surgiu, em uma reunião informal”.

A primeira edição do festival ocorreu em dezembro de 2022 e foi um sucesso, em parceria com outra chef paraense, Lia Martins, do Cantinho do Pará, no Rio de Janeiro, que trouxe para a serra o melhor da Gastronomia Regional Amazônica. Com um público bem maior do que o esperado, segundo o Chef Douglas, a essa primeira etapa ocorreu apenas um dia. “A gente teve muita procura, eu não imaginava que tinha tanta gente em Teresópolis com alguma ligação com o Norte do Brasil”, afirma. “A gente teve procura até nos dias após o festival que foi apenas um dia. No domingo todo mundo veio como se o festival ainda estivesse funcionando. A gente fez uma divulgação pequena na época, muito em cima da hora, muita gente não conseguiu se programar para vir, e aí o resultado foi muito positivo, e as pessoas querendo a segunda edição”

Segunda edição do festival
Já nessa segunda edição, o evento terá um novo formato. Serão dois dias inteiros dedicados à gastronomia e cultura regional e com um horário estendido para garantir que todos possam participar e conhecer as iguarias do Norte do país. No sábado, dia 25 de março, a partir das 09h até a meia noite, e no domingo, 26, das 09h às 18h. “A gente vai ter as estações, o festival não vai ser aquele menu que o cliente senta e escolhe ali na mesa e o garçom atende. Deu uma vontade de comer uma tapioquinha, o cliente vai na estação da tapioca, deu uma fome, o cliente vai na estação do Tacacá e come”, explica. “A gente vai ter música ao vivo, um chope artesanal do Kanton Beer,que combina bastante com o tipo de gastronomia do Pará. A gente vai ter um Empório muito mais rico com produtos do Norte, e produtos semi prontos para as pessoas levarem pra casa, como o doce de cupuaçu, creme de bacuri”, enfatiza o Chef.

O Chef Douglas Franco paraense apaixonado pela gastronomia amazônica

As surpresas do Festival
O Chef promete algumas surpresas para quem for ao Festival Amazônico. “A gente vai ter além dessa estrutura, algumas surpresinhas que vão acontecer no espaço, nesse nosso espaço bem amplo, bem grande que eu acho que os clientes irão gostar. A gente vai trazer nesse evento, um pouco mais do que só a gastronomia, a gente vai tentar trazer um pouco mais da cultura, e eu acho que quem for não vai se arrepender. Quem veio na primeira edição tem que vir nessa segunda edição para comparar”, finaliza.

As iguarias no cardápio
O cardápio está riquíssimo e com várias opções que agradarão toda família. Para quem já conhece a culinária amazônica, será uma boa oportunidade para matar a saudade, já para quem ainda não conhece, que tal experimentar? Sem dúvida nenhuma, será uma experiência gastronômica incrível. Entre os salgados, serão servidos Unha de caranguejo, Casquinha de Caranguejo, Dadinho de Tapioca, Charque, Pirarucu de Casaca, Tacacá, Maniçoba, Camusquim de Camarão, Costela de Tambaqui com feijão manteiguinha e Tucupi, Filhote de Tucupi, que diga-se de passagem, é um peixe enorme. Para quem gosta de doces, Bolo Podre, Tapiocas Típicas, Creme de bacuri, Taça da Felicidade, Açaí, Sorvetes Regionais, Sucos Regionais, além das cervejas Cerpa e Tijuca e da Cachaça de Jambú.

Comodidades
Para quem ainda não conhece o Santo Terroir Bar de Vinhos e Restaurante, o local possui um enorme e belíssimo jardim, ideal para as crianças ficarem bem à vontade. O salão do restaurante é bem amplo, além de possuir duas grandes varandas para quem quiser ficar mais a vontade. Com estacionamento próprio, o espaço também é Petfriendly. O Santo Terroir fica na Rua Tenente Luis Meirelles, 1601, no Bom Retiro. Não é necessário reserva para o Festival. Siga no Instagram @santo_terroir

Edição 13/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Receita Federal em Teresópolis fala sobre declaração de IR 2024

“Agroturismo”, um convite para novas descobertas em Teresópolis

Direito do Unifeso é avaliado pelo MEC como 4º melhor do estado do RJ entre 94 universidades públicas e privadas

“Tesouros da Serra” prestigia o Fórum Regional de Turismo

Domingos de abril com promoção no Parc Magique e fazendinha do Le Canton

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE