ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Festival Gastronômico revela a origem britânica de Teresópolis

Data: 19/06/2018

Todos os pratos foram elaborados para valorizar os ingredientes de origem inglesa. A expectativa é de 100% de ocupação na rede hoteleira da cidade, segundo os organizadores

Anderson Duarte

No próximo dia 26 de junho, será realizado o evento de lançamento da 1ª edição do Festival Gastronômico da colonização inglesa de Teresópolis, que conta com a participação de 20 estabelecimentos e entra para o calendário oficial da cidade marcando as comemorações pelos 200 anos da sua fundação. O evento acontece às 19h, no Paradise Garage, para convidados e imprensa. O festival, de 6 a 29 de julho, é uma iniciativa do Polo Teresópolis, Gastronomia, Cultura e Turismo, integrante do Programa SEBRAE na Mesa. Moradores e turistas poderão degustar e adquirir diversas opções de pratos, de origem inglesa, produzidos por chefs da rede da gastronomia local filiada ao Polo Teresópolis. O Festival Gastronômico vai contar a história da colonização inglesa de Teresópolis e revelar o DNA da cidade, conhecida por sua gastronomia e hospitalidade, desde a época de seu fundador, George March.


Vinte restaurantes participam do evento, que tem como objetivo fomentar o turismo, oferecer uma gastronomia de qualidade, proporcionar entretenimento e aquecer a economia do município. Segundo a analista do SEBRAE, Maria Cristina Andriolo, o Festival é parte das ações do Programa SEBRAE na Mesa, desenvolvido pelo SEBRAE e voltado ao desenvolvimento de soluções empresariais com foco no aprimoramento da capacidade produtiva, comercial e promocional. Esta ação propõe um planejamento anual de eventos em períodos sazonais ou feriados comemorativos, tendo como premissa estruturar um ciclo de festivais que consolidarão a gastronomia local. No ano passado, o SEBRAE, em parceria com o Polo, realizou o Festival Tere de Páscoa, que reuniu 10 estabelecimentos especializados em sobremesas de chocolate.
Nesta primeira edição do festival, os restaurantes vão preparar pratos inéditos de origem inglesa com o toque, o sabor e o charme da Região Serrana e com uma história para contar sobre a cidade e suas curiosidades sempre em torno da presença dos ingleses.  Além das tradicionais degustações, servidas em mesas montadas em diferentes pontos da cidade, o evento será marcado por exposições e shows sobre a origem inglesa e sua influencia nos costumes da cidade. “O polo Teresópolis resgata com orgulho a vocação de Teresópolis para contar a historia dos ingleses que escolheram a cidade para criar comida de verdade e receber bem”, disse uma das empresárias do Polo, Elizabeth Mazzi, do restaurante Manjericão.


A expectativa é de 100% de ocupação na rede hoteleira da cidade, segundo os organizadores. O evento também vai incrementar o movimento na cidade no inverno com outras atrações. Na área de música, o trio que toca Beatles Instrumental em ritmos brasileiros – Aventuras Instrumentais no Submarino Amarelo fará três shows abertos em praças e locais de fácil acesso ao público. Também está programada uma exposição de fotografias de Wanderley Peres, exibe seu acervo com registros históricos de mais de 20 anos. Os visitantes mais curiosos poderão fazer passeios históricos guiados pela cidade e também um passeio ecológico até uma fazenda de verduras autêntica da região está previsto, para que o visitante sinta como eram as atividades do inglês que fundou a cidade e cuidava de sua fazenda modelo. O Festival Gastronômico é realizado e produzido pelos restaurantes do Polo Gastronômico de Teresópolis sob a consultoria do SEBRAE e tem apoio do Convention Bureau e da Associação Comercial e Industrial de Teresópolis.
A história conta que em 1818 o português de origem inglesa, George March adquiriu uma grande gleba e transformou-a em uma fazenda-modelo, com sua sede localizada onde atualmente encontra-se o bairro do Alto numa vasta área de terras onde construiu diversos empreendimentos como: plantações de hortigranjeiros e frutas, criação de cavalos e cabras, ovelhas aluguel de casas e hotelaria. Assim surgiu o povoado de importância estratégica no caminho que ligava a Corte à província das Gerais, desenvolvendo também o hábito do veraneio da região. George March foi, certamente, o colonizador da cidade. Outros ingleses subiram a serra fugindo do calor da corte, no Rio de Janeiro. Outros ingleses fixaram e compraram terras na região, influenciados por George March.

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jovem preso com arma de fogo e munições

Casal preso por tráfico de drogas no interior

BR-116 terá tráfego em meia pista nesta quarta-feira

Teresópolis arrecadou R$ 20 milhões a menos que o previsto

PM morre em acidente na Rio-Teresópolis

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ